quarta-feira, 25 de março de 2020

TREZE SINTOMAS DO COVID - 19

Covid-19: Treze sintomas relatados por sobreviventes do novo coronavírus https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/1441769/covid-19-treze-sintomas-relatados-por-sobreviventes-do-novo-coronavirus
25/03/20 09:38 ‧ POR LILIANA LOPES MONTEIRO

A Covid-19 trata-se de uma nova doença que afeta os pulmões e que terá aparecido pela primeira vez na cidade de Wuhan, província de Hubei, na China, em dezembro de 2019.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), os principais sintomas do novo coronavírus são febre, tosse seca persistente e falta de ar.

À medida que o surto se alastra, a maioria das nações europeias - incluindo Portugal, que está atualmente em Estado de Emergência - estão a restringir os movimentos dos cidadãos de modo a entender como o coronavírus se propaga e como pode afinal ser eficazmente tratado.

A OMS e a Direcção Geral de Saúde (DGS) recomendam, assim que sinta sintomas suspeitos, pratique o autoisolamento ou quarentena (com duração de 14 dias). E que, no caso nacional, contacte a Saúde 24 para mais instruções - no número 808 24 24 24.

Tendo em conta os sintomas mais comuns e outros menos óbvios que podem ajudar a detetar o contágio da Covid-19, o jornal britânico Daily Mirror falou com indivíduos que sobreviveram após serem infectados com o novo coronavírus. Nomeadamente: Connor Reed (um cidadão britânico de 25 anos que na altura vivia em Wuhan); Jaimuay Sae-ung (a primeira cidadã tailandesa a ser infetada, 73 anos); Carl Goldman (turista com mais de 60 anos a bordo do cruzeiro Diamond Princess); Bridget Wilkins (cidadã britânica, mas que esteve em quarentena na Austrália); e David e Sally Abel (casal britânico que contraiu o vírus também enquanto viajavam a bordo do Diamond Princess).

Estes são, segundo os sobreviventes, os 13 sintomas que sentiram enquanto estavam infectados com a Covid-19:

- Nariz entupido;
- Pressão nos ouvidos;
- Dor de cabeça latejante;
- Ardor nos olhos;
- Dor de garganta (e sensação de aperto);
- Dores no corpo/musculares;
- Dor nos pulmões ou dor ao respirar;
- Fadiga extrema;
- Perda de apetite;
- Febre;
- Aperto no peito e ataques de tosse;
- Sensação semelhante a jet-lag/desorientação;
- Desmaios.

quinta-feira, 5 de março de 2020

SINAIS DE ENFARTE EM MULHERES

Quatro sinais subtis de enfarte que todas as mulheres têm de saber

 08:45 - 03/03/20 Por Liliana Lopes Monteiro

Muitas mulheres creem que jamais irão sofrer um ataque cardíaco – e pensam erroneamente que é uma condição que afeta somente os homens.


 © iStock

 A idade é o principal fator de risco de enfarte. Além disso, o tabagismo, o excesso de colesterol, a diabetes, a hipertensão arterial e o excesso de peso representam os chamados 'fatores de risco vascular', segundo o médico cardiologista André Luz do hospital Lusíadas. Ou seja, tanto homens como mulheres podem sofrer um enfarte.

 Mas afinal o que é um enfarte? 

 Segundo informações divulgadas pelo mesmo hospital, o miocárdio é o músculo cardíaco cuja função consiste em transportar o sangue para todo o organismo. A sua irrigação provém das artérias coronárias, que lhe fazem chegar o oxigénio e nutrientes necessários para o seu normal funcionamento. Porém, quando essa irrigação é interrompida – por exemplo, por obstrução de uma artéria coronária –, ocorre uma situação a que se chama isquemia. Se não for tratado a tempo, pode culminar na morte de parte desse músculo. Caso tal ocorra, diz-se que o doente sofreu um enfarte do miocárdio.

 Adicionalmente, os sintomas de ataque cardíaco nem sempre são óbvios – sobretudo nas mulheres. 
De acordo com a médica norte-americana Roquell Wyche em declarações à estação televisiva NBC Washington: “as mulheres têm regra geral uma menor propensão para sofrerem de problemas nas artérias, e como tal os seus sintomas tendem a ser muito mais subtis”.

 “Pense em todas as suas amigas, família, filhas, irmãs, tias, sobrinhas… pois saiba que quase 50% delas é detentora (mesmo que não saiba) de algum tipo de doença cardiovascular”, explica a clínica. 

