Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

terça-feira, 26 de julho de 2011

Reduzir fracturas ósseas

OS ALIMENTOS E NOSSAS EMOÇÕES



Recebí da amiga Teza, que é médica, estas dicas, interessantes!
São todas conhecidas, fáceis, simples, e nos garantem uma vida mais saudável e mais feliz, que é o que almejamos!
Não deixemos que, no nosso dia a dia, acontecimentos e fatos interfiram, negativamente, em nossas emoções. E para colaborar nesse sentido, o alimento adeguado para cada situação, pode fazer melhor que os medicamentos e sem seus efeitos colaterais.

 (Muito bom!!! - Não deixe de ler até o final).

 Banana - contra a ansiedade
  Se você anda mais ansiosa que o normal, aposte na banana para elevar os níveis de serotonina. Quando os níveis desse neurotransmissor estão baixos, falha a comunicação entre as células cerebrais. Aí você fica irritada e especialmente ansiosa. A fruta combina doses importantes de triptofano e vitamina B6. Juntas, as duas substâncias se tornam poderosíssimas na produção da serotonina.
- Quanto consumir: 2 unidades por dia
------------------------------------------------------------------
Mel - pura alegria
Triste sem motivo? De novo a causa pode ser a serotonina de menos. Nesse caso, o mel funciona como um calmante natural, pois aumenta a eficiência da serotonina  no cérebro. Mas não é só aí que ele atua. Quando alcança o intestino, ajuda a regenerar a microflora intestinal. Resultado: o ambiente se torna mais propício para a produção de serotonina. Surpresa? Pois é, cerca de 90% do neurotransmissor do bom humor é produzido no intestino.
- Quanto consumir: 1 colher (sopa) ao dia.
---------------------------------------------------------------
Abacate - amigo do sono
Dormir é tão importante para viver bem quanto comer direito e fazer exercícios. Tem noite que o sono não vem? Põe fé no abacate. Tudo bem, ele tem gordura, mas é boa. E oferece vitaminas que ajudam você a se entender melhor com o travesseiro. A vitamina B3 equilibra os hormônios que regulam as substâncias químicas cerebrais responsáveis pelo sono. Já o ácido fólico funciona como se fosse uma enzima, alimentando os neurotransmissores que fazem você dormir bem.
- Quanto consumir: ½ abacate pequeno, 3x / semana.
-----------------------------------------------------------------------
Salmão - levanta o astral
Mau humor constante pode ser sinal de falta de ômega 3 no prato. O representante oficial dessa gordura amiga é o salmão. Mas existem outros peixes (atum, arenque e sardinha) que jogam seu astral lá para cima. O ômega 3 melhora o ânimo porque aumenta os níveis de serotonina, dopamina e noradrenalina - substâncias responsáveis pela sensação de bem-estar. Estudos também comprovam que este ácido graxo tira os radicais livres de cena e assim protege o sistema nervoso central.
- Quanto consumir: 1 porção, 3x / semana.
------------------------------------------------------------------------------
Lentilha - afasta o medo
Angústia e medo podem estar relacionados ao desequilíbrio de cálcio e magnésio. Essa dupla atua no balanceamento das sensações. Além de incluir alimentos com cálcio (queijo e iogurte) e magnésio (acelga) na dieta,  consuma mais lentilha. Ela tem efeito ansiolítico, ou seja, tranqüiliza  e conforta. Isso porque é precursora da gaba, neurotransmissor que também interfere nos sentimentos.
- Quanto consumir: 3 conchas pequenas por semana.
---------------------------------------------------------------------------------
Nozes - mantém você concentrada
São muitos os nutrientes das nozes. Mas é a vitamina B1 a responsável por essa fruta oleaginosa melhorar a concentração, pois a B1 imita a acetilcolina, neurotransmissor envolvido em funções cerebrais relacionadas à memória.
- Quanto consumir: 2 nozes, 4x na  semana.
-----------------------------------------------------------------------------------
Chá verde - espanta o estresse
Essa erva, a Camellia sinensis, tem fitoquímicos (polifenóis e catequinas) capazes de  neutralizar as substâncias oxidantes presentes no organismo que, em excesso, deixam você cansada e estressada e acabam desorganizando o funcionamento do organismo. O estresse é capaz de desencadear a síndrome metabólica, culpada por doenças como a obesidade e a depressão. Beber chá verde, conforme alguns estudos, melhora a digestão e deixa a mente lenta.
- Quanto consumir: 4 a 6 xícaras (chá) por dia.
--------------------------------------------------------------------------------------
Brócolis - deixa a mente esperta   
É comum você demorar alguns segundos para lembrar o número do seu telefone?
Este alimento é rico em ácido fólico, acelera o processamento de informação nas células do cérebro, conseqüentemente, melhorando a memória. Porções extras desta verdura vão fazer você lembrar de tudo rapidinho.
- Quanto consumir: 1 pires por dia.
-----------------------------------------------------------------------------
Óleo de linhaça - dribla o apetite voraz
O óleo extraído da semente de linhaça e prensado a frio é uma fonte vegetal  riquíssima em gordura ômega 3, 6 e 9. Melhor: é um dos poucos alimentos com ômega numa proporção próxima do ideal, o que é imprescindível para que exerça suas funções benéficas. Uma delas é regular os hormônios que ajudam a manter o sistema nervoso saudável. Com isso, a ansiedade perde espaço e a cumpulsão à comida fica bem menor.
- Quanto consumir:  1 colher (sobremesa), antes das refeições principais.


