Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

MEDICINA ALTERNATIVA

Estando este blogue ao serviço dos estimados visitantes, não podia deixar de os informar de um dado agora recebido por e-mail.
Colocamos aqui o link que permite a visita ao livro de 392 páginas, da autoria de Carlos Nascimento Spethmann

MEDICINA ALTERNATIVA

https://mail.google.com/mail/u/0/#inbox/149f59b8ad628fcd?projector=1

domingo, 16 de novembro de 2014

LIMPAR A BOCA E ESCOVAR OS DENTES


ALGUMAS DICAS…

  FAÇA BOCHECHO
Quando terminar sua refeição não vá imediatamente escovar os dentes. Se você faz isso Parabéns, tem uma boa higiene, porém, ela é falha. Para aprimorar faça primeiramente um bochecho, pode ser com água, isso vai naturalmente retirar parte dos restos de alimentos, como vai também diminuir a acidez em sua boca. Como resultado terá uma escovação facilitada.

PELO MENOS 2 MINUTOS
A escovação deve ter um tempo mínimo, não tente competir com o Flash. Estabeleça 2 minutos como mínimo, observando uma divisão de 4 regiões em sua boca, direita, esquerda, cima e baixo. Tente pelo menos escovar 30 segundos cada região.

 SEM MUITA PRESSÃO
Não coloque muita pressão em sua escova. Várias pessoas pela ânsia em deixar a boca limpa, acaba por cometer este erro. Geralmente você machuca sua gengiva ao aplicar excesso de força, nestes machucados alojam bactérias que acabam por estimular o mau hálito. Muitas pessoas não descobrem o motivo de ter mau hálito, talvez o seu erro seja na tentativa de eliminá-lo, acabar por colocar força demais machucando sua gengiva. Sem mencionar o desgaste do esmalte do seu dente que será prejudicado, você terá um dente mais sensível.

ESCOVE A LÍNGUA
Não esqueça de escovar a língua. É nela que grande parte das bactérias ficam alojadas. Como já sabemos isso causa mau hálito. Experiência pessoal: Certa vez conversando com uma pessoa ela me relatou aflita, não sei por que eu tenho mau hálito, eu escovo muito bem os meus dentes, só não escovo a língua por que geralmente não tenho tempo. Eu fiquei envergonhado de revelar a solução de sua aflição…que bobeira, hoje eu não teria vergonha, saberia que para repassar um auxílio em alguns casos corremos o risco de deixar o ambiente desagradável.

ENXAGUE BEM
Já terminou o serviço com a escovação? então é hora de fazer um bom bochecho e jogar tudo pra fora. Pense quando limpamos aquele vidro delicado, ele fica limpo mas ainda está embaçado, correto? pois é…o bochecho é responsável por deixar tinindo. A parte mais difícil já foi então vamos deixar brilhando!

LIMPE E SUBSTITUA SUA ESCOVA
Após finalizar a escovação, lembre-se das bactérias que já estão cansativas, elas ficaram na escova. Por isso a escova também deve receber atenção e ser limpa. Substitua ela com frequência, pelo menos 4 vezes ao ano. É um tempo razoável utilizá-la por três meses e substituir-la. É um Investimento que vale o gasto!

Imagem do Google

sábado, 15 de novembro de 2014

O que precisas de saber sobre a Legionella

Bactéria legionella, doença dos legionários


O que é a Legionella?

Legionella é uma bactéria amplamente distribuída e encontra-se em ambientes aquáticos naturais (como lagos e rios), mas também em sistemas artificiais de abastecimento de água.
O agente da infecção encontra-se preferencialmente na água quente sanitária, nos sistemas de ar condicionado (como nas torres de arrefecimento, nos condensadores de evaporação e nos humidificadores) ou em fontes decorativas.

Como se transmite?

A infecção transmite-se por via aérea (respiratória), através da inalação de gotículas de água (aerossóis) contaminadas com bactérias.
A Legionella não se transmite de pessoa a pessoa, nem pela ingestão de água contaminada. As gotículas contaminadas podem ser libertadas através do duche, por exemplo, e do ar vindo dos aparelhos de ar condicionado.

