Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

CINCO ALIMENTOS SAUDÁVEIS PARA ENGANAR A FOME

Transcrição:

Cinco alimentos saudáveis que ajudam a enganar o cérebro (e a fome) 
160923. POR DANIELA COSTA TEIXEIRA

 Tomou o pequeno-almoço e mesmo assim continua com um ‘ratinho’ no estômago? Ponha um destes alimentos na sua marmita.

 Enganar a fome não é fácil. Água, chá, café e tostas são a solução mais comum, mas estão longe de ser aquela que funciona melhor. Alguns alimentos assumem-se como verdadeiros inibidores do apetite, mas na hora de travar a fome (ou gula) de imediato, são cinco aqueles que se mostram mais eficazes.

 Como conta o site Buena Vida do jornal espanhol AS, existem alguns alimentos saudáveis que permitem aumentar a sensação de saciedade e enganar não só a fome, como o cérebro. Se acabou de tomar o pequeno-almoço e continua com um ‘ratinho’ no estômago, meta na sua marmita uma peça de fruta extra, por exemplo.

 A fruta, preferencialmente com pele, é um dos snacks mais eficazes na hora de saciar, não só pelos nutrientes que porta, como também pelo sabor doce que lhe é caraterístico e que ajuda a enganar o cérebro quando lhe apetece um docinho.

 Também os frutos secos são uma opção a ter em conta. Saborosos, nutritivos e crocantes, estes pequenos alimentos são o melhor petisco para a merenda da tarde, e muito graças ao processo de mastigação que requerem e que faz com que o cérebro fique consciente de que está a comer.

Meter um iogurte desnatado na marmita é sempre uma boa opção, visto que este alimento é um dos truques mais usados pelos nutricionistas para enganar aquela fome que aparece repentinamente.

Tal como mostrou um estudo publicado na revista Nutrition Journal, comer a metade de um abacate a meio da manhã ou da tarde faz com que o apetite três horas depois seja 40% inferior.

Para os mais gulosos, ou para aqueles que precisam de mais energia, não há nada como uma barra de cereais, mas de preferência uma que tenha sido feita em casa e que não tenha açúcares, químicos e aditivos adicionados. As barras de granola são fáceis de fazer e uma excelente opção para snack.

domingo, 18 de setembro de 2016

EXERCÍCIOS PARA MANTER OS PÉS EM BOA FORMA

Devemos cuidar de todo o corpo, mas os pés são essenciais para nos movimentarmos com liberdade e independência. Por isso, gostei de encontrar este artigo e não podia deixar de o colocar aqui para benefício dos amigos. http://www.tudoporemail.com.br/content.aspx?emailid=7540

sábado, 17 de setembro de 2016

O PÓDIO DAS FRUTAS


O pódio das frutas

 As mais energéticas: açaí (495 kcal em 1 tigela pequena), abacate (235 kcal em 1/2 unidades), caqui (90 kcal por unidade) e figo (90 kcal por 3 unidades)
As menos energéticas: melão (20 kcal em 1 fatia) e pêssego (25 kcal em 1 unidade)
As mais ricas em fibras: açaí (35 g em uma tigela pequena) e goiaba (10 g em 1 unidade) As mais ricas em carotenóides: manga (3600 mcg em 1 unidade), caqui (1800 mcg em 1 unidade)
As mais ricas em vitamina E: abacate (230 mg em 1/2 unidade), açaí (90 mg em 1 tigela pequena)
As mais ricas em potássio: banana (350 mg em 1 unidade) e uva (296 mg em 1 xícara)
As mais ricas em vitamina C: goiaba (370 mg em 1 unidade) e morango (110 mg em 1 xícara)
As mais ricas em cálcio: açaí (236 mg em 1 tigela pequena) e tangerina (40 mg em 1 unidade)
As mais ricas em magnésio: abacate (100 mg em 1/2 unidade) e banana (30 mg em 1 unidade)
As mais ricas em ferro: açaí (25 mg em 1 tigela pequena) e amora (5 mg em 1 copo médio)

Frutas para desportistas

Os desportistas estão sujeitos a algumas condições que podem ser prevenidas e aliviadas com as frutas
Anemia: açaí, amora, carambola
Artrite: abacaxi, ameixa e maçã
Cãibras musculares: banana, laranja e melão
Diarreia: maçã sem casca e banana-maçã
Digestão pesada: combinar as refeições pesadas com o abacaxi
Prisão de ventre: maçã com casca, ameixa e figo
Fadiga: banana, uva e figo
Retenção de líquidos: a maioria das frutas, por possuir potássio, pode provocar maior perda de líquido.
Baixar o colesterol: maçã, pêra, abacaxi e pêssego

Ameixa, tónico antiestresse
Contém alta quantidade de fibra sorbitol que estimulam o movimento intestinal e favorecem a evacuação. Dependendo da coloração da fruta, a quantidade de vitaminas que possuem pode variar: as claras são as mais doces e ricas em carotenos, e as com coloração escura contêm mais ferro. Sua riqueza em vitaminas B e C torna essa fruta uma aliada contra o estresse e o suco de ameixa alivia a gota, o reumatismo, a artrite e problemas articulares.

Damasco, a fruta da pele
Tem alto teor de caroteno (provitamina A), vitamina que previne o câncer, regenera os tecidos, e favorece o bronzeado. É rica em ferro, magnésio, potássio, zinco e vitaminas B1, B2 e C. Um verdadeiro coquetel contra a fadiga. E só tem 47 kcal.

