Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

domingo, 21 de maio de 2017

quarta-feira, 17 de maio de 2017

FALTA VITAMINAS D e K E O PERIGO DE HIPERTENSÃO

A falta destas duas vitaminas aumenta o risco de hipertensão https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/795446/a-falta-destas-duas-vitaminas-aumenta-o-risco-de-hipertensao 170517. POR DANIELA COSTA TEIXEIRAbr />
A ingestão de couves ou vegetais de folha verde pode prevenir males maiores.

Na hora de zelar pela saúde do coração, há um aspeto que importa cada vez mais ter em conta: a alimentação. Aquilo que comemos diariamente tem um impacto direto (para bem e para o mal) na saúde em geral e em particular na saúde do coração.

Enquanto alguns alimentos se assumem como inimigos da saúde cardiovascular (como é o caso de todos os que têm grandes quantidades de sódio, gorduras saturadas, gorduras trans ou açúcar), outros não só conseguem remediar males maiores como podem mesmo assumir a postura de escudos protetores (incluindo-se aqui algumas sementes, vegetais e ainda gorduras saudáveis como o azeite e o abacate).

Seguir uma alimentação saudável é o requisito mínimo para uma boa saúde cardiovascular, mas há que prestar uma especial atenção à presença de duas vitaminas: a D e a K. Diz um recente estudo da Universidade Livre de Amesterdão que a carência destes dois micronutrientes pode desencadear o aumento de riscos cardiovasculares, mais concretamente de hipertensão (uma das condições que está na origem de um vasto leque de problemas cardíacos).

Conta o Buena Vida do jornal As que os cientistas notaram uma ligação direta entre os baixos níveis de vitamina D (micronutriente que facilita a absorção do cálcio e que está presente nos ovos, no salmão e na exposição solar, por exemplo) e de vitamina K (couve-de-bruxelas, espargo, couve-flor, repolho, caril e pimento) estão diretamente ligados à hipertensão depois de terem analisado os níveis de pressão arterial de pessoas entre os 55 e os 65 anos. Na pratica, adianta a publicação, a escassez destas duas vitaminas levou a que 62% dos participantes fosse diagnosticado com hipertensão no espaço de seis anos.

HIPERTENSÃO FACTOR DE AVC


Hipertensão... uma porta aberta para o AVC

https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/795304/hipertensao-uma-porta-aberta-para-o-avc
170517. Por Notícias ao Minuto

Hoje, 17 de maio, assinala-se o Dia Mundial da Hipertensão, um importante fator de risco para o AVC.

No âmbito do Dia Mundial da Hipertensão, que se assinala anualmente a 17 de maio, a Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral alerta para a importância da hipertensão arterial (HTA) como fator de risco para o Acidente Vascular Cerebral (AVC) através deste artigo escrito pelo Dr. Jorge Poço, coordenador da Unidade de AVC da Unidade Local de Saúde do Nordeste (ULSNE) e membro da Sociedade Portuguesa do AVC.

A HTA, definida de uma forma sucinta como a presença de valores de Pressão Arterial (PA) sistólica (vulgarmente conhecida por máxima) iguais ou superiores a 140 mmHg e/ou PA diastólica (conhecida por mínima) iguais ou superiores a 90 mmHg é, de facto, um fator de risco presente em 30 a 45% da população em geral, aumentando progressivamente nas populações mais idosas, que são uma ‘fatia’ importante das sociedades ocidentais.

Sabe-se que muitos dos doentes hipertensos, mesmo que medicados, mantêm valores acima do desejável. Estes valores elevados, poderão levar ao aparecimento de lesões em vários órgãos do corpo humano, entre os quais o cérebro, podendo surgir assim a mais temível das complicações: o Acidente Vascular Cerebral (AVC), que continua a ser a principal causa de morte e de incapacidade crónica em Portugal.

Sendo a hipertensão arterial (HTA) o principal fator de risco suscetível de intervenção na prevenção do AVC é, portanto, fundamental insistir em alguns pontos fundamentais:

• Se indicado, deve-se tomar regularmente a medicação, não caindo no erro frequente de deixar de a tomar porque as "tensões têm andado bem!".
• A responsabilidade deverá começar nas pessoas, através de uma cultura de vida adequada, principalmente através de hábitos alimentares saudáveis (com redução do consumo de sal) e prática regular de exercício físico;
• É prioritário fazer o diagnóstico, o tratamento e o controlo da HTA, sendo que neste processo é fundamental a atuação do seu médico e enfermeiro de família (para aconselhamento, vigilância, deteção e tratamento). Para tal deve-se recorrer aos cuidados de saúde, para que estes profissionais possam ajudar;
• Não se pode desvalorizar os valores elevados que possam surgir nas avaliações feitas em casa e que muitas vezes são justificados por poder estar "nervoso" ou "ansioso".

