Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Sauna ajuda a combater problemas cardíacos

Sauna ajuda a combater problemas cardíacos
 
Fazer sauna beneficia a saúde do coração. A conclusão é de um grupo de investigadores japoneses da Universidade de Toyama, que assim adicionam uma nova vantagem ao bem-estar já conhecido pela libertação de serotonina - a molécula da felicidade - durante as sessões, em consequência do calor.

Takashi Ohori, coordenador da investigação, efetuou um estudo em conjunto com a sua equipa envolvendo 41 voluntários com insuficiência cardíaca crónica. Os participantes, cujos corações são incapazes de fornecer sangue suficiente ao organismo causando dificuldades na respiração, foram sujeitos a sessões de sauna de 15 minutos, cinco vezes por semana.

No final de cada sessão, os voluntários eram tapados com um cobertor durante 30 minutos, com o propósito de manter a temperatura corporal cerca de 1ºC acima do normal.

Na sequência deste trabalho, os pesquisadores constataram que a sauna aumentou a capacidade do coração de bombear sangue e aumentou a capacidade dos participantes de realizar exercício físico, permitindo-lhes caminhar uma distância maior num igual período de tempo (de 337 metros passaram para 379 metros durante seis minutos).

Além disso, a equipa detetou melhorias no funcionamento do endotélio, membrana no interior do coração diretamente relacionada com a circulação sanguínea, avançou a revista New Scientist.

Porém, os especialistas recomendam cautela e explicam que este "tratamento" alternativo terá de ser sempre feito sob supervisão médica, visto que os doentes que sofrem deste problema não devem ser excessivamente expostos a altas temperaturas.

Clique AQUI para aceder ao artigo publicado na New Scientist.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Os benefícios de usar ervas aromáticas

Sálvia ou salva

Neste artigo vamos apresentar algumas ervas e especiarias, que podem servir para a confecção das suas refeições favoritas. As especiarias são também muito benéficas para a saúde e podem dar muito sabor e aroma na sua cozinha. Conheça algumas das ervas e especiarias e as suas principais características.
Cozinhar com especiarias e ervas aromáticas é muito saudável e é recomendado o seu uso, em troca de condimentos menos saudáveis, como o sal, por exemplo. As ervas aromáticas podem ser compradas inteiras ou em pó. Para conservar o seu cheiro e sabor, devem ser trituradas momentos antes de serem cozinhadas. Além das suas características aromáticas e do seu óptimo sabor, são também muito utilizadas como tratamento natural para dores e outros problemas de saúde. Conheça neste artigo as características de algumas ervas aromáticas e especiarias.
  •  Coentros:
Muito usados na cozinha portuguesa, são também muito populares na cozinha mexicana e indiana. Os coentros podem ser utilizados de forma natural, secos ou em sementes e têm um sabor muito intenso, principalmente quando estão frescos. Esta erva combina muito bem com pratos de arroz e tomate e com muitos outros pratos. Os coentros são muito benéficos nas dores do estômago e na redução do colesterol do sangue e pensa-se ainda que são importantes na estimulação de enzimas que combatem o cancro.
  • Louro:

O cheiro e principalmente o sabor do louro é único. Usado em quase todo o tipo de pratos, uma folha de louro pode fazer a diferença, dando paladar a pratos de carne, de sopa e muitos outros cozinhados, ficando bem em praticamente qualquer prato. O louro é conhecido também por facilitar a digestão e pode ainda ser usado como repelente natural: coloque uma folha de louro nos recipientes do arroz, farinha, feijão, etc, e nunca mais terá aqueles famosos bichos que estragam os alimentos.
  • Orégãos:

Também conhecidos como manjerona silvestre, os orégãos são uma erva com grandes qualidades aromáticas. Muito usados nas pizzas, ficam muito bem em pratos de vitela, cabrito, aves e muitos outros. Possuem propriedades antioxidantes e são aconselhados no combate de inflamações e ajudam ainda no problema de aerofagia (excesso de ar no estômago).
  • Tomilho:

Esta erva tem um sabor delicioso, principalmente quando é usado fresca. Rico em ferro e cálcio, o tomilho fica muito bem em saladas e sopas mas também em pratos de carne e peixe. Esta especiaria é eficaz a melhorar problemas respiratórios e torácicos, como a tosse e a bronquite, mas também é muito eficaz para ajudar a vesícula preguiçosa e problemas de digestão lenta.
  • Cravinho:

Além do seu aroma, que muitos dizem ser parecido a um consultório médico, o cravinho tem inúmeras aplicações médicas. Fica bem em qualquer guisado e também combina muito bem com fricassé.  As suas propriedades assemelham-se a um anestésico natural e é um excelente anti-inflamatório. É ainda conhecido por ajudar na prevenção de tromboses e coágulos. O extracto do cravinho, o eugenol, é muito utilizado na medicina dentária, devido às suas excelentes propriedades anti-cépticas. Os botões da flor do cravinho são também ricos em nutrientes, como o magnésio, cálcio e vitamina C.
  • Gengibre:

O sabor do gengibre é de frescura e picante. É um excelente condimento para usar em refogados e guisados, aumentando o sabor dos vários ingredientes. Seco, o gengibre é também usado em bolos e também no caril. As suas propriedades antioxidantes ajudem na prevenção de doenças cardiovasculares e cancerígenas. É também muito eficaz para eliminar as náuseas e o enjoo do movimento.
  • Cominho:

De sabor semelhante ao anis, o pó ou as sementes do cominho dão um óptimo sabor a saladas, pratos indianos e mexicanos. As propriedades medicinais do cominho são conhecidas por ajudar na digestão, nas dores intestinais, na flatulência e na prevenção de problemas cardiovasculares.
  • Alecrim:

