sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

SETE ALIMENTOS QUE PREVINEM CANCRO

Sete alimentos que previnem aparecimento de cancro da mama
190215. Por Liliana Lopes Monteiro

 Não só são alimentos deliciosos, como vários estudos atestam que contribuem para prevenir o aparecimento de tumores mamários.

© iStock

Para a manutenção de uma ótima saúde do organismo, seguir uma dieta equilibrada com muitas frutas, verduras, legumes e grãos, é essencial.

O consumo de uma boa alimentação combate o aparecimento de vários tipos de doenças, coronárias, diabetes e inclusive de tumores, como é o caso do cancro da mama.

Segundo a nutricionista Débora La Regina, do Centro Paulista de Oncologia (CPO), no Brasil, em declarações à publicação Minha Vida, mudanças na alimentação acontecem logo após a primeira consulta. "Tal acontece não porque as condições de saúde exigem tratamento especial, mas porque, na maioria das vezes, faltam nutrientes essenciais que ajudariam na prevenção desse tipo de cancro”, afirma.

Eis sete alimentos que deve incorporar já na sua dieta: 

Frutas Vermelhas

"Frutas vermelhas, como framboesas e amoras, contêm fitonutrientes anticancerígenos chamados antocianinas que retardam o crescimento de células pré-malígnas e evitam a formação de novos vasos sanguíneos, que podem alimentar um tumor", explica a nutricionista Daniela Cyrulin, da Nutri & Consult, à mesma publicação.

Cenoura

Uma pesquisa realizada pela Harvard School of Public Health, nos Estados Unidos, revelou que a cenoura é um alimento eficaz na prevenção contra o cancro da mama. A pesquisa concluiu que consumir duas porções do vegetal todos os dias reduz o risco de desenvolver a doença em até 17%.

Uvas

De acordo com Débora La Regina, estudos já revelaram que os flavonóides, presentes nas uvas, podem retardar o crescimento de células malignas no organismo. A especialista alerta, entretanto, para que os fãs de vinho tinto não abusem da bebida...

Romã

Um estudo publicado na revista Cancer Prevention Research, sugere que as romãs podem ajudar na prevenção contra o cancro da mama. Os investigadores analisaram a interação dos compostos do fruto com a enzima aromatase, responsável pela produção de estrogénio e fundamental para o surgimento de células cancerígenas, concluindo que o fruto inibe a sua ação.

Brócolos

"Por meio do estímulo das enzimas do corpo, o sulforano, presente nos brócolos, elimina substâncias que podem originar células cancerígenas no corpo", aponta Daniela.

Especiarias

Investigadores do Comprehensive Cancer Center, da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, afirmam que especiarias, como pimenta preta e malagueta, podem atuar na diminuição do aparecimento de células cancerígenas sem danificar as células saudáveis da mama. O efeito benéfico dar-se-á devido aos polifenois, antioxidantes que possuem ação antinflamatória.

Soja

Soja e derivados, como leite de soja e tofu, contêm nutrientes na sua composição conhecidos por fitoestrogénio. Uma hormona semelhante ao estrogénio, produzido pelo corpo feminino a partir da adolescência, ocorrendo dessa forma uma competição entre ambos dentro do organismo. "Essa disputa interfere em enzimas importantes para o desenvolvimento de células cancerígenas", garante a nutricionista Débora La Regina.

domingo, 3 de fevereiro de 2019

PERIGO DA DESIDRATAÇÃO

Principal causa da confusão mental no idoso
Arnaldo Lichtenstein, médico

Sempre que dou aula de clínica médica a estudantes do quarto ano de Medicina, lanço a pergunta:

- Quais as causas que fazem o avô ou avó terem confusão mental?

Alguns arriscam: "Tumor na cabeça".
Eu digo: "Não".

Outros apostam: "Doença de Alzheimer"

Respondo, novamente: "Não".

A cada negativa a turma espanta - se... E fica ainda mais boquiaberta quando enumero os três responsáveis mais comuns:

- diabetes descontrolado;
- infecção urinária;
- a família passou um dia inteiro nas compras, enquanto os idosos ficaram em casa.

Parece brincadeira, mas não é. Constantemente o avô e a avó, sem sentir sede, deixam de beber líquidos.

Quando não há gente em casa para lembrá-los, desidratam-se com rapidez.
A desidratação tende a ser grave e afeta todo o organismo. Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos (taquicardia), (angina de peito), coma e até morte.

Insisto: não é brincadeira.

Na melhor idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água no corpo. Isso faz parte do processo natural de envelhecimento.
Portanto, os idosos têm menor reserva hídrica.
Mas há outro factor: mesmo desidratados, eles não sentem vontade de beber água, pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem.

Conclusão:

Os idosos desidratam-se, facilmente, não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água no seu corpo. Mesmo que o idoso seja saudável, fica prejudicado o desempenho das reações químicas e funções de todo o seu organismo.

Por isso, aqui vão dois alertas:

1 - O primeiro é para os avós: tornem voluntário o hábito de beber líquidos. Por líquido entenda-se água, sumos, chás, leite, sopa, gelatina e frutas ricas em água, como melão, melancia, ananás, laranja e tangerina, também funcionam. O importante é que, a cada duas horas, beber algum líquido. Lembrem-se disso!

2 - Meu segundo alerta é para os familiares: ofereçam, com frequência, líquidos aos idosos. Ao mesmo tempo, fiquem atentos. Ao perceberem que rejeitam os líquidos e, de um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços, aéreos, falta de atenção. É quase certo que sejam sintomas decorrentes de desidratação.
Atitude a ter:
"Dar-lhes líquidos e ir, rapidamente, a um serviço médico".

(*) Arnaldo Lichtenstein (46), médico, é clínico-geral do Hospital das Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

* Gostou?*
* Então divulgue. *
* Seus amigos merecem saber!*