Sabendo-se que, através destes mecanismos, se consegue uma redução de até 40% de AVCs, estão aqui os argumentos mais que suficientes para nos fazer pensar duas vezes ou mais!

Os benefícios no tratamento e controlo da hipertensão arterial são para si e para quem o ama. Em caso de AVC, os que o rodeiam também sofrerão!

Para terminar, insiste-se na importância da redução do consumo de sal, a prática de exercício físico e a vigilância dos valores da pressão arterial, com a toma regular de medicação, se for o caso. E, não se esqueça: o futuro pode estar nas suas mãos!, avisa o especialista.

sábado, 13 de maio de 2017

SINAIS DA IDADE



As 20 situações que nos fazem sentir velhos
Extraído do artigo de Vânia Marinho.

A partir do 40 anos, certas situações podem fazer com que nos alarmemos em relação ao avançar da idade.

Um questionário realizado a dois mil adultos descobriu que geralmente começamo-nos a sentir a envelhecer aos 40 anos.

A partir desta idade, situações como perder as chaves ou encontrar cabelos brancos têm um especial impacto fazendo com que nos sintamos velhos.

Segundo o que este estudo apurou e o Mirror reportou, podemos confirmar as seguintes 20 situações que nos fazem sentir velhos:

1.- Notar rugas no rosto,
2.- Perceber que a sua visão já não é tão boa como costumava ser,
3.- Perceber que a sua audição já não é tão boa como costumava ser,
4.- Sentir que a sua imagem está mais velha,
5.- Notar que os ossos fazem barulho quando se senta e levanta,
6.- Encontrar cabelos brancos,
7.- Entrar numa divisão e não se lembrar do que é que lá foi fazer,
8.- Ter dificuldade em baixar-se para brincar com os seus filhos,
9.- Começar a usar a frase "Quando eu era novo",
10.- Ter de parar de fazer certos desportos porque é demasiado lento e se sente cansado,
11.- Notar que está a perder cabelo,
12.- Não se lembrar de onde estacionou o carro,
13.- Procurar os óculos sem perceber que os tem na cara,
14.- Sentir-se demasiado cansado para fazer sexo,
15.- Esquecer-se temporariamente do nome do seu filho,
16. -Começar a ir de carro para sítios para onde costumava ir a pé ou de bicicleta,
17.- Perder as chaves,
18.- Usar meias com sandálias,
19.- Desenvolver o gosto por xerez,
20.- Começar a fazer o truque da moeda atrás da orelha às crianças.

Mas não devemos deixar-nos arrastar por tais preocupações, mas procurar manter a vivacidade com interesse pelo que se passa em redor e no Mundo e tentar aprender mais, a fim de manter o cérebro activo, para não perder completamente a JUVENTUDE.

CUIDADOS COM OS SINAIS NA PELE

Transcrição:

Guia para perceber se um sinal pode ser maligno
Por Vânia Marinho e Lusa

Conheça os cinco sinais que ajudam os especialistas - e que o podem ajudar a si – a detetar se um sinal na pele pode ser canceroso.

À medida que os anos vão passando e que a nossa pele também vai envelhecendo, começam a aparecer sinais de uma forma quase misteriosa.
Podem surgir em várias formas, cores e tamanhos, mas enquanto muitos são inofensivos, alguns podem não ser.

O cancro da pele é a segunda forma mais comum da doença em pessoas com menos de 50 anos. Os especialistas alertam que a percentagem de diagnósticos precoces podia ser muito mais alta.

O melanoma é o tipo de cancro da pele mais grave, mas também um dos cancros mais tratáveis. Para conseguir perceber se um sinal é motivo de preocupação e deve ser visto por um médico há cinco sinais a que deve estar atento:

1. À assimetria do sinal, ou seja se o sinal tem uma forma irregular;

2. Aos limites do sinal. Se o sinal não é perfeitamente redondo e as suas margens são irregulares;

3. Às mudanças de cor. Se um sinal muda de cor ou tem uma cor diferente em algumas partes, deve pedir ao seu médico de família ou dermatologista que o analise;

4. Ao diâmetro. Qualquer aumento no tamanho do sinal, em particular se for de mais de seis milímetros, deve ser registado e analisado por um especialista;

5. Aos relevos. Se o sinal ficar com uma elevação irregular, deve pedir que o seu médico o analise para confirmar se está tudo bem.

Abaixo pode ver um pequeno vídeo com uma animação em inglês que destaca estes sinais:
[Vídeo]
https://youtu.be/Qww4riEyl2w

terça-feira, 2 de maio de 2017

PESO A MAIS. PORQUÊ?