O sabor do alecrim ou rosmaninho é bastante forte e inconfundível. Fica muito em pratos de marisco e também em grelhados. Também combina bem em pratos com legumes e saladas. O aroma intenso do alecrim é muito eficaz para ajudar a levantar o ânimo. Além disso, o alecrim pode ajudar nas dores musculares, problemas da vesícula, problemas de ossos, dores de cabeça, depressões, problemas digestivos e muito mais. O óleo é conhecido por ajudar na bronquite, sinusite, no cansaço e como estimulante do sistema circulatório.
Hipertensos, epilépticos, mulheres grávidas e crianças até 10 anos de idade, não devem usar o alecrim como terapêutico.
  • Salva ou sálvia:

O cheiro da salva faz lembrar a madeira. Na cozinha a sálvia combina bem com o tomate, a cebola, o alho, os legumes, a carne e toda a cozinha italiana em geral. Esta erva, cujo nome significa saúde, é usada para muitos fins terapêuticos. Pode ser utilizada para dar ânimo e energia mas também para limpeza dos dentes, remoção do tártaro e dar um hálito agradável. Um banho tónico com um pouco de salva faz revigorar o corpo e a mente. É muito recomendada para quem tem diabetes. Prepare 100 gramas de folhas de sálvia em 1 litro de vinho branco seco. Beba frio e veja os seus níveis de açúcar no sangue baixarem. Além disso, é também muito boa para o sistema cardiovascular.
  • Noz-moscada:

O seu aroma muito intenso e característico, combina bastante bem com carnes, espinafres ou puré de batata. A noz moscada facilita a digestão e é ainda muito eficaz contra a flatulência. Pode ser usado exteriormente em fricções, para ajudar o reumatismo ou dores lombares. Ajuda ainda na prevenção de doenças cardiovasculares, já que evita a agregação de coágulos sanguíneos.
Evite conservar as ervas aromáticas durante longos períodos, já que estas perdem o seu sabor ao longo do tempo.
Esperamos que tenha aprendido um pouco mais sobre ervas aromáticas e as use mais no seu dia-a-dia. Além de fazerem bem à saúde, são ainda óptimas para a confecção de qualquer refeição. Em breve falaremos de outras ervas aromáticas e suas características.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

5 passos para uma estratégia de compras inteligente

Abasteça a sua despensa com produtos frescos, saudáveis e coloridos.

A ALIMENTAÇÃODESEMPENHA UM PAPEL FUNDAMENTAL no controle da diabetes, e com o plano alimentar certo consegue-se reduzir o risco de complicações inerentes à doença. Se sofrer de diabetes tipo 2 e tomar insulina ou outra medicação, a alimentação pode ajudar a reduzir a necessidade de remédios. Para quem tem diabetes tipo 1, uma alimentação saudável ajuda a gerir melhor a doença. Uma simples ida à mercearia pode ser intimidante, especialmente devido à variedade de produtos disponíveis nas prateleiras, mas com um pouco de preparação e conhecimento, torna-se fácil escolher alimentos mais saudáveis.

1. Evite alimentos processados e fique-se pelos corredores do supermercado onde estão os alimentos frescos
É muito provável que os seus avós, com a sua idade, nunca tenham imaginado a profusão de refeições pré-cozinhadas, merendas coloridas, barras de cereais revestidas de chocolate ou pizas prontas a levar ao microondas que temos hoje à nossa disposição. No entanto, reconheceriam facilmente fruta fresca e legumes, carne e aves, peixe e alimentos integrais no seu estado natural. Assim, compre bananas em vez de gelados com sabor a banana, costeletas de porco em vez de salsichas e alfaces frescas ou embaladas em vez de saladas já prontas com molhos carregados de gordura e croutons.
Assim, maximiza o seu consumo de vitaminas e minerais e evita o sal, açúcar, amido e gorduras adicionadas que estão presentes na maior parte dos alimentos processados.

2. Tente encher metade do carrinho com alimentos frescos e coloridos
As cores indicam a presença de vários fitoquímicos, incluindo antioxidantes, que ajudam a neutralizar os radicais livres que o organismo produz em excesso se tiver diabetes. Os radicais livres danificam as células e aumentam as hipóteses de posteriores problemas de saúde. Quanto mais intensa a cor dos alimentos, melhor. Escolha pimentos e tomates vermelhos, opte pelo cor--de-laranja das cenouras, mangas e meloas e ingira o verde dos brócolos ou dos espinafres. As suas refeições também passarão a ter um aspecto e um sabor muito mais intensos.

3. Não se esqueça dos integrais
Quanto mais cereais integrais as pessoas comerem, maior será a sua sensibilidade à insulina e menor o risco de virem a desenvolver diabetes. Tente comer três porções de cereais integrais por dia. É mais fácil do que imagina. Como?
Pequeno-almoço: opte pelo pão integral em vez de pão branco ou coma uma taça de aveia ou muesli integral.
Almoço: peça uma sanduíche de pão integral em vez de pão de forma.
Jantar: adicione uma espiga de milho ao seu prato ou acompanhe-o com arroz integral.

