Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

VITÓRIA CONTRA CANCRO GENERALIZADO

Transcrição de artigo que apresenta um êxito pouco vulgar contra o cancro.

De 70 tumores malignos passou a ter... nenhum
13:22 - 26 de Fevereiro de 2014 | Por Notícias Ao Minuto

Ao todo eram 70 os tumores malignos que lhe foram diagnosticados e os médicos não lhe deram mais do que cinco semanas de vida. A sentença de morte ditada pelos clínicos fez com que Ian Brooks se voluntariasse para um novo tratamento e doze semanas depois, nem um tumor ficou no seu corpo para contar a história, noticia o Daily Mail.

Ian Brooks, de 47 anos, pode ser apelidado de milagre da medicina. Este britânico viu os médicos declarem-lhe uma sentença de morte depois de ter sido afetado por uma doença rara que deu origem a 70 tumores malignos por todo o corpo.

Deram-lhe cinco semanas de vida, mas Ian tem escapado à morte há mais de doze. Segundo o Daily Mail, este homem voluntariou-se para um tratamento inovador da The Christie Hospital, em Manchester, assim que lhe disseram que não iria sobreviver, contudo, nem mesmo os médicos conseguiriam adivinhar o sucesso que o tratamento iria ter.

Brentuximab Vedotin assume-se como coprotagonista desta história de sobrevivência. Este fármaco inovador foi o responsável pelo desaparecimento dos 70 tumores que um cancro raro - Anaplastic Large Cell Lymphoma – lhe tinha provocado em 2008, depois de diagnosticado em 2001.

Este medicamento é administrado a cada três semanas, com uma gota de cada vez deitada num dos braços. Segundo a mesma publicação, o Brentuximab Vedotin atua como uma proteína que adere à superfície das células cancerígenas, largando um medicamento que mata a célula.

Doze semanas depois de dar início ao tratamento, ou seja, após quatro administrações do Brentuximab Vedotin, as mais recentes radiografias de Ian comprovam que o britânico não possui mais qualquer tumor no seu corpo.

Considerado curado, Ian Brooks já foi dispensado deste tratamento.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

OS 40 MELHORES ALIMENTOS PARA PREVENIR O ENVELHECIMENTO


As mais recentes descobertas sobre alimentos a tomar todos os dias para formação de músculos, melhoria da função cerebral, redução de rugas, fortalecimento do coração, protecção dos ossos, reforço imunológico e combate às inflamações.
Por: editores de Men´s Health

1. Amêndoas
As amêndoas, ricas em energia, diminuem o colesterol, graças a esteróides vegetais e ajudam os diabéticos, diminuindo o açúcar no sangue. As amêndoas são ricas em aminoácidos reforçando os níveis de testosterona e o crescimento muscular. São também ricas em vitamina E, que reforça as defesas dos raios solares. Num estudo, os voluntários que consumiram 14 miligramas da vitamina E (cerca de 20 amêndoas) por dia e, em seguida, foram expostos à luz UV ficaram menos queimados que aqueles que não tomaram. A vitamina E é um antioxidante que mantém as artérias livres de radicais perigosos. Baixos níveis de vitamina E também estão associados com fraco desempenho da memória e declínio cognitivo.

2. Sementes de linhaça
Ricas em proteínas e fibras, estas pequenas sementes oferecem uma carga de omega-3, que ajuda a apagar manchas na pele. Voluntários que participaram num estudo e tomaram meia colher de chá de ômega-3 todos os dias durante seis semanas notaram menor irritação e vermelhidão na pele, assim como uma melhor hidratação. Outro estudo com pessoas de colesterol alto (maior do que 240 mg / dL) em comparação com o tratamento com estatina, comeram 20 gramas de linhaça por dia. Após 60 dias, os que ingeriram sementes linhaça tiveram resultados tão bons como aqueles que usaram estatinas. Experimente sementes de linhaça moída em farinha de aveia, iogurte ou em saladas.

3. Tomate
Há duas coisas que precisa saber sobre tomate: 1º os vermelhos são os melhores, porque contem mais licopeno antioxidante. 2º tomates processados são tão bons quanto os frescos, porque é mais fácil para o corpo absorver o licopeno. Uma dieta rica em licopeno pode diminuir o risco de cancro na bexiga, nos pulmões, na próstata, na pele e no estômago, bem como reduzir o risco de doença arterial coronária e ajudar a eliminar a pele dos radicais livres e do envelhecimento causado pelos raios ultravioleta. Tomate cozido e pasta de tomate dão melhores resultados.

4. Batata-doce
A batata doce é um dos alimentos mais saudáveis do planeta. Além de combater os efeitos do tabaco e ajudar a prevenção da diabetes, a batata-doce contém glutationa, um antioxidante que pode aumentar o nível de nutrientes no metabolismo, reforçar o sistema imunológico, bem como proteger da Alzheimer, Parkinson, doença hepática, fibrose cística, HIV, cancro e ataque cardíaco. Mais: a batata doce está carregada de vitamina C que suaviza as rugas estimulando a produção de colagénio. Voluntários que que consumiram 4 miligramas de vitamina C (meia batata doce) diariamente durante 3 anos, diminuíram as rugas em 11%.