Posso tomar banho?

A Direcção Geral de Saúde (DGS) aconselhou a que, nas zonas afectadas, a população optasse por um banho sem duche e evitasse a “grande pressão” das torneiras.
duche legionella chuveiro banho


O Director-geral de Saúde sugeriu às população das regiões afectadas pelo surto para desinfectar os chuveiros: “a cabeça do duche pode ser submersa numa solução de água com lixívia”.

Quais são os sintomas?

Os sintomas passam por febre, arrepios, tosse sem expectoração, dores na cabeça e no corpo.

O que fazer?

A DGS aconselha as pessoas a ligarem para a linha Saúde 24, através do número 808 24 24 24, antes de se dirigirem a qualquer serviço de urgência.
saude24 ligar número


A DGS reforça que não há qualquer problema com a ingestão de água nas áreas afectadas. Também não existe qualquer risco de contágio pessoa a pessoa. A infecção, apesar de ser grave, tem tratamento com antibióticos habitualmente usados em Portugal.


A DGS avisa: podes beber água da torneira, mas deves evitar duches, preferindo os banhos de imersão. Deves também mergulhar os chuveiros em água com lixívia e evitar cozinhar com água da torneira. Podes correr o risco de inalar gotículas da fervura da água.
Graça Freitas, subdirectora-geral da Saúde, explicou que “Outubro e Novembro” são meses de Legionella. O que é uma novidade é a dimensão do actual surto.
Desconfia-se que o surto de infecção recente em Vila Franca de Xira possa ter tido origem nas torres de refrigeração de uma indústria.
Legionella_pneumophila


Os aerossóis, as tais minúsculas gotículas de água suspensas no ar, são libertados por aquelas torres e podem ser inaladas pelas pessoas. Se, por acaso, contiverem a bactéria, há o perigo de uma infecção. Graça Freitas afirma que o risco mais elevado será para as pessoas que estão a uma distância de “um a dois quilómetros” destas torres.
É preciso uma certa quantidade de bactérias para causar uma infecção, mas Graça Freitas explica que o estado de saúde de cada um também é importante. Os fumadores ou as pessoas com o sistema imunitário debilitado estão mais vulneráveis face à Legionella. No entanto, as crianças e os jovens até aos 20 anos raramente desenvolvem a doença, que afecta mais os homens do que as mulheres.


fonte:  http://noctulachannel.com/

domingo, 2 de novembro de 2014

QUATRO ALIMENTOS A EVITAR


PARA TER UMA VIDA LONGA, DEVEM EVITAR-SE 4 ALIMENTOS

O primeiro são os refrigerantes. Segundo um estudo do American Journal of Public Health o consumo diário de cerca de 600 ml de refrigerantes aumenta em 4,6 anos o seu envelhecimento. Embora não tenha sido feita nenhuma análise aos refrigerantes sem adição de açúcar, a Time refere que este não deve ser, igualmente, saudável pois o consumo diário deste tipo de bebida está associado a um aumento de 67% de risco de contrair diabetes do tipo 2.

O mesmo estudo verificou que quem consumia, no mínimo, carne processada como salsichas e pepperoni, duas vezes por semana, tinha menos telómeros que aqueles que não consumiam este tipo de carnes.

Também o consumo exagerado de carnes vermelhas sempre esteve associada a um maior risco de doenças cardíacas e cancros, o que está relacionado, segundo este estudo, com o facto destes alimentos interferirem com os telómeros.

O álcool, à semelhança da carne vermelha, está relacionado com a existência de doenças crónicas. Um estudo da Associação para o estudo do Cancro, nos Estados Unidos, verificou que aqueles que consumiam álcool em exagero (4 ou mais bebidas por dia) possuem muito menos telómeros do que os que tinham um consumo moderado deste género de bebidas.

Para saber mais faça clic AQUI.

AVC – ACIDENTE VASCULAR CERECBRAL