4. Dê uma espreitadela ao expositor do peixe fresco
Os peixes gordos, como o salmão, a cavala, a sardinha e o atum fresco, fornecem-lhe muitas proteínas sem gorduras saturadas – são excelentes fontes de ácidos gordos ómega-3, que ajudam a reduzir o risco de ataque cardíaco. Além disso, os ómega-3 acalmam a inflamação crónica, comum em pessoas com diabetes. Os cientistas não sabem bem a razão, mas os químicos inflamatórios podem interferir no papel da insulina, causando o aumento da glicose no sangue. Daí que talvez não seja coincidência os estudos revelarem que quem consome bastante peixe apresenta um baixíssimo nível de incidência de diabetes tipo 2. O seu objectivo: ingerir, pelo menos, duas porções de 85–140 g de peixe gordo por semana.

5. Verifique o teor de sal e de gorduras nos rótulos dos alimentos
A diabetes coloca-o em maior risco de desenvolver doenças cardiovasculares. Nessa medida, apenas 7% do seu consumo de calorias deve ser proveniente de gorduras saturadas (para uma dieta de 8400 kJ por dia, isto significa um máximo de 15 g de gorduras saturadas). E porque a diabetes vem normalmente associada à hipertensão arterial, o seu consumo de sódio não pode ultrapassar os 920 mg por dia.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Envelhecer sem ficar doente



Espero que saiba preparar-se, aproveitando a oportunidade que lhe é dada por este vídeo cheio de bons conselhos.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Produtos naturais e a saúde. Mitos e verdades

Recebido por e-mail da Amiga Gisele Claudya, a quem fico muito grato.
Mas vale lembrar que todo doente TEM que ter a orientação do seu médico, ok?

A sabedoria popular indica diversos alimentos para o tratamento de doenças, mas nem sempre o que é passado de boca a boca está correto. "Esses mitos, de que certos alimentos curam alguma enfermidade surge porque alguém comeu enquanto estava doente e depois saiu comentando que melhorou por causa daquele alimento", comenta Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE). O UOL Ciência e Saúde ouviu especialistas para descobrir quais são os mitos e verdades relacionados aos poderes de alguns alimentos

Ameixa preta para acabar com a prisão de ventre - VERDADE Madalena Vallinoti, nutricionista do Personal Diet e diretora do Sindicato de Nutricionistas (SINESP), explica que por ter maior concentração de fibras e ácidos orgânicos, a fruta estimula o intestino e melhora eventuais constipações. "As enzimas facilitam a expulsão das fezes porque aceleram os movimentos intestinais", completa Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE)

Abacate para tratar bronquite - MITO O abacate tem muitas funcionalidades que podem ajudar no tratamento de doenças, mas não há evidências científicas de que ele participe no tratamento da bronquite. Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE) recomenda, para quem sofre da doença, fazer um xarope de mel. "É só ferver mel, gengibre, abacaxi e agrião, pois esses alimentos são mucolíticos, desinflamam e quebram o muco", explica ela

Acerola para prevenir gripes - VERDADE A acerola é a segunda maior fonte de vitamina C e aumenta a imunidade de quem a consome. "A presença da vitamina é importante, pois ela é parte fundamental do mecanismo de proteção do nosso corpo e previne muitas gripes e resfriados", exemplifica Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE)

Suco de batata inglesa para curar úlcera - MITO O suco de batata contém um fator antinutricional e não é recomendado por Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE). "Esse composto é prejudicial à saúde porque inibe a absorção de vitaminas e minerais, além de irritar a mucosa do intestino", conta ela. Quem sofre de úlcera também deve evitar verduras e frutas cruas com casca, frituras, refrigerantes, bebidas alcoólicas e leite de vaca. "O ideal é que a pessoa também não consuma nada muito quente nem muito gelado, pois a temperatura queima a mucosa do estômago", completa Vanderlí

Ameixa japonesa para melhorar a artrite - VERDADE A fruta concentra substâncias anti-inflamatórias, como o ômega 3, que podem acarretar na melhora da artrite. "Não é um alimento que previne a doença, pois existem questões genéticas que determinam se a pessoa irá desenvolver essa patologia, mas por ter essas substâncias ela pode sim contribuir para uma melhora do paciente", explica Madalena Vallinoti, nutricionista do Personal Diet e diretora do Sindicato de Nutricionistas (SINESP), que ainda destaca que, por mais que a fruta tenha boas propriedades, ela sozinha não é capaz de tratar ninguém Thinkstock

Suco de beterraba para curar anemia - MITO Por ser vermelho, muitas pessoas acreditam que o vegetal tem ferro e que por isso teria a capacidade de acabar com a anemia. Madalena Vallinoti, nutricionista do Personal Diet e diretora do Sindicato de Nutricionistas (SINESP), explica que o ferro contido no vegetal é pouco e que para que ele possa ser absorvido pelo organismo precisa estar aliado a outro alimento que contenha vitamina C. "O ideal para quem está com anemia é comer lentilha e feijão que tem maior quantidade de ferro", destaca Thinkstock

Banana acaba com câimbras - VERDADE Rica em potássio e carboidrato, o consumo de banana ajuda a manter as contrações musculares equilibradas. "O alimento também tem magnésio, que relaxa a musculatura e precisa estar em equilíbrio com o cálcio, que contrai o músculo. Por isso, para não ter câimbra, também é preciso ter equilíbrio entre as concentrações de cálcio e magnésio", explica Madalena Vallinoti, nutricionista do Personal Diet e diretora do Sindicato de Nutricionistas (SINESP)

Caju para curar frieiras - MITO Não há comprovação científica de que a fruta ajuda a combater a doença e nenhuma dos especialistas ouvidos pelo UOL Ciência e Saúde relacionaria a cura da frieira com algum alimento específico