5. Espinafres
Pode ser verde e com folhas, mas o espinafre é um renomado construtor muscular e também é o alimento do homem por excelência. O espinafre está repleto de minerais essenciais como potássio e magnésio e é uma das principais fontes de luteína, um antioxidante que pode ajudar a prevenir a obstrução das artérias. Além do mais as suas vitaminas e nutrientes podem reforçar a densidade mineral óssea, as células que atacam a próstata, reduzir o risco de tumores de pele, lutar contra o cancro do cólon, e, por último mas não menos importante, aumentar o fluxo sanguíneo para o pénis.

6. Alecrim
O ácido carnosic encontrado nesta especiaria demonstrou reduzir o risco de acidente vascular cerebral até 40 por cento. O ácido Carnosic parece desencadear um processo que protege as células do cérebro de danos dos radicais livres, que podem piorar os efeitos de um derrame. O alecrim também pode proteger de doenças degenerativas como Alzheimer e dos efeitos gerais do envelhecimento.

7. Salmão
Cada 100 gramas de salmão tem cerca de 2.000 miligramas de ácido docosahexaenóico (DHA) e ácido eicosapentaenóico (EPA) e omega-3, ácidos gordos que servem como lubrificante para o hardware do cérebro, ajudando as células nervosas a comunicar entre elas. 35% do cérebro é composto por ácidos gordos como estes, que podem enfraquecer com o passar do tempo. O tecido cerebral de pessoas entre os 65 e 80 anos contem menos 22 por cento de DHA do que as pessoas entre os 29 e os 35 anos. Se quer manter a sua idade, comece a consumir ômega-3 agora. Por que é que o facto de o salmão ser selvagem é tão importante? Porque os peixes de viveiro, que são engordados com soja, podem conter tantas gorduras inflamatórias como um cheeseburger. Em caso de dúvida, opte por salmão sockeye, que não pode ser criado em viveiro, mantendo-se sempre selvagem. Tente comer pelo menos duas vezes por semana.

8. Mirtilos
Este pequeno fruto pode ajudar a prevenir uma série de doenças, desde o cancro a doenças cardíacas. Pense nos mirtilos como anti-ferrugem para a sua massa cinzenta. Além de serem ricos em fibras e vitaminas A e C, também contem antioxidantes. Coma o equivalente a uma chávena por dia e opte por mirtilos silvestres, sempre que possível, pois contêm 26 por cento mais antioxidantes do que as variedades cultivadas.

9. Chá verde
O chá verde liberta catequina, um antioxidante com propriedades anti-inflamatórias e anti-cancerígenas. Beber 2 a 6 chávenas por dia não só ajuda a prevenir o cancro de pele, como também pode reverter os efeitos dos danos do sol, neutralizando as mudanças que aparecem na pele exposta. O chá verde também contem outro antioxidante chamado epigalocatequina galato (EGCG), que pode aumentar a sua saúde cardiovascular e reduzir o risco de aparecimento da maior parte dos tipos de cancro.

10. Chocolate preto
Flavonóides, um nutriente natural do cacau, melhora o fluxo sanguíneo no cérebro, ajudando a aumentar a função cognitiva. Para além disso, o chocolate preto contém um tanino chamado procianidina, que também se encontra no vinho tinto, que ajuda a manter as artérias flexíveis e a pressão arterial baixa. O chocolate preto também ajuda o aspecto exterior. Mulheres que beberam cacau enriquecido com uma barra de chocolate rica em flavonóides obtiveram melhor textura da pele e maior resistência aos raios UV do que as que bebiam flavonóides em menor quantidade. Ofereça-se 25 gramas de chocolate preto por dia para obter todos os benefícios.

11. Atum
A sua sanduíche preferida tem um pequeno segredo: Selenium. Este nutriente ajuda a conservar a elastina, uma proteína que mantém a sua pele lisa e firme. O antioxidante é também um protector contra o sol. Evita que os radicais livres criados pela exposição aos raios UV danifiquem as células. O atum é também uma grande fonte de proteínas, não contém gordura trans e uma porção de 10 gramas contém 11 mg de niacina que tem provado ajudar a diminuir o colesterol e o processo de gordura corporal. A niacina aumenta o colesterol HDL (o bom) e diminui triglicéridos mais eficazmente do que a maior parte das estatinas.

12. Cenouras
Pense na cenoura como uma varinha mágica boa para os olhos e para limpar o organismo. Nada de magia, porém, apenas muita vitamina A que impede a produção de células na camada exterior da pele. Isto significa menos células mortas que combinam com sebosidade na pele e obstrução de poros. A cenoura é também enriquecida com carotenóides, compostos solúveis em gordura, que estão associados à redução de vários tipos de cancros, bem como à diminuição do risco e gravidade de inflamações como a asma e a artrite reumatóide.