Peso a mais? Estes podem ser os culpados

Os quilos a mais nem sempre são culpa apenas da má alimentação. Veja tudo o que pode estar a interferir com o peso.
LIFESTYLE SAÚDE 23:09 - 27/04/17 POR DANIELA COSTA TEIXEIRA

A luta contra o excesso de peso é uma realidade cada vez mais global e um dos fatores que mais impacto negativo tem na saúde e qualidade de vida das pessoas, deixando-as à mercê de várias doenças relacionadas com o estilo de vida, como os problemas cardiovasculares causados pelo aumento do colesterol ou ainda a diabetes tipo 2.
Embora o peso a mais esteja fortemente associado às más escolhas alimentares, esta realidade afeta até mesmo as pessoas que seguem uma alimentação saudável e equilibrada. Sim, as escolhas alimentares são determinantes para os quilos extra (ou para perdê-los), mas estão longe de serem as únicas culpadas nesta luta.
O estilo de vida é também determinante e, aqui, o sedentarismo assume-se como maior vilão dos números que aparecem na balança. Contudo, também a genética e algumas doenças – como estas auto-imunes – podem interferir com a capacidade de fazer frente ao peso a mais.
O site Buena Vida do jornal As listou tudo aquilo que pode interferir com a capacidade de emagrecer. Saiba quem são os verdadeiros culpados.

Peso a mais? Estes podem ser os culpados
1- Dieta desequilibrada. Como não poderia deixar de ser, as más escolhas alimentares são determinantes para o ganho de peso.
2- Viagens ou mudanças de hábitos, que obriguem a refeições mais rápidas e práticas (mas menos saudáveis).
3- Doenças, sejam elas a síndrome metabólica, a depressão ou problemas auto-imunes.
4- Sedentarismo.
5 - Deixar de fumar, uma vez que a escassez de nicotina vai estimular os neurotransmissores relacionados com o apetite.
6 - Mudança de casa, especialmente quando isso implica ir para uma localidade que não se conhece e onde não se tem amigos e familiares.
7 - Genética, especialmente quando tanto o pai como a mãe apresentam excesso de peso. Neste caso, o risco de ter peso a mais é 80% maior.
8- Alguns medicamentos, como os antidepressivos ou calmantes.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

BENEFÍCIOS DOS MIRTILOS PARA A SAÚDE



Os 10 benefícios dos mirtilos para a saúde

Os mirtilos são pequenos frutas, doces e suculentas, que pertencem à família Ericaceae. Essas frutas vêm em uma variedade de cores que variam do azul, vermelho e roxo. Os mirtilos são cultivadas em grandes quantidades nos países da América do Norte. Os mirtilos são consumidos crus ou usado na preparação de molhos, compotas, geleias e sorvetes. Eles são uma excelente fonte de antioxidantes e são conhecidos por seus grandiosos benefícios à saúde. Então, vamos dar uma olhada nos benefícios nutricionais dos mirtilos.

Benefícios nutricionais dos mirtilos: Os mirtilos são frutas de baixas calorias. Eles fornecem cerca de 60 calorias por 100 gramas de seu consumo. Ele contém carboidratos, açúcar e fibra dietética. Além disso, Os Mirtilos são uma excelente fonte em Vitamina A, vitamina B, Vitamina C, Vitamina E e Vitamina K. E os Minerais como o Potássio, Cálcio, Magnésio e Fósforo. Os Mirtilos também são ricos em antioxidantes. tais como, A antocianina, flavonóis e alguns compostos fenólicos são encontrados em mirtilos.

Benefícios dos mirtilos para cérebro: Os Mirtilos são um alimento maravilha quando se trata da saúde do cérebro, são ricos em antioxidantes chamados flavonóides. Estes nutrientes ajudam a aumentar o fluxo de oxigénio e de sangue no cérebro, mantendo, assim, as células do cérebro saudável. A perda de memória ocorrida durante o envelhecimento e a perda das funções cognitivas podem ser combatidas pelo seu consumo. Além disso, Os mirtilos possuem antocianina, selênio, Vitaminas do Complexo B e minerais como cobre, magnésio e zinco são outros nutrientes saudáveis para o cérebro. Eles podem promover a saúde do sistema nervoso central e podem prevenir danos cerebrais e células nervosas.

Benefícios dos mirtilos para olhos: Os mirtilos é rico em flavonóides, como a rutina, resveratrol e a quercetina. Estes compostos ajudam na prevenção da degeneração macular e outros problemas relacionados com a saúde dos olhos. Os carotenóides e antocianinas presentes nos mirtilos ajudam a melhorar a cegueira noturna. Além disso, Os mirtilos é rico em antioxidantes que podem proteger os olhos dos danos dos radicais livres e a Vitamina A ajuda na proteção da retina.

Os Mirtilos previnem o Câncer: Os mirtilos são uma excelente fonte em antioxidantes, tais como o Pro-antocianidinas, resveratrol, flavonóis e tanino que ajudam a inibir o crescimento de células cancerosas. Estes antioxidantes podem inibir o processo de oxidação das células por radicais livres. Pterostilbeno Mostrou-ser ser capaz de evitar Câncer de cólon e de fígado. A Luteolina é um tipo de flavona presente nos mirtilos, Ela ajuda a reduzir o aparecimento de câncer de ovário em 30%.