Berinjela para diminuir o colesterol - VERDADE Por ter alta concentração de fibras e presença de substâncias bioativas, como a antocianidinas, o consumo da berinjela é importante para quem quer diminuir os níveis de LDL, colesterol ruim, no sangue. "Por ter muitas fibras solúveis, ela carrega a gordura para o intestino, que a elimina com as fezes, dessa maneira ajuda a diminuir a absorção de colesterol e gordura", explica Madalena Vallinoti, nutricionista do Personal Diet e diretora do Sindicato de Nutricionistas

Cereja para combater o reumatismo - MITO A associação entre a fruta e a doença não é comprovada cientificamente. Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE), dá a dica de outros alimentos que podem ajudar quem sofre da doença. "Por ser uma inflamação, o ideal é consumir elementos com ômega 3 elevado, como os grão de chia, a linhaça e peixes, principalmente a sardinha", conta ela que também indica o uso do gengibre como tempero nos alimentos para quem está com a doença

Cebola para prevenir o câncer de mama - VERDADE Em pesquisa realizada na Faculdade de Medicina de Besançon, na França, 345 pacientes que foram diagnosticadas com câncer de mama realizaram um questionário sobre a frequência com que consumiam alguns alimentos, além de escrever um diário com tudo o que comeram por seis dias. A pesquisa revelou que os riscos de desenvolver a doença eram menores para quem consumia cebola. "O alimento tem substâncias bioflavanóides que atuam junto com a vitamina C e tem ação anti-oxidante, isto é, combate os radicais livres que envelhecem as células e previnem uma série de doenças", explica Madalena Vallinoti, diretora do Sindicato de Nutricionistas

Cenoura para bronzeamento - VERDADE Por conter betacaroteno, uma substância que a ajuda a sintetizar a melanina que dá a cor a nossa pele, comer cenoura ajuda no bronzeamento. "Se uma pessoa consome regularmente o vegetal e depois de um tempo passa a tomar mais sol, a síntese aumenta e isso faz com que a pessoa consiga absorver os raios solares na pele. A cenoura também ajuda a fixar o bronzeado", destaca Madalena Vallinoti, nutricionista do Personal Diet e diretora do Sindicato de Nutricionistas (SINESP)

Folhas de manga para curar a gengivite - MITO Não há comprovação científica de que o uso das folhas da fruta ajuda na cura da inflamação. Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE), destaca o chá verde como um possível alimento auxiliar para a doença. "Como a bebida é bactericida ela mata bactérias e reduz inflamações em geral. Dessa maneira a incidência da doença é menor em quem o consome", afirma ela

Chá de cabelo de milho para tratar o rim - VERDADE Por possuir um conjunto de fitoquímicos que estimulam a função renal, ele é diurético e bom para o rim. "Tomar duas xícaras desse chá por dia já faz a diferença para quem está com algum problema no órgão", explica Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva

Leite para eliminar veneno - MITO O consumo de leite após ingestão de alguns tipos de veneno poderia, inclusive, formar compostos tóxicos no organismo. De acordo com Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE), o fígado seria o órgão mais afetado, pois é nele que ocorre o metabolismo de pesticidas e venenos. A nutricionista indica apenas o consumo de chá cardo mariano para ajudar na recuperação. "Não existe um alimento que sequestre o veneno do corpo depois de ingerido, mas esse chá ajuda a regenerar as células do fígado e melhora a desintoxicação do corpo", comenta ela

Chá de pata de vaca para abaixar a glicemia - VERDADE De acordo com a Revista Eletrônica de Farmácias, a folha da planta Bauhinia forficata se mostrou eficiente como terapia complementar aos diabéticos em diversos estudos, pois abaixa a glicemia. Seu uso é indicado especialmente para os diabéticos tipo 2, que não tomam insulina. Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE), adverte que o consumo do chá não deve ser consumido sem orientação especializada, pois em combinação com os remédios antidiabéticos e a insulina pode causar hipoglicemia

Mamão para a tratar gastrite - MITO O mamão é rico em papaína, uma enzima digestiva que auxilia no processo, mas não cura a inflamação sozinha. "A polpa do mamão conta com essa enzima que digere melhor proteínas e gorduras e é indicado para quem tem sintomas de má digestão. O indicado é consumir uma fatia grande de mamão formosa ou meia unidade de papaia", explica Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE). A nutricionista indica para gastrite o consumo de banana cozida, pois é um alimento que ajuda na recuperação da doença e é de fácil digestão

Chá de boldo para tratar o fígado - VERDADE Segundo pesquisa publicada na Revista Brasileira de Farmacognosia, o chá de boldo érapidamente absorvido, instala-se no fígado e ajuda a evitar o acúmulo de gordura. "Quem bebe frequentemente e em grandes quantidades acumula gordura no fígado e isso faz mal para o organismo", explica Madalena Vallinoti, nutricionista do Personal Diet e diretora do Sindicato de Nutricionistas (SINESP). A nutricionista, entretanto afirma que não adianta tomar muitas xícaras da bebida para curar a ressaca. "O ideal é tomar no máximo duas xícaras", ensina ela

Laranja e limão cortam a gripe - MITO Ainda que ambas as frutas sejam ricas em vitamina C, não é possível dizer que acabem com a gripe. "A gripe é virótica, não tem como usar a laranja ou o limão para matar esse vírus. O consumo periódico dessas frutas aumenta a imunidade pelo conjunto de vitaminas que elas têm, portanto só ajudam a prevenir futuras doenças", explica Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE) Karime Xavier/Folhapress