13. Ameixas secas
As ameixas são ricas em cobre e em boro, substancias que podem ajudar a prevenir a osteoporose. Contêm também uma fibra chamada inulina, a qual, quando processada pelas bactérias intestinais, contribui para um ambiente mais ácido no trato digestivo que, por sua vez, facilita a absorção do cálcio.

14. Cereais Integrais
Cereais Integrais, tais como farinha de aveia, de trigo, cevada e arroz integral são ricos em fibras, as quais acalmam os tecidos quando inflamados, mantendo o coração forte, o cólon saudável e o cérebro irrigado. Cereais integrais estão cheios de hidratos de carbono, contudo a libertação destes açúcares é desacelerada pela fibra, bem como, dadas as proteínas, oferecem energia boa para o sistema muscular. Atenção que nem todos os pães e biscoitos anunciados como " integral" são verdadeiros. Leia os rótulos. Os que não são integrais podem ser ricos em gordura, o que aumenta o risco de inflamações.

15. Vinho Tinto
Nadando em resveratrol, um composto natural que diminui o LDL, aumenta o HDL, prevenindo os coágulos de sangue, o vinho tinto pode realmente ser um salva-vidas. Resveratrol pode prevenir ou retardar o aparecimento de doenças crónicas. Mas não devemos consumir mais de duas doses por dia, uma vez que você têm 97 por cento chances de chegar aos 85 anos se mantiver o consumo de álcool a menos de três bebidas por dia. Vin rouge é também uma excelente fonte de flavonóides, antioxidantes que ajudam a proteger o revestimento dos vasos sanguíneos no coração e, como tal, ajudam a diminuir drasticamente a possibilidade de morrer de doenças cardiovasculares.

16. Iogurte
;Várias culturas reivindicam a invenção do iogurte, no entanto os benefícios deste alimento com 2 mil anos são consensuais. A fermentação gera centenas de milhões de organismos probióticos, que reforçam os batalhões de bactérias benéficas no seu corpo, mantendo o aparelho digestivo saudável, o sistema imunológico em boa forma e fornecem protecção contra o cancro. Nem todos os iogurtes são probióticos por isso certifique-se que o rótulo diz "culturas vivas e activas".

17. Abacate Fruto cheio de gorduras monoinsaturadas, o abacate consegue combater o colesterol LDL (tipo mau)..O abacate é também rico em ácido fólico, uma vitamina B solúvel em água que ajuda a diminuir os níveis de homocisteína, um aminoácido que pode dificultar o fluxo de sangue nos vasos sanguíneos. Coma apenas ¼ de uma chávena 2 vezes por semana.

18. Nozes
Mais ricas em ômega-3 que o salmão, com mais polifenóides anti-inflamatórios que o vinho tinto e contendo cerca de metade da proteína do frango. No entanto, nem todos os tipos de frutos secos da família das nozes combinam todas estas características, apenas parte. Cerca de 30 gramas, ou sete nozes, é benéfico a qualquer hora mas especialmente como snack para recuperação após exercício físico.

19. Açafrão
Curcumina, o polifenol que dá a tonalidade amarela ao açafrão, tem propriedades anticancerígenas e efeitos anti-inflamatórios. O açafrão ajuda a deter a acumulação de placas amilóides no cérebro, bloqueios minúsculos que podem causar a doença de Alzheimer. A prevalência do açafrão da Índia pode ajudar a explicar porque tão poucos idosos na India sofrem da doença de Alzheimer, enquanto que as estatísticas apontam para 13% de incidência nos Estados Unidos, de acordo com a Alzheimer’s Association. Uma dica: Combine o açafrão com pimenta quando fizer pratos de caril. Combinado com pimenta, o açafrão da India aumenta em 1000 vezes a biodisponibilidade da curcumina, devido à propriedade quente da pimenta preta chamada piperina

20. Feijão Preto
Pessoas que comem diariamente uma dose de 100 gramas de feijão preto reduzem o risco de ataque cardíaco em 38 por cento. Enquanto outros feijões também são bons para o coração, nenhum pode aumentar a capacidade cerebral do ser humano como o feijão preto. Isto porque estão cheios de antocianinas, compostos antioxidantes que contribuem para melhorar a função cerebral. O feijão preto é também composto por nutrientes “topo de gama” tais como proteínas, gorduras saudáveis, folato, magnésio, vitaminas B, potássio e fibras.

21. Maçãs
Uma maçã por dia reduz inchaços de todos os tipos, graças a quercetina, um flavonóide que também se encontra na casca da cebola vermelha. Quercetina reduz o risco de alergias, ataques cardíacos, Alzheimer, Parkinson, cancro da próstata e do pulmão. Se poder optar escolha a variedade red delicious uma vez que contem mais antioxidantes para combater as inflamações.

22. Caranguejo
Rica em proteínas e pobre em gordura, a carne adocicada do caranguejo é enriquecida com zinco. O zinco é um antioxidante, mas mais importante, ajuda a manter a estrutura óssea saudável e a função imunológica.