Benefícios dos mirtilos para o coração: As antocianinas são os antioxidantes que podem reduzir o nível de colesterol LDL e de triglicérides. Eles podem impedir a formação de placas nas artérias e, assim, reduzir o fluxo de sangue ao longo do corpo.

Benefícios dos mirtilos na digestão: Os mirtilos é rico em vitamina C. A Vitamina C ajudam na estimulação de vários enzimas digestivas, que podem desintegrar as partículas de alimento. portanto, ajudando a limpar o trato digestivo.

Os mirtilos protegem o trato urinário: O Consumo de Mirtilos ajudam a restringir o aparecimento de bactérias como b-coli no revestimento das vias urinárias. Assim, a sensação de queimação e inflamação no trato urinário podem ser mantidos à distância.

Benefícios dos mirtilos na perda de peso: Estudos descobriram que o consumo de Mirtilos podem ajudar a queimar a gordura da barriga. Os Mirtilos é pobre em calorias e oferecem pequena quantidade de gorduras. Além disso, Os Mirtilos é rico em uma grande quantidade de vitamina C que auxilia na redução do excesso de gordura no corpo. Ele tem ajudam a reduzir o colesterol e triglicéridos corpo, devido os antioxidantes!

Benefícios dos mirtilos para a pele: A antocianina e a Vitamina C são alguns dos anti-oxidantes presentes nos Mirtilos. Estes antioxidantes ajudam a proteger a pele dos raios nocivos e evitar a oxidação das células. Tais como os danos da pele, rugas e manchas. Ele ainda possuir propriedades anti-inflamatórias que ajudam a reduzir as acne e furúnculos.

Outros benefícios dos mirtilos para a saúde:
Os Mirtilos têm propriedades anti-inflamatórias que ajudam a acalmar garganta e evitar o congestionamento.
Os Mirtilos são uma excelente fonte de Vitamina c e ajudam na prevenção de gripe e resfriados.

SISTEMA IMUNITÁRIO. FACTOS CURIOSOS

Factos curiosos sobre o sistema imunitário que possivelmente não conhece
170501. POR DANIELA COSTA TEIXEIRA


O sistema imunitário é o escudo protector da saúde. Fique a saber mais.
© iStock LIFESTYLE CORPO HÁ 3 HORAS POR DANIELA COSTA TEIXEIRA

O sistema imunitário é um conjunto de estruturas e processos biológicos, que incluem células, tecidos e órgãos, que tem como função a protecção do organismo, deixando-o capaz de combater contra todo o tipo de agressores e, assim, promover a boa saúde.
Ter um sistema imunitário forte é sinónimo de saúde a todos os níveis. Este ‘escudo protector’, quando intacto, consegue prevenir e curar alguns tipos de doenças ou problemas de saúde.

Como lhe contámos aqui, existem factores que interferem directamente com o sistema imunitário, que está ‘ligado’ as intestinos e que pode, na verdade, ser o segredo para a cura do cancro. Mas há mais a conhecer sobre este conjunto de defesa pessoal. De acordo com o Huffington Post, eis cinco curiosidades sobre o sistema imunitário:

1 – O sistema imunitário consegue reinventar-se dia após dia, ou seja, é sempre capaz de fazer frente a novos agentes agressores, como germes, bactérias, vírus ou parasitas. A imunidade é construída todos os dias, salvo em casos de doenças ou síndromes auto-imunes.

2 – O sistema imunitário depende e fica a ganhar com a glândula timo, mas esta atinge o seu auge apenas durante a puberdade, altura em que é mais capaz de combater as bactérias e vírus. Depois da adolescência, a glândula timo encolhe e, aos poucos, torna-se num depósito de tecido adiposo;

3 – Lavar as mãos é uma das formas mais eficazes de proteger o sistema imunitário, uma vez que previne a propagação de doenças que surgem facilmente com o contacto repetido e continuado com germes;

4 – Estilo de vida saudável é determinante para o sistema imunitário, estando a boa qualidade do sono, a alimentação equilibrada, o exercício físico e a meditação entre os factores que mais contribuem para um escudo protector mais eficaz.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

BENEFÍCIOS DE COMER PAPAIA



Nove bons motivos para comer mais papaia
17-04-2017. Por Notícias ao Minuto

Está a chegar o calor e com ele chegam também algumas das frutas exóticas mais apetitosas e saudáveis. A papaia é uma delas.

Com um sabor e uma textura que agradam a muitos, a papaia assume-se cada vez mais como uma das protagonistas da alimentação nos dias quentes.