Leite fermentado para combater a diarreia - VERDADE O leite fermentado tem lactobacilos responsáveis por repovoar o intestino de microorganismos que fazem bem para o funcionamento da flora intestinal. "Quando se toma um antibiótico, por exemplo, ele não destrói só o microorganismo que causa a doença, ele também acaba com alguns que são bons, portanto o leite fermentado ajuda a manter esse equilíbrio", explica Madalena Vallinoti, nutricionista do Personal Diet e diretora do Sindicato de Nutricionistas (SINESP). Ela indica o uso contínuo da bebida, pois mantém a parede intestinal mais sau

Linhaça para combater o reumatismo - VERDADE O alimento é fonte de ômega 3 e outras substâncias anti-inflamatórias muito importantes para combater a doença. Mas Madalena Vallinoti, nutricionista do Personal Diet e diretora do Sindicato de Nutricionistas (SINESP), acrescenta, "Não adianta o alimento ter todas as propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar no tratamento da doença se a pessoa não tiver alimentação e hábito

Maçã e goiaba prendem o intestino - VERDADE As frutas reduzem o trânsito intestinal e retardam o esvaziamento do órgão. "Como elas tem fitoquímicos que retardam o esvaziamento intestinal são muito recomendadas em caso de diarreia. Mas elas não reduzem a formação de fezes, apenas tornam o movimento intestinal mais demorado", explica Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação

Maracujá como calmante - VERDADE Os efeitos calmantes do consumo da polpa de maracujá ou chá, na forma de infusão de folhas, já são conhecidos pela ciência. Entretanto, o consumo deve ser moderado, sem doses exageradas, e não é indicado para quem tem pressão sanguínea baixa. Além de ser calmante, a fruta é diurética, rica em vitamina C e sua casca também pode ajudar no tratamento de outras doenças. "A casca pode ser seca e torrada para depois ser acrescentada na alimentação, pois as fibras ajudam a diminuir níveis de glicose e colesterol no sangue", explica Madalena Vallinoti, nutricionista do Personal Diet e diretora do Sindicato de Nutricionistas (SINESP)

Tomate para prevenir câncer próstata - VERDADE Alimentos ricos em caroteno, como o tomate (que possui licopeno), são associados a um risco menor de desenvolver câncer de próstata. Madalena Vallinoti, diretora do Sindicato de Nutricionistas (SINESP), destaca que como o caroteno é uma pró-vitamina A lipossolúvel (solúvel em gordura) deve ser consumido com uma fonte de gordura, como o azeite de oliva extra virgem, para melhorar a absorção do composto pelo corpo. Vanderlí Marchiori, nutricionista e secretária geral da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE), recomenda triturar o tomate orgânico, fervê-lo por dez minutos e beber 50 ml todos os dias

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Tosse e dor de garganta

Algumas sugestões, retiradas de posts deste blogue

- 1 colherada de mel, misturada com meia colher de vinagre de sidra. Tomar de 4 em 4 horas

- O mamão maduro: é altamente digestivo (cada grama de papaína - fermento solúvel contido no fruto digere 200g de proteína); tem mais vitamina C que a laranja e o limão;

- Se estiver com muitas dificuldades em respirar, tome um café forte ou beba dois ou três copos de coca-cola ou algum outro tipo de bebida energética, que contenha cafeína. Estas bebidas contêm substâncias similares à teofilina, um dos principais ingredientes dos medicamentos para a asma, que ajudam a dilatar as vias respiratórias.

- O magnésio é considerado como um relaxante para as vias respiratórias. Tome diariamente 300 ou 270 miligramas, no caso de ser homem ou mulher, respectivamente.

- A maçã protege o seu coração. Evita constipação. Bloqueia a diarreia. Melhora a capacidade dos pulmões, Amortece as articulações.

- A banana protege o seu coração, atenua a tosse, fortalece os ossos, controla a pressão arterial, Bloqueia a diarreia.

- O feijão evita constipações, atenua o hemorroidal, baixa o colesterol, previne o cancro, estabiliza o açúcar no sangue.

- A baga de mirtilho previne o cancro, protege o seu coração, estabiliza o açúcar no sangue estimula a memória, evita a constipação.

- O pimentão picante auda na digestão, suaviza as dores da garganta, remove abcessos, previne o cancro, fortalece o sistema imunitário.

- O alho baixa o colesterol, controla a pressão arterial, previne o cancro, mata bactérias, combate fungos.

- A laranja fortalece o sistema imunitário, previne o cancro, protege o seu coração, favorece a respiração, elimina o escorbuto.

-A cebola reduz risco de ataque cardíaco, pPrevine o cancro, mata bactérias, baixa o colesterol, combate Fungos.

- O farelo de trigo previne o cancro na próstata e do Cólon, evita constipação, baixa o colesterol, previne as tromboses AVC, melhora a digestão.

- O germén do trigo pPrevine o cancro na próstata e do Cólon, evita constipação, baixa o colesterol, previne as tromboses AVC, melhoraa a digestão.

- A ameixa tarda o envelhecimento, evita constipação, estimula a memória, baixa o colesterol, protege contra doença do coração.

- Pera evita a constipação, previne o cancro, previne as tromboses AVC, ajuda a digestão.

- Alecrim. por sua qualidade penetrante, é muito eficiente no tratamento de problemas respiratórios, desde o simples resfriado, catarro, sinusite até casos de asma (a inalação é o uso mais indicado), tosse e bronquite. Tomado quente acalma a tosse.

- Para dores de garganta, brônquico, tosse insuportável com fortes dores de cabeça, uma amiga diz que o quea teria safado foi as contínuas toalhas de água fria na barriga, sumos (de centrifugadora) de cenoura e aipo, misturados, água com sumo de limão e o tal cremezinho "do tipo" Vick Vaporub na sola dos pés, com peúgas muito quentinhas.