sexta-feira, 22 de julho de 2011

Sejamos felizes, apesar da crise...

A crise concede-nos oportunidade para mudarmos os nossos hábitos, a forma de estar na vida e, sobretudo, voltarmos a dar valor àquilo que realmente o tem.

Eis algumas medidas que podemos adoptar, para tornar esta crise um pouco mais suave:

1. Seja solidário. Dê. Tem provavelmente, roupa que já não usa, brinquedos que estão a um canto. Ofereça. Há quem precise. Contribua no Banco Alimentar contra a Fome (um fim-de-semana em Dezembro e um em Maio). Compre enlatados, leite de longa duração, arroz, massas, azeite, etc. Há quem esteja a passar por situações horríveis e não tem que comer..Essa ajuda chegará a quem tem fome.

2. Seja voluntário. Ajude. Há quem viva completamente só e que tem como única companhia, a televisão. Provavelmente até essa deixará de existir, quando não houver dinheiro para pagar a electricidade. Para esses, 5 minutos da sua companhia, com uma palavra simpática, uma preocupação e um sorriso, vão tornar os dias mais quentes e mais fáceis de ultrapassar.

3. Poupe. Os nossos filhos (e nós), temos que nos habituar a poupar.

4.Tome duches rápidos. 7 Minutos chegam. Quando o seu filho for tomar banho, marque no temporizador da cozinha, 7 minutos. Ao fim desse período, corte-lhe o gás. Apanha um arrepio forte, toma o resto do duche frio, mas a partir do 2º dia, os banhos serão mais curtos. Seguramente. Poupa no gás, na água e na electricidade. Melhora o ambiente.

5. Faça parte do 'pessoal da marmita'. Eu já aderi, há muito. Leve almoço para o emprego. Come com mais qualidade e poupa muito. E não é vergonha nenhuma. Vergonha é roubar; e para isso, já temos em Portugal muitos ladrões.

6. Resista à tentação das montras. Se tem dois pares de sapatos pretos do ano passado, para quê comprar um terceiro?

7. Faça sempre uma lista antes de ir às compras. Quer vá ao supermercado, a uma boutique ou a uma sapataria. Compre apenas o que lhe faz falta.