Esta fruta tropical destaca-se não só pela cor vibrante, mas também pelo vasto leque de nutrientes que possui. O seu baixo teor calóricas (cerca de 39 calorias por cada 100 gramas) faz ainda com que a papaia seja um dos alimentos que mais promove a alimentação saudável e o peso adequado, sendo, por isso, óptima na luta contra os quilos extra.

Ao site Buena Vida do jornal As, a presidente do Conselho-Geral de Dietistas e Nutricionistas de Espanha, Alma Palau, destaca que o consumo de fruta está associado a “uma diminuição do risco de padecer de obesidade, hipertensão, enfermidades cardiovasculares ou alguns tipos de cancro”. A papaia, explica, “é uma fruta e, como tal, o seu consumo ajuda a diminuir o risco destas doenças”.

A papaia é um dos alimentos que mais promove a saúde e bem-estar do organismo e da pele e não faltam bons motivos para se deixar render a esta fruta.

Conheça os nove principais benefícios desta fruta:

1.Aumenta as defesas naturais devido ao elevado teor de vitamina C,
2.Tem uma função antioxidante graças à vitamina,
3. É um dos alimentos que mais promove a boa digestão das proteínas,
4. Melhora a saúde intestinal devido ao elevado teor de fibra, cerca de dois gramas por 100 gramas,
5. Por possuir cálcio, magnésio, potássio e fósforo, a papaia ajuda a equilibrar o equilíbrio ácido-base do organismo,
6. Pode ser usada como um esfoliante natural,
7. Ajuda a combater infecções cutâneas, como a acne, especialmente quando aplicada diretcamente na pele.
8. Contém mais carotenóides do que outras frutas.
9. É rica em vitamina A e ajuda a eliminar as células mortas da pele.

BENEFÍCIOS DA ÁGUA COM ESTÔMAGO VAZIO

Água com estômago vazio!! Leia...

Quanto mais se sabe, maiores hipóteses de sobrevivência...


Um cardiologista diz que se todos que receberem esta mensagem, a enviarem a pelo menos uma das pessoas que conhecem, pode ter a certeza de que, pelo
menos, poderá salvar uma vida.Ll

Beba água com estômago vazio.

Hoje é muito popular, no Japão, beber água imediatamente ao acordar. Além
disso, a evidência científica tem demonstrado estes valores. Abaixo
divulgamos uma descrição da utilização da água para os nossos leitores.

Para doenças antigas e modernas, este tratamento com água tem sido muito bem sucedido....

Para a sociedade médica japonesa, uma cura de até 100% para as seguintes
doenças:

Dores de cabeça, dores no corpo, problemas cardíacos, artrite, taquicardia,
epilepsia, excesso de gordura, bronquite, asma, tuberculose, meningite,
problemas do aparelho urinário e doenças renais, vómitos, gastrite,
diarreia, diabetes, hemorróidas, todas as doenças oculares, obstipação,
útero, câncer e distúrbios menstruais, doenças de ouvido, nariz e garganta.

Método de tratamento:
1. De manhã e antes de escovar os dentes, beber 2 copos de água.

2. Escovar os dentes, mas não comer ou beber nada durante 15 minutos.

3. Após 15 minutos, você pode comer e beber normalmente.

4. Depois do lanche, almoço e jantar não se deve comer ou beber nada durante
2 horas.

5. Pessoas idosas ou doentes que não podem beber 2 copos de água, no início
podem começar por tomar um copo de água e aumentar gradualmente.

6. O método de tratamento cura os doentes e permite aos outros desfrutar de
uma vida mais saudável..

A lista que se segue apresenta o número de dias de tratamento que requer a
cura das principais doenças:

1. Pressão Alta - 30 dias
2. Gastrite - 10 dias
3. Diabetes - 30 dias
4. Obstipação - 10 dias
5. Câncer - 180 dias
6. Tuberculose - 90 dias
7. Artrite - Os doentes com artrite devem continuar o tratamento por apenas
3 dias na primeira semana e, desde a segunda semana, diariamente.

Este método de tratamento não tem efeitos secundários. No entanto, no início
do tratamento terá de urinar frequentemente.

É melhor continuarmos o tratamento mesmo depois da cura, porque este
procedimento funciona como uma rotina nas nossas vidas. Beber água é
saudável e dá energia.

Isto faz sentido: o chinês e o japonês bebem líquido quente (chá verde) com
as refeições, e não água fria.

Talvez tenha chegado o momento de mudar seus hábitos de água fria para água quente, enquanto se come.. Nada a perder, tudo a ganhar!

Para quem gosta de beber água fria.

Beber um copo de água fria ou uma bebida fria após a refeição solidifica o
alimento gorduroso que você acabou de comer. Isso retarda a digestão.

Uma vez que essa 'mistura' reage com o ácido digestivo, ela reparte-se e é
absorvida mais rapidamente do que o alimento sólido para o trato
gastrointestinal. Isto retarda a digestão, fazendo acumular gordura em nosso
organismo e danifica o intestino.