- Vick Vaporub para deter a tosse nocturna de um menino (ou de um adulto), espalhe Vick Vaporub generosamente sobre a planta dos pés e logo cubra com meias. Mesmo a tosse mais persistente, forte e profunda se deterá no máximo em uns 5 minutos e darão muitas horas de alivio.

domingo, 13 de novembro de 2011

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Nova ajuda para as insónias


- Uma nova pesquisa veio confirmar o que muitas pessoas já suspeitavam: o balançar suave ajuda a adormecer mais rapidamente, segundo Nancy Shute refere no blog de saúde Shots. Um ligeiro balançar também levou a que voluntários do teste que habitualmente faziam uma sesta entrassem num sono mais profundo (aquele sono que ajuda a fixar as memórias do que fazemos durante o dia). Os pesquisadores dizem que é uma conclusão inesperada, mas o certo é que milhões de mães em todo o Mundo chamam a atenção para si próprias, já que a ciência acabou de validar o hábito ancestral de abanar os bebés para os adormecer e todo um «negócio» de canções de embalar.

- Um segundo estudo oferece uma outra ajuda possível. Os investigadores deram a 12 pessoas que sofriam de insónia uma touca para dormir – não como as tradicionais toucas de banho, mas com um sistema de circulação de água para arrefecer o cérebro. E, segundo os investigadores, quanto mais refrigerado está o cérebro, mais profundo é o sono.
O médico que liderou a pesquisa já pediu a patente sobre a touca de arrefecimento, mas enquanto ela não é posta à venda, experimente uma dica Karen Roush, enfermeira que publicou o livro O que os Enfermeiros Sabem sobre a Menopausa:
  • coloque a fronha da sua almofada num saco de plástico e deixe-a no congelador até se deitar. Enfie a almofada, e bom sono.
artigo retirado daqui

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Cancro. Grande esperança de cura rápida

Uma radioterapia que pode eliminar o cancro numa única sessão, mesmo com o tumor já espalhado, estará em breve disponível em Portugal, através de uma máquina quase única no mundo que ficará instalada na Fundação Champalimaud.

O equipamento, que a Fundação receberá ainda este ano, permitirá fazer radioterapia de dose única, tratamento que requer um elevado nível de precisão e que poderá ser feito em poucos minutos e sem qualquer toxicidade para o doente, segundo explicou em entrevista agência Lusa o oncologista Carlo Greco

A radioterapia de dose única está disponível para tratamento no final do primeiro trimestre de 2012

Leia mais na notícia do PÚBLICO, fazendo clic neste link:
Radioterapia para eliminar tumor numa só sessão em breve disponível em Portugal

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Derrame cerebral . diagnóstico

Derrame cerebral: O 4º sinal. É importante saber e divulgar.

Um dado IMPORTANTE a ser considerado. É melhor saber do que pecar pela ignorância. Nunca se sabe quando a informação adquirida em tempos de tranquilidade irá ser útil.

Agora existe um 4ºindicador: A língua

Memorize as três primeiras letras                 

Disse um neurologista que se levarem uma vítima de derrame dentro das primeiras três horas, ele pode reverter totalmente os efeitos do derrame.
Ele disse que o segredo é reconhecer o derrame, diagnosticá-lo e receber o tratamento médico correspondente, dentro das três horas seguintes, o que é difícil.

Reconhecer um derrame

Muitas vezes, os sintomas de um derrame são difíceis de identificar. Infelizmente, nossa falta de atenção, torna-se desastrosa. A vítima do derrame pode sofrer severa consequência cerebral quando as pessoas que presenciaram falham em reconhecer os sintomas de um derrame.
Agora, os médicos dizem que uma testemunha qualquer pode reconhecer um derrame fazendo à vítima estas três simples perguntas:

S (Smile) Peça-lhe que sorria
T (Talk)) Peça-lhe que fale ou apenas diga uma frase simples (com coerência) (ex : Hoje o dia está ensolarado)
R (Rise your arms) Peça-lhe que levante ambos os braços.

Se ele ou ela têm algum problema em realizar QUALQUER destas tarefas, chame a emergência imediatamente e descreva-lhe os sintomas, ou vão rápido à clínica ou hospital.

Novo Sinal de derrame: Ponha a língua para fora.

Outro sinal de derrame é este: Peça à pessoa que ponha a língua para fora.. Se a língua estiver torcida e sair por um lado ou por outro, é também sinal de derrame.

Um neurologista disse que qualquer pessoa que transmita esta mensagem a
pelo menos 10 pessoas; pode apostar que salvará pelo menos uma vida

Imagem do Google

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

CLORETO DE MAGNÉSIO

Caso tenha sido publicado aqui nete blog algo a respeito, peço desculpas.
      Penso que informar às pessoas algo de bom, com depoimento idôneo, nunca é demais!!! 
É fundamental um acompanhamento médico, não vamos nos automedicar sem colher opnião dos que sabem.
De qualquer forma é uma aposta que tem-se tornado cada vez mais visível.


R e p a s s a n d o  p a r a   q u e m   p r e c i s a r de
 “Cloreto de Magnésio”

Quem sofre de bico de papagaio, nervo ciático, coluna e calcificação pode
se curar de forma perfeita, indolor, fácil e barata. E tem, ao mesmo tempo,
a cura de todas as doenças causadas pela carência de cloreto de magnésio no
passado, até a artrose.
Padre Benno J. Shorr - padre jesuíta, Professor de Física, Química e Biologia
do Colégio Catarinense / Sta. Catarina.

