segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

VENTRE LISO

Tem o estômago inchado? Descubra cinco truques para um abdómen plano
181224. Por Liliana Lopes Monteiro

Ter o estômago inchado pode provocar a sensação de desconforto extremo, sobretudo durante a época de Natal. Eis algumas formas simples de se sentir menos inchado durante o período festivo.


© iStock

Dezembro é um mês tipicamente caraterizado pela indulgência, quer quando se trata de comida como de bebida e das inúmeras festas com familiares, amigos e colegas de trabalho.

Nesta altura do ano, a quantidade extra de comida ingerida poder constituir um choque para o organismo deixando a maioria dos indivíduos enfartados e inchados.

Em declarações à publicação britânica Daily Star Online, a nutricionista e dietista Terri-Ann explicou: “Embora todos nos queiramos divertir na época natalícia é normal que acumulemos alguns quilos a mais, porém existem alguns truques que pode colocar em prática para evitar que se sinta excessivamente inchado”.

1. Não consuma refrigerantes e outras bebidas com gás

Sim, provavelmente já sabia que não é benéfico para o organismo consumir refrigerantes. Todavia, a mesma regra aplica-se a bebidas alcoólicas como champanhe ou prosecco.

A nutricionista recomenda limitar a ingestão de bebidas com gás para o máximo de uma por dia, e para dar predileção ao consumo de vodka, gin ou vinho tinto.

2. Faça um dia da asneira

Para Terri Ann o problema é simples: “A maioria dos indivíduos não celebra o Natal apenas nos dias 24 e 25 de dezembro, mas sim durante o mês inteiro”.

“Ao invés de abusar durante todo este mês, tente manter hábitos saudáveis até aos dias realmente festivos, nos quais poderá realmente abusar”.

3. Coma com atenção

Terri-Ann aconselha que deve prestar atenção ao seu organismo e entender se está realmente com fome.

“Tente comer e mastigar devagar, focando-se em cada dentada e saboreando a comida, já que comer muito rápido pode fazer com que engula ar a mais, o que por sua vez provoca inchaço”.

“Também é mais fácil comer em excesso quando o faz rapidamente, já que o cérebro não tem tempo de se aperceber que já está cheio”.

4. Consuma verduras… mas moderadamente

Alguma fruta e vegetais são difíceis de digerir adequadamente, o que pode levar à formação de gás e de dores de estômago – tal acontece sobretudo com o consumo de couves de Bruxelas, brócolos e couve flor.

5. Beba chá

Alguns chás têm um efeito desintoxicante.

Terri-Ann afirma: “A hortelã tem qualidades apaziguadoras que reduzem a inflamação do organismo e podem aliviar as dores de estômago, enquanto que o gengibre contém o composto ‘gingerol’ que ajuda a desinchar”.

“Após fazer a digestão pode também optar por tomar um banho quente. O calor alivia as dores e promove o relaxamento, tal poderá ajudar o sistema digestivo a funcionar mais efetivamente, o que por sua vez poderá contribuir para um ventre mais plano e reduzir o inchaço”.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

ACTIVIDADE FÍSICA BAIXA A HIPERTENSÃO

Ao natural. Esta atividade é tão eficaz quanto medicação para tensão alta
181219. Por Liliana Lopes Monteiro



 A prática de exercício físico é tão eficaz quanto a toma de fármacos para a redução da pressão alta, revela um estudo britânico.

Os investigadores descobriram que entre os voluntários que participaram na pesquisa e que sofriam de tensão alta – acima dos 140mmHg – viram em média uma descida nos valores de cerca de 8,8 com a toma de medicação e de 8,96 através da prática de exercício físico.

Estima-se que qualquer descida na pressão arterial de 10mmHG reduza a possibilidade de ocorrência de ataque cardíaco e de enfarte em cerca de um quarto.

Os especialistas sugerem assim que praticar algum tipo de atividade física é um método tão eficaz quanto a toma de drogas para o tratamento da hipertensão.

Treino de força, corrida e até atividades de baixa intensidade como caminhar provaram ser benéficas para contrariar aquela condição.

Todavia, o líder do estudo, o professor Huseyin Naci, docente na London School of Economics, no Reino Unido, disse em declarações ao The Guardian: “Os indivíduos devem consultar um médico antes de abandonarem a toma de medicação e começarem a praticar exercício”.