Tendo isto em mente, eis segundo Wyche, quatro sinais de alarme de ataque cardíaco subtis que afetam as mulheres: 

1.Fadiga

 Todos nos sentimos fatigados de vez em quando, contudo os especialistas alertam que sentir constantemente fadiga extrema pode ser um indicador de que algo não está bem.

Sendo que este sintoma é 70% mais predominante nas mulheres, comparativamente aos homens.

 A médica alerta que a sensação de exaustão sem motivo aparente pode começar meses antes de ocorrer o ataque cardíaco.

2. Suar excessivamente 

 Suar em demasia – sobretudo se não estiver a praticar atividade física – pode ser outro indicador de enfarte.

 Quando o sangue tenta circular pelas artérias entupidas o coração tem que se esforçar mais, podendo assim aumentar os níveis de transpiração.

3. Falta de ar 

 O coração bombeia o sangue para que este circule pelas artérias e tecidos, transportando ar para os pulmões.

Ou seja, quando o coração tem dificuldade em bombear o sangue – como no caso de incidência de um ataque cardíaco – tal poderá causar falta de ar.

Este sintoma manifesta-se em 40% dos casos de enfarte em pacientes do sexo feminino e pode ocorrer até seis meses antes do enfarte em si.

4. Dor no peito 

 A sensação de dor no peito ou de desconforto é um dos sintomas mais comuns e precoces de ataque cardíaco.
Sobreviventes descrevem a sensação como se um elefante estivesse sentado em cima do seu peito. Enquanto outros referem que sentem um aperto no peito.

O episódio pode manifestar-se durante alguns minutos e desaparecer, depois voltar passado umas horas ou até um dia depois.

As dores no peito tendem a afetar 30% das mulheres – sendo por isso que se torna vital ter em atenção os outros sintomas referidos.

 Se estiver a experienciar este sintoma contacte o 112 de imediato.

BANANA PREVINE ATAQUES CARDÍACOS

Se não come banana todos os dias, devia
04/03/20 17:00 ‧ Por Notícias Ao Minuto

Investigadores da Universidade do Alabama descobriram que comer bananas todos os dias pode ajudar a prevenir ataques cardíacos e derrames.

©

De acordo com um estudo, adicionar bananas e outros alimentos ricos em potássio à sua dieta pode beneficiar muito a sua saúde.

Investigadores da Universidade do Alabama descobriram que comer bananas todos os dias pode ajudar a prevenir ataques cardíacos e AVC.

O estudo, que teve como objetivo determinar como o potássio mineral afeta o fluxo sanguíneo e a saúde das artérias, analisou ratos que receberam uma dieta contendo níveis baixos, normais ou altos de potássio.

No geral, os ratos que receberam uma dieta pobre em potássio tinham artérias muito mais duras do que os seus pares. Os ratos que receberam altos níveis de potássio, por outro lado, mostraram significativamente menos endurecimento das artérias e rigidez reduzida na aorta também.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

CORONAVÍRUS. DEFENDA_SE

Recebido por email

Um amigo que estava no mestrado e a trabalhar no Hospital de Shenzhen foi transferido para estudar o vírus da pneumonia Wuhan. Ele acabou de me ligar e me disse para contar aos meus amigos: se você tem nariz escorrendo e escarro quando está resfriado, não pode ser um novo tipo de pneumonia por coronavírus, porque a pneumonia por coronavírus é uma tosse seca sem coriza. Essa é a maneira mais simples de identificar. Diga a seus amigos que, se você souber mais sobre conhecimentos médicos, terá mais consciência da identificação e prevenção.
Desta vez, o vírus Wuhan não é resistente ao calor e será morto a uma temperatura de 26 a 27 graus. Portanto, beba mais água quente. Você pode pedir a seus amigos e parentes que bebam mais água quente para evitá-la. Vá sob o sol. Faz frio recentemente e beber água quente também é muito confortável. Não é uma cura e é bom para o corpo. Beber água morna é eficaz para todos os vírus. Tente não beber gelo, lembre-se!

Conselho do médico sobre o coronavírus:

1. Seu tamanho é bastante grande (a célula tem cerca de 400-500nm de diâmetro); portanto, qualquer máscara normal (não apenas o recurso N95) deve ser capaz de filtrá-la. No entanto, quando alguém infectado espirra na sua frente, são necessários 3 metros até cair no chão e não está mais no ar.