 Depoimento
Minha cura: - Iniciei minha cura aos 61 anos. Dez anos antes, eu estava quase
paralítico, sentia pontadas agudas na região lombar - um bico de papagaio
incurável, segundo o médico. Após cinco anos, o peso virou dor e, apesar de
todos os tratamentos, a dor só aumentava.
Sem tardar, voltei a Florianópolis com novas radiografias e procurei um
especialista. Agora já era um bando de bicos de papagaios, calcificados,
duros em grau avançado.
Nada se poderia fazer. As dez aplicações de ondas curtas e distensões da
coluna não detiveram a dor, a ponto de nem mais deitado eu poder dormir.
Ficava sentado, até quase cair da cadeira, de tanto sono.
Providencialmente, fui ao Encontro dos Jesuítas Cientistas, em Porto Alegre
e o Padre Suarez me disse ser fácil à cura com cloreto de magnésio,
mostrando-me o pequeno livro do Padre Puig, jesuíta espanhol que descobriu o
uso do cloreto de magnésio: sua mão era dura de tão calcificada, mas, com
este sal, ficou móvel como a de uma menina; o mesmo aconteceu com parentes seus. E brincando, ele disse: "Com este sal só se morre dando um tiro na cabeça ou por acidente".
Em Florianópolis, logo comecei a tomar uma dose pela manhã e uma à noite;
mesmo assim continuei dormindo encolhido até o 20º dia; naquela manhã,
porém, acordei estirado na casa, sem dor. Mas caminhar ainda era um
sofrimento. Depois de 30 dias, eu me levantei sentindo-me estranho: "Será
que estou sonhando? "
Nada mais me doía! Dei até uma voltinha pela cidade, sentindo, contudo, o
peso de 10 anos antes. Aos 40 dias caminhei o dia inteiro sentindo menos
peso; três meses depois minha flexibilidade aumentava. Dez meses já se
passaram e me dobro quase como uma cobra.
Outros efeitos: O cloreto de magnésio arranca o cálcio dos lugares indevidos
e o fixa solidamente nos ossos.
Ainda mais: minha pulsação que sempre estava abaixo de 40 - eu já pensava em
marca passo - normalizou-se. O sistema nervoso ficou motorialmente calmo,
ganhei maior lucidez, meu sangue estava descalcificado e fluido.
As freqüentes pontadas do fígado desapareceram. A próstata, que eu deveria
operar assim que tivesse uma folga nos trabalhos, já não me incomoda muito.
Houve ainda outros efeitos, a ponto de várias pessoas me perguntarem:
-"O que está acontecendo com você? Está mais jovem! "
 "É isso mesmo".
Voltou-me a alegria de viver. Por isso, me vejo na obrigação de repartir o
"jeitinho" que o bom Deus me deu. Centenas se curaram em Santa Catarina
depois de anos de sofrimento com males da coluna, artrose etc.
Importância do cloreto de magnésio: O cloreto de magnésio produz  o
equilíbrio mineral, anima os órgãos em suas funções (catalisadoras), como os
rins, para eliminar o ácido úrico, nas artroses; descalcifica até as finas
membranas nas articulações e as escleroses calcificadas, evitando enfartes;
purificando o sangue, vitaliza o cérebro, desenvolve ou conserva a juventude
até alta idade.
Uso: após os 40 anos, o organismo absorve sempre menos cloreto de magnésio,
produzindo velhice e doenças. Por isso deve ser tomado conforme a idade: dos
20 anos aos 55 anos 1/2 dose, ou seja, meio cálice;
dos 55 anos aos 70 anos, uma dose (um cálice);
 dos 70 anos aos 100, uma dose pela manhã e 1 dose à noite.
 O cloreto de magnésio não é remédio, mas alimento.
E não tem contra-indicação.
É compatível com qualquer medicamento simultâneo.
O cloreto de magnésio põe em ordem todo o corpo e é indicado para homens e
mulheres.
No caso das mulheres, ele ajuda a prevenir a osteoporose.
Recomendações: Quem sofre de bico de papagaio, obesidade, nervo ciático,
coluna, arteriosclerose, rins, calcificação, surdez por calcificação, deve
iniciar o tratamento com uma dose pela manhã, uma dose à tarde, uma dose à
noite.
Quando curado, deve-se tomar o cloreto de magnésio como preventivo, isto é,
conforme a idade.
Artrose: O ácido úrico se deposita nas articulações do corpo, em particular
os dedos, que até incham. Isso resulta de uma falha no funcionamento dos
rins, justamente por falta do cloreto de magnésio. Se em 20 dias não sentir
melhoras e não cessar a anormalidade, tome uma dose pela manhã e uma dose à
noite.
Depois de curado, continue com as doses normais, como preventivo.
Próstata: aqui vou citar um exemplo. Um homem muito idoso já não conseguia
urinar. Algum tempo antes da operação, lhe deram cloreto de magnésio como
preparação e ele começou a melhorar. Depois de uma semana sentia-se bem e a operação foi cancelada.
Há casos em que a próstata regride, às vezes, ao normal, tomando-se 2 doses pela manhã, duas doses à tarde, duas doses à noite.
Ao melhorar, tome a dose preventiva.
Outros problemas: como reumatismo, rigidez muscular, impotência sexual,
câimbras, tremores, frigidez, artérias duras, falta de atividade cerebral,
sistema nervoso: uma dose pela manhã, uma dose à tarde, uma dose à noite.
Sentindo-se melhor, passar para a dose preventiva.
Preparo: como preparar e usar a solução de cloreto de magnésio: dissolver 33
gramas de cloreto de magnésio (essa dosagem já está à venda, em farmácias -
em 2004 custava R$1,20) (hoje o preço está em torno de R$2,50) em 1,250
litro de água filtrada (conforme indicação do Dr. Luiz Moura). Depois de bem
misturado, colocar em vasilhames de vidro (não de plástico) e guardar na
geladeira.
 A dose é um cálice de licor segundo a idade:
dos 20 anos aos 55 anos 1/2 dose,  ou seja, meio cálice;
 dos 55 anos, aos 70 anos, uma dose (um cálice);
 dos 70 anos aos 100, uma dose pela manhã e 1 dose à noite.
Onde encontrar: em farmácias de produtos naturais ou mesmo nas alopáticas.
Pesquisa na Internet...
 CANCER: Nós todos o temos em grau moderado. Consiste em células mal
formadas por falta de alguma substância (refinados) ou presença de
partículas tóxicas. Estas células anarquicas não se harmonizam com as sadias
(não servem para nada), mas são inofensivas até certa quantidade, que o
magnésio combate facilmente, vitalizando as sadias. Infelizmente todo
processo canceroso, lento, não causa nenhuma dor de alerta, até aparecer o
tumor, que segrega tóxicos (vírus muito variados), que invadem as células
sadias em ramificações (semelhante a um caranguejo, que quer dizer, câncer
no latim).
Atenção  consumidor: O cloreto de magnésio para uso humano, tem que ser do
tipo P.A . (Puro para Análise) e sua cor bem branca. É normal empedrar, mas
isto não altera seu teor de qualidade. (Colaboração do Engenheiro Celso
Vietro)