É melhor tomar água morna, ou se tiver dificuldade, pelo menos água natural.

Nota muito grave - perigoso para o coração:

As mulheres devem saber que nem todos os sintomas de ataques cardíacos vão ser uma dor no braço esquerdo.

Esteja atento para uma intensa dor na linha da mandíbula. Você pode nunca
ter primeiro uma dor no peito durante um ataque cardíaco.

Náuseas e suores intensos são sintomas muito comuns.

60% das pessoas têm ataques cardíacos enquanto dormem e não conseguem
despertar. Uma dor no maxilar pode despertar de um sono profundo...

Sejamos cuidadosos e vigilantes.

Um cardiologista diz que se todos que receberem esta mensagem, a enviarem a pelo menos uma das pessoas que conhecem, pode ter a certeza de que, pelo
ondemenos, poderá salvar uma vida.


NOTA:
Não deixe de visitar mais posts neste Blog onde encontrará muitos conselhos para manter a saúde com base em produtos naturais que não têm efeitos secundários.

domingo, 16 de abril de 2017

13 DICAS ABALIZADAS PARA VIVER MAIS, COM SAÚDE

Extracto da 1ª parte do artigo «37 factos sobre alimentos que ajudarão a viver mais», de Michelle Grouch na revista Selecções Reader’s Digest de Abril 017

ESTRELAS NUTRICIONAIS

1. Chucrute
«Quando são naturalmente fermentados e refrigerados, o chucrute, o kimchi, o iogurte e o kefir contêm probióticos naturais que ajudam a povoar os intestinos com bactérias boas que nos protegem de constipações e gripes.»
JUSTIN SONNENBURG, Professor da Universidade de Stanford

2. Bagas
«As bagas possuem altos níveis e antioxidantes que podem diminuir o risco de ataque cardíaco, de alguns tipos de cancro, e diabetes e o declínio cognitivo. Procure framboesas pretas, mirtilos, arandos ou groselhas pretas.»
DAVID C. NIEMAN, Director do Laboratório de Performance Humana de Appalachian State University

3. Atum em Lata
«É uma das proteínas mais baratas do supermercado e está cheiinha de ómega-3, vitamina D e selénio.»
KATE GEAGAN, Nutricionista

4. … e os outros peixes
«Num estudo alargado concluiu-se que o consumo de, pelo menos, uma refeição de peixe por semana reduz em 60% o risco de desenvolvimento de doença de Alzheimer.»
MARTHA CLARE MORRIS, Directora do Departamento Nutrição e Epidemiologiado Centro Médico da Universidade Rush

5. Chocolate Preto (70% cacau)<
«Esta delícia mostrou aumentar o bom colesterol, baixar o mau colesterol, reduzir a tensão arterial, favorecer a saúde cerebral e melhorar o humor. A investigação mostra que o chocolate preto também satisfaz simultaneamente os desejos de alimentos doces e salgados.»
CYNTHIA SASS, Especialista em saúde pública, nutricionista

6. Vinho
«Um ou dois copos por dia - de vinho e talvez de outras bebidas alcoólicas - pode ajudar a baixar o colesterol e a melhorar a saúde do coração e do cérebro. Não se imponha restrições durante toda a semana para se «vingar» ao fim e semana: mais do que dois copos é prejudicial para a saúde.»
KENNETH S. KOSIK, Médico, especialista em nutrição

7. Couve-roxa
«Tem as mesmas características e antioxidantes das bagas – e é muito mais barata. Cortada em juliana é um acompanhamento saudável e colorido.»
MICHAEL GREGER, Médico, especialista em nutrição

8. Nozes (frutos de casca dura)
«Cinco ou mais porções de cerca de 140 g de nozes ao longo da semana pode reduzir para metade o risco de doença cardíaca. Avelãs, amêndoas, nozes-pecã… espalhe-as sobre os cereais todas as manhãs.»
GARY FRASER, Cardiologista e epidemiologista na Universidade Loma Linda

9. Vegetais e folha verde
«Um estudo descobriu que os idosos que comem pelo menos uma dose de vegetais de folha verde por dia têm as capacidades cognitivas de alguém 11 anos mais jovem.» Estes ingredientes também beneficiam o coração e a saúde dos ossos e ajudam a prevenir o cancro.»
MARTHA CLARE MORRIS,Médica, especialista em nutrição

10. Feijões
«O equivalente a uma chávena por dia aumenta a longevidade. São baratos e, em termos de qualidade/preço, fornecem ainda mais proteína que a carne, têm hidratos de carbono complexos e são cheios de fibras. Além disso, os feijões ajudam à proliferação de bactérias boas no intestino, tornam mais fácil a perda de peso e controlam as inflamações que causam a diarreia.»
DAN BUETTNER, Autor e associado da National Geographic