2. Quando o vírus cair na superfície do metal, ele permanecerá por pelo menos 12 horas. Portanto, lembre-se, se você entrar em contato com qualquer superfície metálica, lave bem as mãos com sabão.

3. O vírus pode permanecer ativo no tecido por 6 a 12 horas. O detergente para a roupa normal deve matar o vírus. Para roupas de inverno que não exijam lavagem diária, você pode colocá-las sob o sol para matar o vírus.

Sobre os sintomas da pneumonia causada pelo coronavírus:

1. Ele infectará primeiro a garganta, de modo que a garganta terá a sensação de dor de garganta seca, que durará de 3 a 4 dias.

 2. Em seguida, o vírus se mistura com o líquido nasal e goteja na traquéia e entra nos pulmões, causando pneumonia. Esse processo levará de 5 a 6 dias.

 3. Com pneumonia, vem febre alta e dificuldade em respirar. A congestão nasal não é do tipo normal. Você sentirá como se estivesse se afogando na água. É importante procurar atendimento médico imediato se você se sentir assim.

  Sobre prevenção:

1. A maneira mais comum de se infectar é tocar as coisas em público, então você deve lavar as mãos com frequência. O vírus só pode viver em suas mãos por 5 a 10 minutos, mas muita coisa pode acontecer nessas 5 a 10 minutos (você pode esfregar os olhos ou enfiar o nariz inconscientemente).

 2. Além de lavar as mãos com freqüência, você pode gargarejar com o Betadine Sore Throat Gargle para eliminar ou minimizar os germes enquanto eles ainda estão na garganta (antes de pingar nos pulmões).

  Gente, tome cuidado extra e beba bastante água.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

NÃO COMER PEQUENO-ALMOÇO ARRISCA A ENFARTE

Estudo revela que não comer esta refeição aumenta risco de enfarte https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/1420522/estudo-revela-que-nao-comer-esta-refeicao-aumenta-risco-de-enfarte 25/02/20 10:40 ‧
Por Liliana Lopes Monteiro

Entenda o impacto negativo que não tomar o pequeno-almoço pode ter no desenvolvimento de doenças cardiovasculares.


 © Shutterstock

 Não tomar o pequeno-almoço com frequência pode ser prejudicial para a ótima saúde do seu coração, alerta um novo estudo espanhol, divulgado pela revista Galileu. Para efeitos daquela pesquisa, os investigadores observaram um grupo de voluntários que comiam de manhã ou que somente bebiam um copo de sumo ou café, e notaram que este último grupo registava um maior risco de padecer de aterosclerose, que consiste no endurecimento e estreitamento das veias artérias, o que por sua vez tende a aumentar significativamente o risco de doenças cardíacas – incluindo ataques cardíacos e de acidentes vasculares cerebrais (AVCs).

Os cientistas tiveram em conta a qualidade da dieta dos indivíduos que participaram na experiência, tal como fatores de risco adicionais que incluíram sedentarismo, colesterol elevado e tabagismo.

Ao invés, e conforme explicou ao Live Science José Penalvo, professor na Universidade de Tufts, em Boston, nos Estados Unidos, consumir mais calorias no período da manhã pode contribuir para o equilíbrio dos índices de açúcar no sangue ao longo do dia e a promover a sensação de saciando, evitando assim comer em excesso.

O estudo

A revista Galileu explica que os investigadores repartiram os voluntários em três grupos: os que não comiam nada de manhã, os que comiam pouco e aqueles que comiam muito. A pesquisa revelou que quem não tomava o pequeno-almoço ou que comia muito pouco apresentava 1,5 vezes mais placa acumulada nas artérias, comparativamente aos que comiam bastante.

Adicionalmente, quem não comia de manhã mostrou estar mais predisposto a sofrer de excesso de peso ou de obesidade.

Penalvo sugere a ingestão de um pequeno-almoço composto por alimentos que confiram energia ao organismo, tais como uma omelete de vegetais e torradas de pão integral, ou uma tigela de cereais também integrais (sem açúcares adicionados) com frutas frescas ou nozes, assim como café e um sumo natural.

Leia Também:
Os cinco alimentos mais saudáveis que tem de comer ao pequeno-almoço
https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/1397800/os-cinco-alimentos-mais-saudaveis-que-deve-comer-ao-pequeno-almoco

Hotéis: Por que se chama pequeno-almoço 'continental'?
https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/1407321/hoteis-por-que-se-chama-pequeno-almoco-continental