*Pe. Benno J. Shorr - padre jesuíta, Professor de Física, Química e Biologia
do Colégio Catarinense / Sta. Catarina,tomou durante mais de 35 anos. Faleceu em
maio de 2005, no Colégio Catarinense, com idade superior a 90 anos, tendo
usado cloreto de magnésio por mais de 30 anos consecutivos.
Dedicado ao AMIGO Benno Schor nosso ex-professor.
O nome do Padre é Benno Schor, era um dos Jesuítas do Colégio Catarinense, em
Florianópolis, lecionava Química, Física e Biologia.
Pesquisando sobre sua doença, descobriu que todos os seus males era falta do cloreto de magnésio.
Se vc procurar no google (cloreto de magnésio) irá encontrar relatos de sua
história.
 Conheci o Padre Schor, ele curou-se com o cloreto de magnésio, viveu anos,
Lia e pensava,  este mundo é muito pequeno, este Padre foi
capelão do hospital que eu trabalho, ele morreu na segunda quinzena de maio
de 2005, naquele ano, eu o  encontrei no centro da cidade andando sozinho no
meio de tanta gente e fiquei admirada, aos 93 anos, ele andava
alegre e distraído, uma semana depois soube que morreu, seu coração parou.
Ele apagou como uma vela ao vento, pois ajudou tanta gente, divulgando sua
cura pelo cloreto de magnésio, e Deus foi também generoso com ele...  

 Vendido em farmácias de manipulações e até casa de produtos naturais, com poucos efeitos colaterais, em pó ou em capsulas.
Suas propriedades são inúmeras...

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Proteína albumina a partir do arroz


Ciência. Cientistas chineses obtêm proteína albumina a partir do arroz
Público. 01.11.2011 - 09:57 Por AFP

Cientistas de uma universidade chinesa anunciaram que conseguiram obter a partir do arroz a proteína albumina, encontrada no sangue humano e que é frequentemente usada para tratar queimaduras e doenças de fígado, entre outras.

Quando extraída de sementes de arroz, esta proteína é “fisicamente e quimicamente equivalente a albumina derivada do soro sanguíneo humano (HSA)”, concluíram os responsáveis, que publicaram o seu estudo na revista “Proceedings of the National Academy of Sciences”.

Esta descoberta poderá levar a uma revolução da produção de HSA, que tipicamente só é possível de obter com doações humanas.

A necessidade de albumina é de cerca de 500 toneladas por ano em todo o mundo e a China já viveu, no passado, alturas em que não tinha a quantidade necessária desta proteína.

Este novo método foi desenvolvido por cientistas da universidade de Wuhan, na China, em parceria com colegas do National Research Council do Canadá e do Center for Functional Genomics, da Universidade de Albany, em Nova Iorque.

Imagem de arquivo

Aspirina no ataque cardíaco

Como usar a aspirina no ataque cardíaco, em caso de emergência
Uma Nota importante sobre os ataques cardíacos:

Fique sabendo que há outros sintomas de ataques cardíacos, para além da dor no braço esquerdo. Deve também prestar atenção a uma dor intensa no queixo, assim como às náuseas e aos suores abundantes, pois estes também não são sintomas vulgares.

Detalhe: Pode-se não sentir nunca uma primeira dor no peito, durante um ataque cardíaco. 60% das pessoas que tiveram um ataque cardíaco enquanto dormiam, já não se levantaram. Porém... a dor no peito, pode acordá-lo dum sono profundo.

Se assim for, dissolva imediatamente duas Aspirinas na boca e engula-as com um pouco de água. Em seguida, ligue para o 112 e diga 'ataque cardíaco' e que tomou 2 Aspirinas.

Sente-se numa cadeira ou sofá e espere pela chegada dos atendentes da Emergência do 112 e ... ...NÃO SE DEITE!!!!

Um cardiologista afirmou que, se cada pessoa difundir esta mensagem para 10 outras pessoas, com certeza pelo menos uma vida poderá ser salva! Salve a sua vida e as dos outros seres humanos.

Imagem do Google