11. …E qualquer alimento que brote
«Nozes, frutos, feijões e cereais integrais são todos ricos em fitoquímicos e em componentes anti-inflamatórios.»
DARIUSH MOZAFFARIAN, Médico, nutricionista da Faculdade Friedman de Ciências da Nutrição da Universidade de Tufts

12. Açafrão ou Curcuma
«Muitos ensaios clínicos mostram que pode desempenhar um papel na prevenção e tratamento de doenças cardíacas, osteoartrite e alguns tipos e cancro. Recomendo um quarto de colher de chá por dia. Se não apreciar o sabor, pode sempre tomar em comprimidos.»
MICHAEL GREGER, Médico, especialista em nutrição

13. Sementes de linhaça
«Cheias de fibra e de ómega 3, as sementes de linhaça ajudam a evitar doenças de coração, cancro, diabetes e declínio cognitivo, e ajudar a tratar os sintomas da artrite reumatóide. Moa-as e junte-as a aveia, iogurte, panquecas, waffles, saladas, sopas, sanduíches e muito mais.»
ANGIE EAKIN. Médica de cuidados primários, especializada em nutrição no Centro Médico Barnard

quarta-feira, 12 de abril de 2017

NÃO COMA CARNE TODOS OS DIAS

Cada vez mais estudos sugerem que se deve limitar o consumo diário de carne – seja pelo ambiente, pela saúde do corpo ou puramente para poupar.

Tendo isto em consideração, várias pessoas têm adotado o ‘dia sem carne’. Parece-lhe impossível passar um dia sem comer qualquer tipo de carne? Não só é totalmente possível, como até é capaz de o fazer sem qualquer sofrimento ou ausência de sabor e prazer a comer.

O Buena Vida do El País partilha os quatro truques essenciais para conseguir ‘sobreviver’ a um dia sem carne:

Certifique-se de que continua a ingerir proteínas. A Universidade de Harvard aconselha a incluir 25% de proteínas saudáveis em cada refeição. Estas podem vir de legumes, frutos secos, tofu, peixe ou ovos, em vez da carne vermelha ou processada – cujo consumo não deve ser superior a 500gr.

Conheça as alternativas à carne. O tofu e outros derivados da soja são grandes alternativas à carne, mas não são as únicas. Não se esqueça das fontes de proteína vegetal. As melhores são: cogumelos, ervilhas, espinafre, repolho, brócolos, couve-de-bruxelas, alcachofra, espargos e milho.

Não caia no erro de substituir a carne por hidratos de carbono. Aumentar o consumo de hidratos de carbono refinados e diminuir o consumo de proteína afeta negativamente os níveis de açúcar e colesterol no sangue, aumentando o risco de doenças cardiovasculares e diabetes. Além disso a proteína promove uma saciedade mais duradoura do que os hidratos de carbono, se só apostar nos segundos vai passar o dia com fome e sem energia.

Inscreva-se numa iniciativa de grupo. O ‘World Free Meat Day’ celebra-se a 12 de junho. Inscrever-se neste ou noutras iniciativas do género com pessoas conhecidas ou desconhecidas vai tornar a tarefa de não comer carne durante um dia muito mais fácil e até recompensadora.

PÁSCOA FELIZ

Caras Amigas e caros Amigos, Desejo a todos vós e vossos familiares e Amigos uma Páscoa com saúde, alegria e com sinais que vos inspirem confiança e esperança em dias melhores e que seja ultrapassada depressa a actual crise e ameaça mundial de convulsões indesejadas.

sexta-feira, 31 de março de 2017

HÁBITOS PARA TER UMA VIDA MELHOR

20 hábitos diários para ter uma vida melhor

Se praticar estes hábitos diariamente vai conseguir mudar a sua vida para melhor.

1.Faça exercício ao acordar

 Alguns minutos de exercícios musculares logo de manhã, pouco depois de acordar, ajudam a despertar o corpo e impedem a acumulação de gordura corporal durante o resto do dia. Se não tiver tempo de ir ao ginásio, tente fazer 20 a 30 minutos de flexões, abdominais, agachamentos e outros exercícios.

2. Faça uma lista

 A melhor coisa para relaxar é não pensar no que tem a fazer no dia seguinte e, com a lista, poderá descansar sabendo que será mais produtivo(a) com tudo organizado.

3. Mande mensagens

De cada vez que se ligar ao Facebook, envie uma mensagem a alguém com quem não tenha falado há algum tempo. Este hábito fará com que manter o contacto com velhos amigos que não quer perder se torne automático.

4. Faça primeiro o que gosta menos

Quando chegar ao trabalho, dedique-se primeiro às tarefas de que gosta menos, dessa forma liberta-se do problema para o resto do dia e sentir-se-á mais motivado(a).

5. Apanhe sol diariamente

 Logo de manhã, se possível, vá lá para fora e apanhe sol. O movimento, a luz e o ar fresco vão ajudar a acordá-lo, relaxá-lo e ajustar o ritmo circadiano de forma a manter-se alerta durante o dia e dormir melhor durante a noite.