23. Romã O sumo deste fruto bíblico de muitas sementes pode reduzir o risco da maior parte dos cancros, graças aos polifenóides chamados ellagitannins e que dão à romã a sua cor. De facto, um estudo recente descobriu que o sumo da romã retarda significativamente o crescimento de células cancerosas da próstata.

24. Couve Chinesa
Este vegetal crucífero é mais do que o acompanhamento de camarões e molho de soja. A couve chinesa é rica em cálcio para a constituição dos ossos, bem comoem vitaminas A e C, ácido folico, ferro, beta-carotina e potássio. O potássio mantem os músculos e nervos em ordem enquanto baixa a pressão arterial. Estudos sugerem que a beta-carotina pode reduzir o risco de cancros do pulmão e da bexiga, assim como a degeneração macular (visão).

25. Ostras
O marisco é na generalidade uma excelente fonte de zinco, cálcio, cobre, iodo, ferro, potássio e selenium. No entanto a carne cremosa das ostras distingue-se por elevar os níveis da testosterona e de proteger do cancro da próstata.

26. Bróculos
Uma dose de bróculos contem elevada quantidade de cálcio, assim como de manganês, potássio, fósforo, magnésio e ferro. E isso para além da sua alta concentração em vitaminas A, C, e K bem como em sulforafano, fito nutriente que estudos sugerem ter poderosas propriedades anticancerígenas.

27. Kiwi
Tal como bananas, este fruto contem bastante potássio para protecção dos ossos. Os Kiwi são igualmente ricos em vitamina C e em luteína, um carotenóide que ajuda a reduzir o risco de doenças cardíacas. Tente comer pelo menos um ou dois kiwis por semana após o exercício físico. Coloque-os no frigorífico a fim de obter uma sensação fresca e energizante, mas não descasque a pele: é comestível e está cheia de nutrientes

28. Azeite
A variedade extra-virgem é rica em gorduras monoinsaturadas com efeitos benéficos. Os ácidos gordos e polifenóis do azeite reduzem inflamações nas células e nas articulações Um estudo revelou que é tão eficaz como o Advil para reduzir inflamações. Tome 2 colheres de azeite por dia.

29. Alhos Franceses 
Os alhos franceses reduzem o risco de cancro na próstata e melhoram o funcionamento sexual. Corte às rodelas a parte verde de um alho francês e adicione-as às sopas, aos sautés, e às saladas sempre que possível. Este tipo de cebola, tal como o seu primo alho, contêm tiamina, riboflavina, cálcio e potássio, sendo também rica em ácido fólico, um tipo de vitamina B que, segundo estudos, baixa o nível do aminoácido homocisteína mau para as artérias.

30. Alcachofras
Glorificada durante séculos como afrodisíaco, a alcachofra rica em fibra contem mais potássio e magnésio para a formação dos ossos que qualquer outro vegetal. As folhas da alcachofra são igualmente ricas em flavonóides e polifenóis, antioxidantes que reduzem o risco de acidentes cerebrovasculares e em vitamina C, que ajuda a manter sistema imunitário. Coma alcachofra as vezes que puder. As mais maduras sentem-se pelo peso e parecem ranger quando apertadas.

31. Malaguetas / Chili Peppers
As malaguetas estimulam o metabolismo, tornando o sangue menos espesso e ajudando a libertar endorfinas. Para além disso são uma excelente maneira de adicionar sabor à comida sem acréscimo de calorias. As chili peppers são também ricas em beta-carotina, que se transforma em vitamina A no sangue, combatendo infecções, assim como em capsaicina que inibe neuropeptídeos, produtos químicos causadores de inflamações. Um estudo recente revelou que as malaguetas têm ainda propriedades anti cancro da próstata. Tudo o isto apenas com metade de um chili pepper por dia.

32. Gengibre
Contrariamente às crenças populares o gengibre, tão utilizado na comida asiática, não é uma raiz, mas sim um tronco o que significa que contem componentes vivos que melhoram sua saúde. O componente mais importante é gingerol, um supressor do cancro que estudos demonstram ser particularmente eficaz contra o do colon. Sempre que possa, corte o gengibre em fatias ou moa-o fresco e adicione-o a peixe ou frango marinando em soja. Quanto mais aguentar, melhor.

33. Canela
Conhecida por tornar doces as sobremesas e complexa a comida Indiana, a canela é rica em antioxidantes que inibem a coagulação de sangue e o desenvolvimento bacteriano (que inclui o mau hálito). Estudos também sugerem que a canela ajuda a estabilizar o açúcar do sangue, reduzindo o risco de diabetes tipo 2. Mais ainda: ajuda a reduzir o mau colesterol Tente metade de um colher de chá por dia num iogurte ou com cereais.

34. Ovos
Aqueles que comem ovos ao pequeno almoço perdem 65 por cento mais peso do que aqueles que comem um donut com a mesma quantidade de calorias. Coma a gema também. Estudos recentes mostram que a gordura da parte amarela do ovo é importante para o manter satisfeito e que os benefícios de seus minerais e nutrientes compensam o efeito no colesterol.