8. Habitue os seus filhos a vestirem marcas brancas. Há roupa de qualidade feita em Portugal. Utilizar roupa caríssima só porque é de marca, é uma idiotice, não só porque os miúdos crescem depressa, como estamos a habituá-los de uma forma completamente errada e com os valores distorcidos. Não é importante vestir roupa de marca, o importante é estar vestido e não passar frio.

9. Não utilize guardanapos de papel. Praticamente todos nós temos em casa, guardanapos de linho ou de algodão (do tempo dos nossos avós). O contacto com os lábios é muito mais suave, podem ser lavados e reutilizados. Além disso, o papel é caro e destrói o ambiente.

10. Se gosta de doce ou marmelada no pão, faça as compotas em casa. São mais baratas, utiliza fruta da época, não tem conservantes e é uma maneira de reutilizar aqueles frascos de vidro, que guardamos lá em casa. Além disso diverte-se, trabalhando. E pode aproveitar para comprar fruta portuguesa. Alguém consegue explicar-me porque os nossos supermercados vendem limões provenientes da América latina, quando temos os limoeiros em Portugal cheios de limões?

11. Leve para o seu emprego uma chávena de café e uma de chá (em loiça ou vidro). Não só ajuda a sua empresa a poupar, como ajuda o ambiente.

12. Ande a pé, sempre que possível. Faz bem à saúde e poupa combustível, poupando também nos impostos.

13. Em vez de carro, utilize os transportes públicos, se possível.

14. Deixe de ser fútil. Para que é que interessam as fotografias da recém-nascida Carlota Maria??? Deixe de comprar aquelas revistas completamente imbecis cheias de fotos de parasitas que nada fazem (mas que se julgam muito importantes).

15. Leia, leia muito. Enquanto lê, relaxa, melhora o seu nível cultural, aprende. E melhor que tudo, deixa de ter tempo para ver televisão.

16. Ponha as máquinas da roupa e da loiça (que gastam muito), a trabalhar depois das 22h. Utilizando a tarifa bi-horária, a electricidade é 50% mais barata durante esse período.

17. Em vez de tomar anti-depressivos, tenha gatos e/ou cães em casa. São os nossos melhores amigos. Estragam-nos algumas coisas, mas são divertidos e esperam todos os dias por nós, com um sorriso e a cauda a abanar.

18. Trabalhe melhor, tenha ideias novas, divirta-se com os seus amigos. Apanhe sol na cara, ande, passeie nos jardins. E sobretudo, tenha calma!

19. Não perca a esperança. Lembre-se dos mineiros chilenos. Conseguiram sair do buraco e tiveram que se dar bem lá dentro. Nós temos muitos dias de sol que nos aquece. Por enquanto sobre ele, ainda não pagamos imposto.

20. Apesar de me sentir profundamente triste, preocupada e acima de tudo revoltada com os últimos acontecimentos (os nossos governantes deveriam ir presos para o resto das suas vidas), não deixo de pensar que temos aqui uma excelente oportunidade para mudarmos os nossos hábitos, a nossa forma de estar na vida e sobretudo voltarmos a dar valor aquilo que tem realmente valor, como o amor, a solidariedade, amizade e a educação.

Sejamos felizes!

Recebido por e-mail. Imagem do Google

terça-feira, 19 de julho de 2011

PRÓSTATA sem cirurgia

A nova descoberta, o caminho da esperança, quanto à hiperplasia benigna da próstata

Trata-se de uma técnica de radiologia de intervenção, chamada "embolização" e que se aplica em determinadas artérias, conforma a doença. É o método que Martins Pisco utiliza já para curar fibromiomas uterinos em mulheres, embolizando-lhes as artérias que alimentam os miomas, e que agora encontrou forma de estender aos homens, para intervir na próstata.

"Embolizar" significa provocar a oclusão de um vaso sanguíneo, normalmente uma artéria, para diminuir o fluxo de sangue a um determinado local.

