sábado, 24 de março de 2018

CHÁ DE HIBISCO PROTEGE O CORAÇÃO



Este chá ajuda-o a proteger o coração


Chá ajuda-o a regular a pressão arterial

Um grupo de cientistas comprovou que o chá de hibisco ajuda a regular a pressão arterial, ajudando a diminuir a incidência de doenças cardíacas e a ocorrência de ataques cardíacos e demência.

Para o estudo, os investigadores da Universidade de Berkeley, Califórnia, acompanharam 65 adultos que beberam chá de hibisco todos os dias durante seis semanas e concluíram que os níveis de pressão arterial baixaram naquele espaço.

Segundo os investigadores este chá é rico em antioxidantes que ajudam a melhorar a saúde do organismo sobretudo o coração.

segunda-feira, 12 de março de 2018

COMO PREVENIR O CANCRO?

Como prevenir o cancro? 180312.

São inúmeros os estudos para determinar os factores de risco do cancro, e com essa informação promover a prevenção da doença e o diagnóstico precoce. Poucos são os factores de risco cientificamente provados, pelo que prevenir o cancro passa no fundo por promover a saúde, através de hábitos de vida saudáveis que contribuem para a redução do risco. Cerca de 90% dos cancros estão relacionados com o ambiente e hábitos pouco saudáveis, e não com causas genéticas como habitualmente se pensa.

Cada indivíduo é, assim, o principal interveniente na prevenção do cancro, pelas escolhas que faz no seu dia-a-dia ao longo da vida. Praticar uma alimentação equilibrada, rica em vegetais e pobre em gorduras, manter um peso adequado, praticar actividade física e evitar o consumo de álcool em excesso e o tabaco, são exemplos de hábitos saudáveis para prevenir a doença.

Mas o cancro não é uma doença mas um grupo de doenças, há muitas informações sobre o que somos nos nossos genes e algumas destas informações estão relacionadas com o risco de vir a ter cancro. Essas informações genéticas acrescem aos nossos comportamentos, ou seja, se temos risco genético e lhe acrescentamos risco comportamental, aumentamos o nosso risco global de ter cancro.

Estudam-se várias áreas na prevenção de cancro:

• Formas de evitar ou controlar comportamentos ou atividades que se sabe aumentarem o risco de vir a ter cancro;
• Alterações na dieta e estilo de vida;
• Encontrar lesões pré-cancerosas;
• Quimioprevenção, ou seja, usar medicamentos para prevenir o cancro

É importante que cada pessoa visite regularmente o seu médico de família, seguindo uma rotina de controlo da sua saúde de acordo com o seu estilo de vida e a sua idade. O seu médico saberá avaliar qualquer alteração ou sintoma que apresente e que mereça estudos complementares ou atos de tratamento preventivos.

terça-feira, 6 de março de 2018

ALERGIAS

Pelo Dr João Antunes, médico alergologista do Centro de Alergia CUF

Podemos desenvolver alergias em qualquer idade?

As doenças alérgicas começam, geralmente, na infância, mas podem surgir sintomas em qualquer idade. Por exemplo, dois terços dos doentes asmáticos são diagnosticados em criança, mas um terço dos casos só surge na idade adulta.
As alergias podem ter apresentações clínicas diferentes: na infância, a primeira apresentação é geralmente o eczema atópico, seguindo-se a asma e rinite alérgica. Quando os sintomas surgem após os 4 ou 5 anos, a rinite frequentemente precede ou acompanha as queixas de asma. A sua origem resulta da interacção de factores genéticos (por exemplo, um filho de pais asmáticos tem um risco de 60 por cento de desenvolver asma) e causas ambientais.

Como prevenir?

As mudanças de estilo de vida terão um papel determinante para a «epidemia» de doenças alérgicas nas últimas décadas e há alguns hábitos saudáveis que poderão ajudar a prevenir estes problemas:
- praticar exercício físico e actividades ao ar livre;
- evitar exposição a ambientes poluídos, sobretudo o fumo de tabaco;
- prevenir a obesidade infantil (crianças obesas têm um risco de 50 por cento de desenvolver asma) e
- uma dieta saudável e equilibrada.

sábado, 3 de março de 2018

TROMBOSE, SOCORRER SEM DEMORA

Trombose:
Lembra-te das primeiras 3 letras... S.F.L.

Um médico amigo enviou-me este texto e pediu-me para divulgar a informação. Estou a cumprir a minha missão!

Se todos tivermos presente estas noções tão simples, poderemos ajudar a salvar algumas vidas. Particularmente, as dos amigos e familiares. Vejamos:

IDENTIFICAÇÃO do sintoma de uma trombose:

Durante um piquenique, uma senhora teve uma tontura, tropeçou e caiu - ela assegurou a toda a gente que estava bem, apenas tinha tropeçado por causa dos sapatos novos. Mas ela ficou um pouco pálida e abalada. Os amigos limparam-na e arranjaram-lhe um novo prato de comida. Josefina continuou a conviver o resto da tarde, embora pálida!

O marido de Josefina telefonou mais tarde para dizer a toda a gente que a sua mulher estava no hospital, tendo falecido mais tarde. Ela teve uma trombose, durante o piquenique.

Se os Amigos tivessem sabido identificar os sinais da trombose, talvez a Josefina ainda estivesse viva. Algumas pessoas não morrem... ficam incapacitadas e com graves sequelas.

Leva apenas 1 minuto a ler isto...

O neurologista diz que se ele conseguir chegar até à vitima de uma trombose nas 3 horas subsequentes, ele pode reverter totalmente os efeitos da trombose totalmente.
Ele diz que o mérito está em reconhecer os sinais da trombose, diagnosticar e obter assistência médica no prazo de 3 horas. Esta poderá ser a parte mais difícil, mas há que tentar, chamando o INEM e sabendo relatar-lhes o acidente e os sintomas.

RECONHECER UMA TROMBOSE:
Seguindo uma mnemónica muito simples, poderemos ajudar a evitar acidentes mais graves. Fixemos a sigla SFL Às vezes, os sintomas da TROMBOSE são difíceis de identificar. Infelizmente, a falta de atenção significa desastre, já que a vítima de uma trombose pode sofrer danos mentais muito graves quando as pessoas mais próximas falham em reconhecer os sintomas.

Os médicos dizem que a pessoa pode reconhecer um acidente de trombose fazendo 3 pedidos muito simples:
S * Pede ao acidentado para Sorrir
F * Pede ao acidentado para Falar. Dizendo uma frase simples e coerente. Por exemplo: Está um dia lindo.
L * Pede para Levantar os dois braços.

Caso ele (a) tenha dificuldade em fazer alguma destas três coisas, chama o 112 imediatamente e descreve os sintomas a quem atender.

Mais um Sinal de Trombose: língua de fora, torta.
Pede ao doente para pôr a língua de fora: Se a língua estiver torta ou a cair para um lado, isso é sinal de uma trombose.

Um cardiologista disse que se toda a gente divulgar isto a 10 pessoas, pelo menos uma vida será salva.