35. Figos
Cheia de potássio, manganês e antioxidantes, esta fruta também ajuda a manter controlados os níveis de pH no corpo, dificultando a invasão de agentes patogénicos. A fibra nos figos pode baixar níveis de insulina e de açúcar no sangue, reduzindo o risco de diabetes e de síndrome metabólica. Escolha figos com pele escura (contêm mais nutrientes) e coma-os sozinhos ou com frutos secos.

36. Carne de vaca de pastagem
Nada se compara à proteína pura quando se pretende reforçar o sistema muscular. O problema é que a maior parte da carne que se vende em lojas vem de gado alimentado a grão, provocando um ratio relativamente elevado de omega-6 comparando com os ácidos gordos omega-3, contribuindo para inflamações. Os ácidos gordos em carne de vaca de pastagem tendem para a variedade omega-3. Esta carne também contem o ácido linoleico (CLA), que estudos mostraram que ajuda a reduzir a gordura da barriga e favorece o músculo magro.

37. Cogumelos 
Deliciosos quando adicionados ao arroz integral, os cogumelos reishi, shiitake e maitake são ricos em antioxidante ergotionina que protegem as células de crescimento e réplica anormais. Em suma, reduzem o risco de cancro. Tente comer o equivalente a meia chávena uma ou duas vezes por semana. Cozinhá-los em vinho tinto, que contem resveratrol, amplifica o seu efeito fortalecedor do sistema imunológico.

38. Ananás e abacaxi
Com seu mix poderoso de vitaminas, antioxidantes e enzimas, em particular, a bromelina, o ananás ou o abacaxi é um cocktail anti-inflamatório para todo o corpo. Igualmente protege do cancro do cólon, da artrite e da degeneração macular. (Era bom que a parte “colada” da equação fosse tão saudável) Tome o equivalente a meia chávena duas ou três vezes por semana.

39. Sumo de fruta ou de vegetais
Erga um copo de algo bom. Pessoas que tomaram três ou mais copos de 100 ml de sumo de fruta ou de vegetais por semana tem 76 por cento menos chances de desenvolver a doença de Alzheimer do que as que beberam menos. Os altos níveis dos polifenóis e antioxidantes que existem nos frutos e vegetais podem proteger as células do cérebro dos danos causados pela doença.

40. Cerejas
Comer cerca de 35 cerejas por dia pode baixar o risco de tendinite, de bursite, de artrite, e de gota. As cerejas reduzem também o risco de doenças crónicas e de síndrome metabólica.

Imagem de arquivo

COMO SUPERAR A ANSIEDADE


segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

COMO PREVENIR O CANCRO


O cancro constitui actualmente um dos mais urgentes problemas da Medicina.
Se há trinta anos a mortalidade pela tuberculose era 25% superior à causa pelo cancro, hoje a proporção está invertida.
Não devemos fechar os olhos ao facto de este número estar a crescer.
A causa deve ser procurada, antes de mais nada, no modo de nos alimentarmos e de vivermos.
Por isso, o Cancro é algo que nos deve preocupar a todos.

E impossível abranger o actual critério científico sobre o problema do cancro, tanto mais que já amanhã, por exemplo, se pode ampliar, aperfeiçoar-se ou até desmoronar-se totalmente o que hoje constitui a opinião mais aceita.
Seria, porém, injusto e inadmissível que o médico se desinteressasse totalmente, esperando um dia ter ao alcance da mão a solução completa, uma vez que a questão da cura do cancro, conforme diz o melhor especialista desta doença na Alemanha, o DR.K.H.Bauer, não é só o mais urgente problema da Medicina actual, mas também o que exige uma completa colaboração entre o médico e o doente, se em cada caso individual se quiser tornar possível o êxito.

Por isso, antes de nos referirmos à questão principal sobre as causas da doença, ou sobre os meios de cura dentro da alimentação, apresentaremos algumas imprescindíveis observações prévias.

Prevenção do Cancro:

1 – Ginástica Matinal
2 – Exercício Físico e Vida ao Ar livre
3 - Alimentação Natural
4 – Eliminação do Sal nos Alimentos
5 – Alimentação Parca
6 – Óleos Extraídos a Frio
7 – Manter a todo o custo o regime normal dos intestinos
8 – Eliminar os aditivos sintéticos na alimentação
9 – Uso abundante de Mel
10 – Regime depurativo
11 – Elimine os focos sépticos
12 – Vida sã de corpo e de mente.

Informações colhidas no livro A cura e a saúde pelos alimentos – DR Ernest Schneider

Imagem de arquivo

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

MANDIOCA É MARAVILHOSA CONTRA O CANCRO





Minha droga maravilhosa contra o câncer  pela Dra. Cynthia Jayasuriya

Por favor, deixe-me compartilhar esta feliz experiência com você. Eu escrevi sobre isso em fevereiro de 2010, mas, agora, com conhecimento adicional, escrevo com experiências de muitas outras pessoas.