Esta meta-análise teve como base 194 ensaios clínicos que incluíram a toma de fármacos e 197 experiências que olharam para o impacto do exercício físico e que envolveram 39,742 voluntários.

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

COMER PAPAIA REDUZ BARRIGA

Perca gordura abdominal sem exercício: Coma esta fruta tropical
181218. Por Liliana Lopes Monteiro

Quer perder peso, mas não gosta de praticar exercício físico? Entenda como pode queimar gordura na zona do abdómen adicionando apenas esta fruta à sua dieta.

© iStock

 Não, não precisa de passar horas seguidas no ginásio para conseguir ver resultados no seu perímetro abdominal – afinal basta que repense que tipo de alimentos ingere.

A papaia é comummente considerada um superalimento pelos nutricionistas.

Esta fruta é rica em vitaminas C, E e noutros poderosos antioxidantes.

Pesquisas revelam ainda que comer papaia ajuda quem pretende emagrecer a conseguir um ventre plano.

De acordo com um estudo publicado no periódico científico NCBI, comer este alimento ajuda a prevenir o inchaço abdominal.

Tal, ocorre porque aquela fruta tropical contém a enzima papaiana, que promove o bom funcionamento do sistema digestivo.

Quanto mais rápida é a digestão, mais rápido se torna o funcionamento do metabolismo. Consequentemente o corpo queima mais gordura, propiciando assim a perda rápida de peso.

Já sabe se pretende emagrecer, tente incorporar esta fruta na sua dieta - uma dose de papaia contém apenas 43 calorias.

Pode comer apenas a fruta, adicioná-la a saladas, batidos, molhos ou saladas de fruta. Bom apetite!

sábado, 15 de dezembro de 2018

GENGIBRE CONTRA A HIPERTENSÃO

Combate à pressão alta: Coma este alimento e reduza o risco
181215. Por Liliana Lopes Monteiro



A hipertensão é uma condição comum em Portugal e em todo o mundo, afetando milhões de indivíduos. De modo a reduzir os sintomas e diminuir o risco de hipertensão naturalmente deve comer este alimento.













© iStock

A pressão alta afeta cerca de 25% da população portuguesa.

Os doentes experienciam vários sintomas debilitantes, desde enxaquecas a visão turva.

Têm ainda um risco considerável de sofrerem de problemas sérios de saúde, incluindo ataques cardíacos ou enfartes potencialmente fatais.

Durante as últimas décadas, os médicos têm pesquisado sobre formas de prevenir o aumento da pressão alta. E a maioria dos especialistas recomenda a adoção de certas alterações na dieta de modo a cortar radicalmente o risco de hipertensão.

Mas afinal, o que deve comer para diminuir a probabilidade de sofrer de pressão alta?

Há séculos que o gengibre é utilizado e consumido como um remédio natural na cura de várias maleitas.

É benéfico para o tratamento de náuseas, indigestão, dores musculares e de outros males.

Mais ainda, diversos estudos revelam que aquela raiz diminui a pressão arterial.

Segundo uma pesquisa publicada no periódico científico NCBI, o gengibre funciona como um estimulante. Melhorando a circulação sanguínea e aliviando dessa forma os sintomas associados à hipertensão.

Não sabe como há de consumir o gengibre?

Eis três formas fáceis de inserir este alimento na sua dieta:

1. No chá – moa uma colher e meia de chá da raiz antes de a adicionar à água a ferver durante 10 minutos.

2. Adicione à salada – misture raspas de gengibre ralado com o azeite.

3. Nos cozinhados – novamente misture raspas de gengibre ralado nos seus cozinhados.

É ainda essencial praticar exercício físico regularmente e seguir uma dieta no geral equilibrada.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

VITAMINA C PARA EMAGRECER

Emagrecer com saúde: O consumo desta vitamina acelera a perda de peso 
181203. Por Liliana Lopes Monteiro

Quer perder peso? Adicionar certos alimentos à sua dieta pode ajudar a reduzir o perímetro abdominal.

© istock

A melhor forma para perder peso é simples – e consiste nada mais, nada menos do que queimar mais calorias do que aquilo que consome.

Todavia, grande parte dos indivíduos tem dificuldade em combater a gordura que se instala na zona abdominal.

Não só essa gordura acumulada na zona do estômago pode afetar negativamente a confiança, tal como pode impactar negativamente na saúde.