Figo, para os ossos Tem cálcio, por isso, é recomendado para esportistas e ajuda a prevenir a osteoporose. Contém benzaldeido, um agente anticancerígeno, flavonóides e uma enzima chamada ficina que ajuda a digestão das proteínas. Além disso, possui ferro, potássio e fibra. As avós utilizavam o látex branco (líquido que sai da planta ao ser cortada) para eliminar as verrugas. Na ásia, o figo é considerado um afrodisíaco natural.

Maçã, o presente de Eva a saúde
Ela é rica em fibra solúvel, regula o colesterol, protege o coração e equilíbra a função intestinal, tanto no caso de diarreia como de prisão de ventre. Contém vitamina C, potássio e é hidratante.

Banana,a barrinha energética
É o alimento dos campeões. Uma comida rápida, ideal para recarregar as energias. Quanto menos maduras, mais ricas em amido. A banana previne as cãibras musculares por sua riqueza em potássio. Também tem magnésio e vitamina B6, vital para levantar seu ânimo e ajudar no metabolismo do corpo.

Melão, o diurético mais natural
 É típico das frutas de verão. É rica em potássio (diurético), betacaroteno, vitaminas e com poucas calorias. Quanto mais amarelo o melão, maior é a quantidade de carotenos - responsáveis pelo cuidado de sua pele, melhorando também o seu bronzeado. É considerada uma fruta anticoagulante e um aliado na prevenção de trombose e enfartes.

Pêssego, a fruta saborosa
 Rica em vitamina C e potássio. Regula o intestino, pois é rico em fibras. Tem baixo teor calórico.

Açaí, o pentacampeão
Esta frutinha amazônica, muito badalada entre os esportivas, sem dúvida nenhuma é pura energia! tem vitamina E, o açaí pode ser considerado um poderoso antioxidante. Além de ser rico em cálcio e ferro, que auxiliam na efectiva contracção muscular. O alto teor de fibras pode ser ainda maior quando na tigela de açaí vai granola misturada.

Nectarina, o pêssego de pele suave É uma fruta muito parecida com o pêssego. Contém provitamina A, vitamina B3, ácido fólico, potássio e fibra. Ajuda a regular o colesterol.

Pêra, para refrescar
A pêra é uma fruta que deve ser ingerida madura. É rica em pectina, fibra que regula o intestino melhorando a flora intestinal; contém minerais como o selénio (antioxidante), zinco (aumenta a imunidade) e potássio (diurético e hipotensor). Para os desportistas é uma fruta muito completa.

Abacaxi, para digestão
 A cozinha oriental combina pratos com carnes e abacaxi porque favorece a digestão das proteínas. Essa fruta tem uma enzima chamada bromelina. É rica em vitamina C.

Melancia,menos calorias
 Se seus problemas são os quilinhos a mais, encha sua geladeira de melancia . Você vai poder comer quantos pedaços quiser, pois é a fruta que tem menos calorias (18 kcal/100 g). É rica em água, fibra , potássio (diurético), vitaminas A, B6 e C e magnésio.

Uva, limpa seu corpo das toxinas
Uma das frutas que trazem mais benefícios para a saúde. É remineralizante, diurética, depurativa, energética. Contém taninos adstringentes, polifenois, resverastrol (principalmente nas uvas escuras) e substâncias com capacidade antitumoral. Uma alimentação rica em uvas garante boa saúde e limpa seu organismo de toxinas.

sábado, 3 de setembro de 2016

AMÊNDOAS CONTRA A OBESIDADE E PELA SAÚDE


Amêndoas. Uma aposta certeira na perda de peso e no ganho de saúde
Artigo de Daniela Costa Teixeira

Este fruto seco é constantemente associado aos chocolates da Páscoa, mas a sua forma natural tem muito mais piada e saúde para dar.

Amêndoas… Páscoa. Se este foi o seu primeiro pensamento, temos um sério problema para resolver e podemos já começar por focar todas as atenções apenas nas amêndoas, as verdadeiras e isentas de qualquer tipo de chocolate ou mescla de açúcar com corantes.

Este fruto seco é constantemente associado aos chocolates da Páscoa, mas a sua forma natural tem muito mais piada e saúde para dar. Além de ter um sabor bastante característico e de ser um alimento muito versátil, a amêndoa é um dos frutos secos mais nutritivos e aliados da perda de peso.

Embora cada 100 gramas de amêndoa contenham 576 calorias e 49 gramas de gordura (das quais apenas 3,7 são saturadas), a amêndoa é um alimento que se deve ter sempre à mão e que deve ser protagonista de grande parte dos snacks que se fazem durante a semana, uma vez que é uma rica fonte de potássio (705 mg por cada 100 gramas), fibra (12 gramas) e proteína (21 gramas). Mas há mais: a amêndoa é ainda uma fonte de vitamina A e E, cálcio e ferro, o que faz desta pequena semente do fruto da amendoeira uma óptima opção para quem segue uma alimentação vegetariana.

Mas também todos os que pretendem perder uns quilos extra devem deixar-se render pelas amêndoas… mas não pelas de chocolate. Como conta a revista Health, o consumo de amêndoas – cerca de 23 por dia – está associado a uma queda dos níveis de gordura corporal, uma vez que este alimento, além de estimular o metabolismo, é altamente saciante.

O consumo regular de amêndoa está ainda associado a um equilíbrio dos níveis de açúcar no sangue, o que faz deste fruto seco um dos que melhor previne o aparecimento de doenças como a diabetes tipo 2. O coração também beneficia com o consumo de amêndoas, muito por culpa dos ‘poderes’ antioxidantes que possuem.

Conta a publicação que os bons níveis de cálcio fazem da amêndoa também uma aliada da saúde óssea, sendo o leite de amêndoa uma opção a ter em conta na infância e na idade adulta e entre aqueles que possuem uma intolerância à lactose e, por isso, não podem consumir leite de vaca.