Minha experiência

Eu desenvolvi um câncer de bexiga secundário sete anos após um câncer na uretra. Meu rim, a uretra e parte da bexiga foram removidos. Eu fiz radioterapia no abdómen em seguida. Foi um carcinoma celular transicional da uretra. Eu fiquei bem de saúde por sete anos e, durante esse período, fazia exames anuais na bexiga com o fantástico cirurgião que me operou no General Hospital Colombo. 
No sétimo ano, apareceu sangue em minha urina uma vez que desenvolveu um tumor na bexiga. Era, mais uma vez, um carcinoma transicional (câncer). O novo tumor foi removido, mas e se ele fosse recorrente? 
Enquanto estava convalescendo, fiquei sabendo de um tratamento à base de semente de damasco que estava sendo usado na Austrália e nos EUA sem se fazer uso de tratamentos de quimioterapia. As informações podem ser encontradas no site http://www.worldwithoutcancer.org/. Como em uma concha de noz, é assim que ela age no câncer. 
A semente do damasco tem uma substância chamada Vitamina B17, a qual foi descoberta por um médico britânico que trabalhava como missionário em uma região remota do Afeganistão. Ele descobriu que as pessoas daquela área mediam o nível de riqueza de acordo com o número de damasqueiros que a pessoa possuía. Eles comiam não apenas o damasco, mas a sua semente também. 
A semente do damasco parece com uma amêndoa em forma, tamanho e cheiro. Ela é conhecida também como a "amêndoa amarga." O médico descobriu que as pessoas daquela região não sofriam de câncer. Após as investigações, o médico descobriu que a semente continha uma substância, a qual foi dada o nome de Vitamina B17. 
Como eu estava com câncer, estava curiosa em relação a qualquer comida que contivesse a B17 em nossa comida comum. Descobri, navegando na internet, que a mandioca também tem uma alta concentração de Vitamina B17
Assim passei a comer, pelo menos, 10 gramas de mandioca três vezes ao dia. Após consumi-la por um mês, fui fazer o exame da minha bexiga (cistoscopia) no General Hospital com o mesmo cirurgião. Ele ficou surpreso com o fato de a minha bexiga estar absolutamente limpa e normal. "Não havia lugar de onde fazer uma biópsia" foram suas palavras para mim. Enquanto eu estava comendo a mandioca / tapioca estava-me sentindo muito bem, e as pessoas ao meu redor notaram isso. De posse do resultado dos exames de bexiga, publiquei a minha história para o bem-estar de todos os pacientes com câncer do Sri Lanka. 
Desde então, a cada três meses refiz os exames de bexiga com o mesmo cirurgião, em todas as vezes a minha bexiga estava limpa. Até agora, não fiz nenhum outro tratamento que não seja comer mandioca. 
Gostaria de explicar, de maneira bem simples, como a Vitamina B17 da mandioca age. O nome científico da vitamina B17 é Amygdaline. Sabemos que as células cancerígenas são células imaturas, e que têm uma enzima diferente daquela encontrada nas células normais. Quando a Vitamina B17 combina com a enzima da célula normal, ela se transforma em 3 açúcares; mas, quando combinada com a enzima da célula cancerígena, ela se transforma em  1 açúcar, 1 benzaldeído e 1 ácido cianídrico. Este ácido cianídrico mata a célula cancerígena.

