Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Dourada na caçarola

Ingredientes Para 2 pessoas:

1 Dourada grande ou duas pequenas
1/2 kg de mexilhão ou ameijoas (pode usar ambas)
6/8 gambas grandes
1 Cebola
2 Dentes de alho
1 tomate madurinho
pimenta a gosto
1 fio de azeite

Preparação:

Dispor a cebola descascada e em rodelas no fundo da casserole
Juntar o alho laminado e o tomate aos cubos
Colocar o mexilhão e ou as ameijoas
Colocar a dourada partida a meio/ ou as duas inteiras
Não usar sal, sob pena de salgar o prato, os frutos do mar ao abrir darão o seu sal, que é suficiente.
Juntar pimenta ou outro picante a gosto
Regar com um fio de azeite.
Tapar e deixar cozinhar em lume brando; a água do mexilhão é suficiente para que se forme o molho.
Não destapar mais para que não se perca o vapor (água) nem os aromas, excepto para juntar as gambas 5 minutos antes de estar pronto.

Serve-se com arroz branco, ou simplesmente com tostas que forram o fundo do prato e sobre as quais se coloca o molho da própria confecção.
Servir com um bom vinho branco.

Bom apetite!



Não abuse nas sobremesas.

2 comentários:

Fernanda disse...

Amigo João,

Entendo as alterações, está muito bem assim.

No meu original fala em casserrole porque aquela é mesmo francesa.
Foi-me oferecida pelo casal amigo Jean-Claude e Marriane.
Sabe que esta caçarola em ferro esmaltado, aporta; gastar menos energia, porque uma vez quente se mantém, mal começa a ferver quase se pode desligar imediatamente a seguir, porque ela acabará por cozinhar os alimentos, ainda por ser bonita pode ir à mesa onde preserva os alimentos quentes e finalmente os alimentos aí confeccionados ficam com todo o seu sabor natural.

Beijinhos,

A. João Soares disse...

Querida Amiga Ná,

Fiz esta postagem sem ter o HTML que teve a gentileza de me enviar, porque a fiz muito cedo e, só de tarde depois de uma dia atarefado, vi o HTML. Mesmo asim não ficou mal!

Beijos
João