No caso da próstata, o seu aumento de volume depende de irrigação sanguínea. O que Martins Pisco faz é "entupir" as artérias que fornecem esse sangue, levando a que ela "mirre", atrofia que surge uma vez interrompida a circulação sanguínea que a irriga.

O processo é rápido (e acredita-se nesta fase da investigação que é também duradouro) e a próstata é preservada, obtendo-se uma diminuição de volume que chegou já, nos casos tratados e no curto prazo desta terapia, a uma redução de 65% do tamanho original.

Conseguido isto, os sintomas melhoram ou desaparecem mesmo, a medicação é abandonada e a potência sexual mantida.

Esta técnica inovadora chama-se "embolização das artérias prostáticas" (EAP) e é uma nova resposta à Hiperplasia Benigna da Próstata. É minimamente invasiva, não comporta os riscos inerentes a qualquer outra forma de cirurgia e não requer anestesia geral.

Embolização das artérias prostáticas

Tudo começa com uma consulta prévia, exames e algum tempo de preparação, que inclui o abandono dos medicamentos tradicionais, durante alguns dias e até à intervenção.

Chegado "o dia", o paciente apresenta-se no hospital com 4 horas de jejum, é preparado para o tratamento e conduzido à sala de intervenção, onde, sob anestesia local, pode acompanhar todo o processo através dos monitores que orientam os terapeutas.

É introduzido um cateter com 1,5 mm de diâmetro (comparável à agulha de anestesia de um dentista) numa artéria na zona direita da virilha, por onde é injectado um produto, que consiste em microesferas de plástico à base de polivinil álcool, que vai proceder à oclusão dos vasos sanguíneos que alimentam o lado esquerdo da próstata, passando-se então para a artéria que alimenta o lado direito. Em ambos os casos é preservada a permeabilidade das artérias pudendas internas, o que permite aos pacientes manter a potência sexual.

O evoluir do processo é acompanhado em monitores de uma aparelhagem sofisticada que orienta a equipa, podendo verificar-se, em tempo real, o entupimento dos vasos sanguíneos cuja oclusão se pretende.
Todo o processo demora uma a duas horas, durante as quais o paciente mantém a consciência e pode visualizar o tratamento.

Retirado cateter, está concluída a intervenção, sem dor nem perda de sangue.

Depois da embolização

Duas horas após a embolização, o paciente já pode ir à casa de banho pelo seu próprio pé e já urina sem dificuldade.

Três horas depois pode tomar uma refeição ligeira. Volvidas quatro a oito horas tem alta e regressa a casa, mesmo que more a centenas de quilómetros de Lisboa.

O período aconselhado de convalescença é de dois a três dias, mas a maior parte dos pacientes retoma as suas actividades no dia seguinte. Não deve, em qualquer dos casos, ficar acamado, devendo ter um dia normal da actividade física a que esteja habituado.

Na manhã após o tratamento, recebe um telefonema do médico, que volta a contactá-lo uma semana depois e o acompanhará durante três anos.

Todos os pacientes recebem o número de telemóvel do médico, que estará disponível 24 horas por dia.

Resultados

Sem vasos sanguíneos, a diminuição do tamanho da próstata e dos nódulos adenomatosos faz-se gradualmente, verificando-se uma redução progressiva nos primeiros 3 meses após a embolização.

Os pacientes tratados afirmam uma melhoria da qualidade de vida e de estado de espírito, mais optimismo, melhor disposição para as actividades pessoais e profissionais, mais energia e mais espírito criativo. Testemunham ter passado a dormir com maior tranquilidade e alguns referem uma melhoria clara de potência sexual.

A quem se destina

Esta investigação está a ser prioritariamente direccionada por Martins Pisco para doentes com obstrução uretral aguda, hematúria refractária e doentes algaliados durante muito tempo (como era o caso de nove dos 25 já intervencionados), particularmente aqueles com indicação cirúrgica absoluta (retenção urinária, insuficiência renal secundária a obstrução prostática, hematúria, divertículo, litíase vesical) ou a doentes a quem uma patologia associada grave torne a cirurgia prostática num risco considerável.