 As experiências dos outros

Venho recebendo informações frequentes de pessoas com câncer que leram o meu primeiro artigo contando suas experiências com o uso da mandioca. Gostaria de compartilha essa informação com vocês, leitores. 
O Sr. Pereira, 70 anos, foi diagnosticado com câncer de próstata. A sua esposa é enfermeira-chefe aposentada do Hospital Público. O Sr. Pereira leu o meu artigo e decidiu tentar o tratamento com a mandioca, pois pelas seguintes razões: o oncologista com quem ele estava consultando prescreveu uma tablete com o custo de R$ 2000/diariamente, e uma injecção de R$ 11000, a qual deveria tomar semanalmente. Muito dinheiro para pensionistas aposentados se disporem. Além disso, o Sr. Pereira, após tomar algumas tabletes e algumas injeções por alguns dias, recusou-se a continuar o tratamento, pois este o estava deixando doente. Tendo conhecimento de sua doença, sua filha retorna dos EUA para cuidar dele. Ela e a mãe decidem tratá-lo com mandioca ao invés das tabletes e das injecções que estavam prescritos. Uma semana após começar a dieta da mandioca ele já mostrava sinais de melhora, e depois de vários cafés-da-manhã reforçados com mandioca durante um mês, levaram-no para  fazer o teste que deveria se submeter após tomar os tabletes e as injeções, e foram ver o oncologista. Levou com ele o resultado do exame de sangue PSA. Desde que foi diagnosticado com câncer, o resultado do teste de PSA foi 280-290, mas depois de comer mandioca por um mês, o PSA estava em 5.89! Então, eles vieram-me ver e me mostrar os resultados do PSA de antes e depois. Esse cavalheiro (Sr. Pereira) não está apresentando nenhum sintoma do câncer. Eles me ligam regularmente para dizer o quanto ele está bem de saúde. 
Um outro cavalheiro que teve câncer no fígado fez uma cirurgia no  Sri Lanka, mas alguma coisa do câncer foi deixado para trás de acordo com o MRI scan subsequente. Aconselharam a ele que fizesse um MRI scan mais detalhado na Índia a um custo muito alto. Ele começou a comer mandioca logo após a cirurgia no fígado. Quando ele foi fazer o MRI scan detalhado na Índia, seu oncologista naquele país o informou, depois de examiná-lo, que não haveria necessidade de uma nova cirurgia, ou tratamento, pois o tumor não havia aumentado durante todo aquele ano. Sua prescrição foi que continuasse como antes. Ele veio-me ver, e parece estar muito bem de saúde agora. 
Estou muito interessada e encorajada pelos retornos que tenho recebido todo esse tempo de pessoas que me ligam para me contar suas histórias. Especialmente pelo fato de os exorbitantes preços das drogas anti câncer não oferecerem a cura. Minha prima, que era minha vizinha, teve câncer antes que eu descobrisse a respeito da mandioca. Ela gastou R$ 40-50.000 por cada injeção, sofreu barbaridades, e teve uma morte miserável. (Aqueles que têm acesso à HBO pela TV a Cabo devem ter visto um filme chamado "Death Be Not Proud" que retrata o sofrimento de um paciente de câncer durante o processo de quimioterapia. Aquele paciente morreu). 
Então, pensei que deveria promover essas experiências, dar publicidade a elas. Nenhum laboratório de remédios fez testes com a Vitamina B17 da mandioca / tapioca / inhame (cará), por que não tentar? É barato, de fácil obtenção, fácil de cozinhar e muito gostoso. Você ficará bem, e não terá efeitos colaterais. O que mais posso pedir? Todos sabemos que a mandioca pode matar se não for preparada corretamente.

Por favor, tome os seguintes cuidados na preparação.

A. Quando for escolher o cará (inhame) para ser cozinhado certifique-se de que ele não tenha nenhuma marca, mancha ou defeito ou áreas descoloridas. Tente comprar mandiocas colhidas recentemente

B.
Quando for ferver, mantenha a panela destapada durante todo o tempo. Isso ajuda o excesso do ácido cianídrico a evaporar.

C. Mantenha o excesso de água para ferver, e jogue-a fora após ferver o cará (inhame)

D. Não consuma gengibre, ou alimento que contenha gengibre tais como: biscoitos de gengibre, cerveja de gengibre, ou cerveja inglesa a base de gengibre por pelo menos 8 horas depois de consumir a mandioca.

Por favor, passe adiante!

domingo, 9 de fevereiro de 2014

CORAÇÃO. IMPORTANTE SABER





Dr. Cláudio Doménico - Cardiologista

Quando publiquei estes conselhos em meu site, recebi uma enxurrada de e-mails, até mesmo do exterior, dizendo que isto lhes serviu de alerta.

São eles:

1. Não cuide de seu trabalho antes de tudo.
As necessidades pessoais e familiares são prioritárias.

2. Não trabalhe aos sábados o dia inteiro e, de maneira nenhuma trabalhe aos domingos.

3. Não permaneça no escritório à noite e não leve trabalho para casa e/ou trabalhe até tarde.

4. Ao invés de dizer "sim" a tudo que lhe solicitarem, aprenda a dizer "não".

5. Não procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias, conselhos e nem aceite todos os convites para conferências, seminários, encontros, reuniões, simpósios etc.

6. Se dê ao luxo de um café da manhã ou de uma refeição tranquila.
Não aproveite o horário das refeições para fechar negócios ou fazer reuniões importantes.

7. Pratique desportos. Faça ginástica, natação, caminhe, pesque, jogue bola ou tênis.

8. Tire férias sempre que puder, você precisa disso. Lembre-se que você não é de ferro.

9. Não centralize todo o trabalho em você, não é preciso controlar e examinar tudo para ver se está dando certo... Aprenda a delegar.

10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego e pintar aquela dor de estômago, não tome logo remédios, estimulantes, energéticos e antiácidos. Procure um médico.

11. Não tome calmantes e sedativos de todos os tipos para dormir.
Apesar deles agirem rápido e serem baratos, o uso contínuo faz mal à saúde.

12. E por último, o mais importante: permita-se a ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música e reflexão sobre sua vida.
Isto não é só para crédulos e tolos sensíveis; faz bem à vida e à saúde.
IMPORTANTE:

OS ATAQUES DE CORAÇÃO

Uma nota importante sobre os ataques cardíacos.
Há outros sintomas de ataques cardíacos, além da dor no braço esquerdo.
Há também, como sintomas vulgares, uma dor intensa no queixo, assim como náuseas e suores abundantes.

Pode-se não sentir nunca uma primeira dor no peito, durante um ataque cardíaco.
60% das pessoas que tiveram um ataque cardíaco enquanto dormiam não se levantaram.
Mas a dor no peito pode acordá-lo de um sono profundo.

