Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

sábado, 22 de março de 2014

quarta-feira, 19 de março de 2014

LIMPE SEUS RINS... É FÁCIL!



O sumo da salsa fresca é rico em vitaminas e a sua celulose ajuda o movimento intestinal,cada 200 gramas de salsa contém 6.000 unidades de vitamina B e 200 mg de vitamina C. Além de seu largo uso decorativo, a salsa provê vários benefícios à saúde.
É uma boa fonte de antioxidantes (especilmente luteolina), ácido fólico, vitamina C, e vitamina A. Dos benefícios à saúde declarados estão: propriedades anti-inflamatórias, melhora no sistema imune e limpeza dos rins.
Mais uma vez a sabedoria popular se comprovou. A salsa (ou salsinha), o tempero mais comum da culinária brasileira junto com a cebolinha - formando o cheiro verde - tem, realmente, propriedades medicinais, comprovadas cientificamente. O farmacêutico Douglas Chaves do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) descobriu que a salsa, além de diurética, afina o sangue. É isso mesmo: ela pode combater um dos males mais comuns da Humanidade: as doenças cardiovasculares, que atingem hoje 30% da população em todo o mundo.
Os componentes químicos da salsa agem na circulação. Eles impedem a formação de trombos, coágulos que podem entupir os vasos e causar derrames. Nossas avós estavam certas, com as novas descobertas, a salsinha, que todos conhecemos tão bem, pode virar um grande remédio. "Uma pílula de salsa", adianta a bioquímica Russolina Zingali, em entrevista ao Globo Repórter -- Rede Globo.
A dosagem de salsa que tem efeito medicinal ainda não está determinada, mas acredita-se que um chá deva ser feito com 20 g salsa para um litro de água ou uma colher de chá para uma xícara. Não se deve fervê-la, apenas deixar em infusão por 15 a 20 minutos. Usá-la normalmente nos alimentos também é benéfico. Ela deve ser acrescentada apenas no final do cozimento, para que não perca as propriedades.

segunda-feira, 10 de março de 2014

DETECTAR CANCRO DA PRÓSTATA FACILMENTE


Simples teste de urina pode substituir exames para detectar cancro da próstata
Visão.15:45 Quarta feira, 5 de Março de 2014

O novo teste vai permitir detectar o cancro da próstata com maior eficácia e com um custo reduzido: cerca de 12 euros

Um simples teste de urina vai ser suficiente para detectar o cancro da próstata e a sua gravidade, sem necessidade de exame rectal, e de forma duas vezes mais fiável do que os testes ao sangue.

O facto de os pacientes não terem de se submeter a intervenções que além de embaraçosas, como são vistas por muitos, podem ser também dolorosas, aliado ao baixo custo deste exame, aproximadamente 12 euros, poderá ser a chave para um maior controlo da doença.

Os testes ao sangue usados para a detecção deste tipo de cancro têm uma elevada percentagem de erro, sujeitando os pacientes a fazer biópsias escusadas perante um falso positivo.

O teste sanguíneo pode ainda não conseguir detectar o cancro até este se ter espalhado pelo corpo, dificultando o tratamento.

Em ensaios clínicos, o novo teste à urina detectou 70% dos cancros da próstata, duas vezes mais do que os testes ao sangue.

Os investigadores da Universidade de Surrey que criaram o teste já negociaram a sua comercialização com duas empresas, e esperam que esteja disponível até ao final do ano em Inglaterra.

Segundo dados do Portal de Oncologia Português, o cancro da próstata é o tipo de cancro mais frequente no homem - existem aproximadamente 4 mil casos novos todos os anos.

Este tipo de cancro vítima cerca de 1.800 pessoas por ano no nosso país. Após o diagnóstico, estima-se que a sobrevivência ao fim de cinco anos é de quase 100%.

sábado, 8 de março de 2014

DESAFIO DA CANELA TEM PERiGOS MORTAIS

A T E N Ç Ã O

A jovem R. de 22 anos, segundos depois de ter tentado engolir a canela em pó que colocou numa colher de sopa, vomitou e disse que “alguém pode morrer a fazer isto. É horrível”.

Quando se tenta engolir, há o risco de se aspirar e isso pode provocar lesões e até causar asfixia”, alerta L.R.

«A simples tentativa de engolir a canela pode causar asfixia, irritação da garganta e problemas respiratórios, podendo mesmo causar problemas graves nos pulmões.»

Ler mais em:
http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=100904