Apesar da embolização ser minimamente invasiva, só deve, contudo, ser efectuado em pacientes com sintomas graves. Por tal motivo, todos os doentes serão avaliados por um urologista da equipa de Martins Pisco, o Professor Luis Campos Pinheiro.

Após o acordo do urologista, o paciente deverá efectuar um exame Angio-TAC Pélvica para avaliação dos vasos da pélvis e da próstata. A fim de evitar qualquer risco, a embolização só será realizada se aqueles vasos não estiverem muito envolvidos pela ateroesclerose.

A avaliação dos resultados da embolização é efectuada periodicamente pelo mesmo urologista. Por se tratar de uma investigação nova e não ainda de um tratamento standard, os resultados tem de ser avaliados periodicamente.

Constitui também uma solução para quem, por motivos religiosos (como é o caso das testemunhas de Jeová), não queira ser submetido a cirurgia ou a transfusões sanguíneas, que aqui não são necessárias mas são normalmente inevitáveis nas cirurgias clássicas.

Finalmente, é uma abordagem inovadora – e agora possível – ao problema dos doentes com diagnóstico de Hiperplasia Benigna da Próstata.

A quem não se destina

Doentes já com diagnóstico de neoplasia próstática (cancro da próstata).
Doentes com aterosesclerose avançada ou grande tortuosidade dos vasos pélvicos, uma vez que não permite a cateterização eficaz das artérias.

Transcrição da segunda parte de um extenso e-mail do amigo Geraldo Estevens
Imagem do Google

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Porque beber vinho?



No âmbito da Pós-graduação em "Wine Business" que a Tânia, portuguesa, aveirense, Engª Enóloga, está a fazer, um professor exigiu um trabalho em vídeo sobre a divulgação do vinho, a ser colocado no YouTube. O trabalho será classificado pelo número de visualizações.

FAÇA BOM USO DA MÚSICA

Adaptação para este blog, com pequenas alterações: “A musica faz bem para o coração” publicado no Sempre Jovens e na revista Fanzini de junho.
Que a música faz bem ao corpo e a mente, todo mundo sabe.
Ouvir uma melodia pode ser um remédio tão eficaz quanto as fórmulas vendidas nas farmácias.
“Quando escutamos música, nosso ouvido transforma os sons em estímulos elétricos que chegam ao nosso cérebro provocando o aumento da produção de endorfina”.
A sensação de prazer enquanto escutamos uma musica é tão grande, que ela se tornou instrumento de terapias médicas auxiliando na recuperação de pacientes com diversos males e tem dado grandes resultados.
O som de instrumentos como o violino e a harpa diminuem os sintomas das pessoas com tendencias ao histerismo, devido a harmonia dos acordes, aliviam dores de cabeça, enxaquecas.
O equilíbrio circulatório harmoniza com a sonoridade tranqüila de melodias constantes.
Músicas instrumentais leves, como melodias da natureza são ideais para pegar no sono. O sono em silêncio é melhor jeito de recuperar as energias e recarregar a bateria.
Se a intenção for de extravasar a energia que está sobrando, musicas agitadas podem auxiliar.
Nada melhor que dançar para aliviar tensões.
Caso seja um esportista, na hora de executar a modalidade que pratica procure ter sempre que possível musica em seu ouvido.
Além de combater o estresse ajudam a otimizar o tempo e pode melhorar a sua concentração durante os exercícios físicos!
Porém não é apenas em pessoas com um certo tipo de doença que a musica apresenta benefícios. Hoje em dia grandes empresas e equipes de recursos humanos, por exemplo, já contratam musicoterapeutas para atuar em programas de integração e qualidade de vida, além de administrar palestras a seus funcionários para ensinar como administrar o estresse.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Água fria amiga de ataque cardíaco

É real, não ignorar!