Se assim for, dissolva imediatamente duas Aspirinas na boca e engula-as com um bocadinho de água. Ligue para Emergência (192, 193 ou 190) e diga ''ataque cardíaco'' e que tomou 2 Aspirinas.
Sente-se numa cadeira ou sofá e force uma tosse, sim forçar a tosse, pois ela fará o coração pegar no tranco; tussa de dois em dois segundos, até chegar o socorro… NÃO SE DEITE!

Um cardiologista disse que, se cada pessoa que receber este e-mail,o enviar a 10 pessoas, pode ter a certeza de que se salvará pelo menos uma vida!

REPASSE, NÃO DOI NADA!

Quem se faz presente na vida deixa muita saudade e perfume por onde passa.

Há algo mais forte que os laços de sangue: são os laços do coração.

CÉREBRO





Parte da entrevista da revista PODER, ao neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho, abaixo, quando lhe foi perguntado:

PODER: O que fazer para melhorar o cérebro ?

PN: Você tem de tratar do espírito. Precisa estar feliz, de bem com a vida, fazer exercício. Se está deprimido, reclamando de tudo, com a autoestima baixa, a primeira coisa que acontece é a memória ir embora; 90% das queixas de falta de memória são por depressão, desencanto, desestimulo. Para o cérebro funcionar melhor, você tem de ter alegria. Acordar de manhã e ter desejo de fazer alguma coisa, ter prazer no que está fazendo e ter a autoestima no ponto.

PODER: Cabeça tem a ver com alma?

PN: Eu acredito que a alma está na cabeça. Quando um doente está com morte cerebral, você tem a impressão de que ele já está sem alma... Isso não dá para explicar, o coração está batendo, mas ele não está mais vivo. Isto comprova que os sentimentos se originam no cérebro e não no coração.

PODER: O que se pode fazer para se prevenir de doenças neurológicas?

PN: Todo adulto deve incluir no check-up uma investigação cerebral. Vou dar um exemplo: os aneurismas cerebrais têm uma mortalidade de 50% quando rompem, não importa o tratamento. Dos 50% que não morrem, 30% vão ter uma sequela grave: ficar sem falar ou ter uma paralisia. Só 20% ficam bem. Agora, se você encontra o aneurisma num checkup, antes dele sangrar, tem o risco do tratamento, que é de 2%, 3%. É uma doença muito grave, que pode ser prevenida com um check-up.

PODER: Você acha que a vida moderna atrapalha?

PN: Não, eu acho a vida moderna uma maravilha. A vida na Idade Média era um horror. As pessoas morriam de doenças que hoje são banais de ser tratadas. O sofrimento era muito maior. As pessoas morriam em casa com dor. Hoje existem remédios fortíssimos, ninguém mais tem dor.

PODER: Existe algum inimigo do bom funcionamento do cérebro?

PN: Todo exagero.
Na bebida, nas drogas, na comida, no mau humor, nas reclamações da vida, nos sonhos, na arrogância, etc.
O cérebro tem de ser bem tratado como o corpo. Uma coisa depende da outra. É muito difícil um cérebro muito bom num corpo muito maltratado, e vice-versa.

PODER: Qual a evolução que você imagina para a neurocirurgia?

PN: Até agora a gente trata das deformidades que a doença causa, mas acho que vamos entrar numa fase de reparação do funcionamento cerebral, cirurgia genética, que serão cirurgias com introdução de cateter, colocação de partículas de nanotecnologia, em que você vai entrar na célula, com partículas que carregam dentro delas um remédio que vai matar aquela célula doente que te faz infeliz. Daqui a 50 anos ninguém mais vai precisar abrir a cabeça.

PODER: Você acha que nós somos a última geração que vai envelhecer?

PN: Acho que vamos morrer igual, mas vamos envelhecer menos. As pessoas irão bem até morrer. É isso que a gente espera. Ninguém quer a decadência da velhice. Se você puder ir bem mentalmente, com saúde, e bom aspecto, até o dia da morte, será uma maravilha.

PODER: Hoje a gente lida com o tempo de uma forma completamente diferente. Você acha que isso muda o funcionamento cerebral das pessoas?

PN: O cérebro vai se adaptando aos estímulos que recebe, e às necessidades. Você vê pais reclamando que os filhos não saem da internet, mas eles têm de fazer isso porque o cérebro hoje vai funcionar nessa rapidez. Ele tem de entrar nesse clique, porque senão vai ficar para trás. Isso faz parte do mundo em que a gente vive e o cérebro vai correndo atrás, se adaptando.

PODER: Você acredita em Deus?

PN: Geralmente depois de dez horas de cirurgia, aquele estresse, aquela adrenalina toda, quando acabamos de operar, vai até a família e diz:

"Ele está salvo".

Aí, a família olha para você e diz:

"Graças a Deus!".

Então, a gente acredita que não fomos apenas nós, que existe algo mais, independente de religião.