A acumulação de gordura na zona abdominal já foi associada a um maior risco de incidência de doenças como o cancro da mama, pressão arterial elevada, diabetes de tipo 2 e doenças cardíacas.

No entanto, existem métodos simples que poderão ajudá-lo a acelerar a perda de peso.

Aumentar o consumo de vitamina C pode ajudar a reduzir aqueles indesejados quilos a mais, de acordo com pesquisas científicas.

A vitamina C encontra-se em alimentos como laranjas, tangerinas, amoras, pimento vermelho, espinafres, couve ou brócolos e pode ajudar a queimar mais 30% de gordura durante a prática de exercício físico, revela um estudo realizado pelas Universidades Arizona State e de Mesa, nos Estados Unidos.

A mesma pesquisa revelou ainda, que a falta de vitamina C no organismo pode dificultar a perda de peso e a conquista de um índice de massa corporal saudável.

Esta vitamina é ainda um poderoso antioxidante e tem efeitos positivos no sistema imunitário.

O corpo humano não consegue por si produzir ou armazenar vitamina C, sendo como tal essencial o consumo regular de alimentos ricos neste nutriente.

INTOXICAÇÃO COM COGUMELOS

Intoxicação por ingestão de cogumelos “não é rara”. Sabe o que fazer?
181207. Por Filipa Matias Pereira

O Centro de Informação Antivenenos alerta para a necessidade de saber identificar os cogumelos que confeciona.

© iStock

Sabe identificar os cogumelos comestíveis dos que são nocivos para a saúde? Sabe como agir mediante uma intoxicação por cogumelos? Depois de cinco pessoas terem sofrido uma intoxicação devido à ingestão de cogumelos, em Lordosa, no concelho de Viseu, o Centro de Informação Antivenenos (CIAV) emitiu um esclarecimento.

Ora, contrariamente ao que se possa equacionar, este tipo de intoxicação “não é rara” e os primeiros sinais ou sintomas podem aparecer cerca de duas horas após a ingestão, nomeadamente vómitos, diarreia abundante e dores abdominais.

Em caso de intoxicação, deve contactar de imediato o Centro de Informação Antivenenos do INEM – 808 250 143 - e seguir as instruções dadas pelo médico.

Quando consumir cogumelos silvestres deve guardar, pelo menos, um exemplar de cada espécie consumida, já que em caso de intoxicação deverá ter esses exemplares para que a assistência médica possa atuar com maior eficácia. Descreve ainda a nota publicada no site institucional do INEM que “é ainda mais perigoso quando os sintomas aparecem seis horas ou mais após a ingestão”.

Importa ainda seguir os concelhos do INEM e não apanhar nem cozinhar cogumelos frescos, se não os conseguir distinguir com exactidão. Se após a ingestão de cogumelos surgirem sintomas, nomeadamente vómitos e diarreia, deve contactar de imediato o CIAV.

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

FARINHA DE TRIGO CURA QUEIMADURA DE ÁGUA FERVENTE

Recebi por e-mail, mas já conhecia.

Uma vez eu estava a cozinhar milho verde e quando coloquei o garfo na água a ferver para ver se o milho estava pronto, sem querer, acabei queimando a mão toda com água fervente...

Um amigo meu, que era veterano de guerra no Vietname, estava lá em casa e ele perguntou-me se eu tinha e onde estava a farinha de trigo...

Eu indiquei-lhe e ele, tirou o pacote e enfiou a minha mão toda dentro da embalagem e disse para eu conservar a mão na farinha por 10 minutos, o que eu fiz.

Disse-me ele que, no Vietname, um soldado estava todo a arder e, em pânico, os camaradas jogaram um saco inteiro de farinha por cima dele todo, o que apagou o fogo. Isso não só apagou o fogo, mas, depois, reparámos que ele não ficara sequer com uma simples bolha!!!!

Encurtando a história, eu pus a minha mão no saco de farinha por dez minutos, e quando a retirei não tinha nem uma mancha vermelha, nem bolha e NEM DOR ALGUMA!!!

Agora, eu mantenho um pacote de farinha de trigo no frigorífico e, sempre que me queimo, uso a farinha de trigo e NUNCA tive uma bolha, nem cicatriz, nem nada. A farinha gelada é melhor ainda do que a que está à temperatura ambiente.