Este é um texto não só sobre a água quente após a sua refeição, mas acerca de ataques cardíacos.

Os chineses e os japoneses bebem chá quente com as refeições, não água fria, talvez seja hora de mudar seus hábitos de consumo.

Se é daqueles que gostam de beber água fria, este artigo é aplicável a você. É bom ter um copo de bebida quente após a refeição.

A água fria solidifica o alimento gorduroso que você acabou de comer. Isso retarda a digestão. Uma vez que essa 'mistura' reage com o ácido digestivo, ela reparte-se e é dirigida ao intestino mais depressa do que o alimento sólido. Será o intestino a fazer o trabalho não realizado pelo estômago. Muito em breve, isso vai transformar-se em gordura e provocar câncer. Para evitar isso, é melhor tomar uma sopa quente ou água quente após cada refeição.

Sintomas comuns de ataque cardíaco grave

Convém saber que nem todos os sintomas de ataques cardíacos vão ser dor no braço esquerdo e no peito. Esteja atento a dor intensa no queixo. Nem sempre vem primeiro uma dor no peito no decurso de um ataque cardíaco.

Náuseas e sudorese intensa são sintomas muito comuns. 60% das pessoas têm ataques cardíacos enquanto dormem e não conseguem despertar. Uma dor no maxilar pode despertar-te de um sono profundo. Vamos ser cuidadosos e estar atentos. Quanto mais se sabe, maior é a chance de sobreviver.

Um cardiologista diz que se todos os que lerem este texto o enviarem a seus amigos, poderão ter a certeza de que vão salvar pelo menos uma vida. Seja um verdadeiro amigo e envie este artigo para todos aqueles de que você gosta.

Recebido por e-mail

Todos pelo AMBIENTE

Al Gore quer encontrar novas soluções para alterações climáticas
Jornal de Notícias. 13 de Julho de 2011

Al Gore vai dar mais um passo na campanha de alerta sobre as alterações climáticas. O antigo vice-presidente dos EUA, que se tornou conhecido pelo activismo na área do ambiente, vai promover, em Setembro, um evento de 24 horas com a presença de cientistas, celebridades e empresários para debater soluções para a "crise do clima".

Ainda sem uma agenda definida, o evento denominado "24 Horas de Realidade", organizado por Al Gore, vai durar um dia completo, mas apenas uma hora em cada fuso horário.

A acção de sensibilização vai começar às 20 horas do dia 14 de Setembro em cada uma das cidades escolhidas em cada fuso horário, como, por exemplo, Londres, Nova Iorque ou Pequim.

O mote para a acção de sensibilização para as alterações climáticas é o facto das mudanças do clima não serem um problema individual, mas sim "o nosso problema". Com base nesta premissa, o projecto fundado por Al Gore quer juntar as pessoas para conseguir encontrar "soluções reais, sistémicas e inovadoras" para aquilo que classifica de "crise do clima".

Com este evento de um dia, Al Gore quer mostrar que é possível mudar o mundo em apenas um dia, tal como as alterações climáticas podem fazer mudar a realidade em pouco tempo.

PROPOSTA: Proponho que nos blogs e na troca de e-mails se difunda toda a literatura existente sobre ecologia e ambiente, por forma a ficarmos muito atentos ao problema e seguirmos com atenção as actividades organizadas por Al Gore em 14 de Setembro. O problema das alterações climáticas é de cada um e de todos colectivamente.

Imagem do Google

segunda-feira, 4 de julho de 2011

INFARTO FEMININO

ATENÇÃO MULHERES! 

"...Ela comentou que não se sentia bem...
Lhe doíam as costas....
Foi deitar-se um pouco até que passasse..
Mais tarde, quando fui ver como ela estava, a encontrei sem respiração...
Não a puderam reviver..."
Comentou o marido ao médico já no Hospital.
Eu sabia que os ataques cardíacos nas mulheres são diferentes, mas nunca imaginei nada como isto. Esta é a melhor descrição que li sobre esta terrível experiência...
Sabias que os ataques cardíacos nas mulheres raramente apresentam os mesmos sintomas 'dramáticos' que anunciam o infarto nos homens?
 Me refiro à dor intensa no peito, o suor frio e o desfalecimento(desmaio, perda de consciência) súbito que eles sofrem e que vemos representados em muitos filmes.
Para que saibam como é a versão feminina do infarto, uma mulher que experimentou um ataque cardíaco nos vai contar sua história:
'Eu tive um inesperado ataque do coração por volta de 22h30min, sem haver feito nenhum esforço físico exagerado nem haver sofrido algum trauma emocional que pudesse desencadeá-lo. Estava sentada, muito agasalhadinha, com meu gato nos joelhos vendo novela.
Um pouco mais tarde, senti uma horrível sensação de indigestão, como quando – estando com pressa – comemos um sanduíche, engolindo-o com um pouco de água.
Esta foi minha sensação inicial...
O 'único problema' era que eu NÃO HAVIA comido NADA desde às 17h00min...
Depois, desapareceu esta sensação e senti como se alguém me apertara a coluna vertebral (pensando bem, agora acredito que eram os espasmos em minha aorta).
Logo, a pressão começou a avançar para o meu esterno (osso de onde nascem as costelas no peito). O processo continuou até que a pressão subiu à garganta e a sensação correu, então, até alcançar ambos os lados de meu queixo.
Tirei os pés do puff e tratei de ir até o telefone, mas caí no chão...

Me levantei me apoiando em uma cadeira e caminhei devagar até o telefone para chamar a emergência. Lhes disse que acreditava que estava tendo um ataque cardíaco e descrevi meus sintomas. Tratando de manter a calma, informei o que se passava comigo. Eles me disseram que viriam imediatamente e me aconselharam deitar-me perto da porta, depois de destrancá-la para que pudessem entrar e me
localizar rapidamente.

Segui suas instruções, me deitei no chão e, quase imediatamente, perdi os sentidos.
Acordei com o cardiologista me informando que havia introduzido um pequeno balão em minha artéria femural para instalar dois 'stents' que mantivessem aberta minha artéria coronária do lado direito.
Graças a minhas explicações precisas, os médicos já estavam esperando prontos para atender-me adequadamente quando cheguei ao hospital.
Dicas importantes:
1. Dizem que muito mais mulheres que homens morrem em seu primeiro (e último) ataque cardíaco porque não identificam os sintomas e/ou os confundem com os de uma indigestão. CHAMEM a AMBULÂNCIA, se sentem que seu corpo experimenta algo estranho. Cada um conhece o estado natural (normal) de seu corpo. Mais vale uma 'falsa emergência' do que não atrever-se a chamar e perder a vida...
2. Notem que disse 'chamem os Paramédicos/Ambulância'. AMIGO(A)S, o tempo é importante, e as informações precisas também.
3. Não acreditem que não possam sofrer um ataque cardíaco porque seu colesterol é normal ou 'nunca tiveram problemas cardíacos'...
Os ataques cardíacos são o resultado de um stress prolongado que faz que nosso sistema segregue toda classe de hormônios daninhos que inflamam as artérias e tecido cardíaco.Por outro lado, as mulheres que estão entrando na menopausa ou já a ultrapassaram, perdem a proteção que lhes brindava os estrogênios, pelo que correm igual risco de sofrer mais problemas cardíacos do que os homens.
Um cardiologista disse que se todos os que recebemos este e-mail o enviarmos a 10 mulheres, poderemos estar certos de que ao menos UMA vida se salvará. Por isto, seja bom amigo e envia este artigo a todas as mulheres que te são tão queridas ...