6. Deixe passar a fúria on-line

Se vai estar a perder a cabeça de cada vez que alguém lhe disser algo que irrita nas redes sociais ou na i
Internet, então não vai viver muito tempo. Deixe passar, não responda, vá dar uma volta, fazer outras coisas e verá como, em pouco tempo, nada do que o enfureceu tem importância. Pelo menos, quando e se responder, o assunto não o afectará tanto.

7. Veja-se ao espelho

Quando se sentir incomodado pela maneira de ser ou por um hábito de outra pessoa, veja-se ao espelho e pense se não terá também a mesma maneira de ser ou hábito. Focar-se nas falhas de terceiros é um mau hábito em si mesmo, mas pode ser uma excelente ferramenta de auto-melhoria se o utilizar como forma de introspecção. Aprenda a questionar-se: "Será que também sou assim?".

8. Ultrapasse os medos

O medo pode ser tão poderoso que domina a sua vida. Aprenda a dizer-lhe "não" diminuindo-lhe influência: pergunte-se qual é a pior coisa que pode acontecer, objectivamente, e elabore um plano para lidar com isso quando e se acontecer. Os medos tendem a desaparecer quando são olhados de frente e confrontados com racionalidade.

9. Atitude nova para pessoas novas

Quando conhecer uma pessoa nova adote uma nova atitude: em vez de pensar "espero que goste de mim", experimente pensar "espero gostar desta pessoa". A mudança do foco, da sua necessidade ou do pensamento automático "espero que não seja um idiota", pode ajudá-lo a ver as melhores qualidades das pessoas e a manter uma expectativa positiva.

10. Vista-se como quer ser

Aquilo que vestimos não é tão importante para o que os outros pensam de nós como para a atitude que nós próprios adoptamos quando nos vestimos como quem queremos ser. Vista-se para uma entrevista telefónica como se tivesse ido pessoalmente e verá como a sua atitude é mais confiante.

11. Beba oito copos de água por dia

A maioria das pessoas vive crònicamente desidratada, prejudicando a saúde a longo prazo. Mantenha-se hidratado bebendo pelo menos oito copos de água por dia, o que equivale a um mínimo de 1,5l de água. Refrigerantes e bebidas alcoólicas não contam porque têm precisamente o efeito oposto: desidratam.

12. Coma os vegetais no início da refeição

A maioria das pessoas não ingere o mínimo de vegetais recomendados por dia e acaba por encher-se de calorias de que não precisa antes de chegar aos legumes ou à fruta. Resolva-se a comer os legumes, seja em sopa, seja em saladas, antes da refeição para garantir que fica de barriga cheia antes de ter o prato mais calórico à frente.

13. Medite dois minutos por dia

 Apenas dois minutos de meditação diariamente já são capazes de produzir alterações positivas em quem a pratica. Sentir-se-á mais calmo, mais feliz e menos centrado em si mesmo. O mais importante é fazê-lo todos os dias e não fazê-lo menos vezes durante muito tempo, porque a consistência vale mais do que a intensidade.

14. Faça pausas ao longo do dia

Sabia que pode aumentar a sua produtividade e capacidade de concentração se fizer mais pausas durante o trabalho? Experimente trabalhar 20-30 minutos, depois faz uma pausa de 5-10 minutos, repete algumas vezes e, finalmente, faz uma pausa de 30 minutos. Verá que perde menos tempo a fazer as coisas quando regressa ao trabalho e mantém-se completamente focado.

15. Seleccione os amigos nas redes sociais

Não deixe que as redes sociais o deprimam ou irritem. Use as listas do Facebook para organizar os amigos de forma a evitar os que são negativos e a manter por perto os que admira ou que o fazem sentir melhor. Se for caso disso, deixe de seguir quem incomoda (não deixam de ser amigos e ele(a) não vai saber) e sinta-se melhor.

16. Partilhe os créditos sempre que puder

Ninguém faz nada sozinho e quando se trabalha com outras pessoas a melhor atitude é partilhar os créditos. Fazê-lo não irá diminuir a sua importância, na maioria dos casos, mas fará com que essa atitude seja sempre lembrada pelos outros.

17. Ouça toda a gente

Quando qualquer grupo em que esteja envolvido tiver de tomar decisões, garanta que ouve a opinião de toda a gente - e não apenas a dos que fizeram questão de serem ouvidos. Algumas pessoas não dão opinião até ser-lhes pedida. Seja a pessoa que garante que essas pessoas são ouvidas.

18. Procure boas notícias

Se deixássemos, com base nas notícias, este seria um Mundo apocalíptico em que a Humanidade se degrada cada vez mais. Mas há boas notícias, procure-as! A verdade é que o Mundo é hoje um lugar melhor do que há 10 anos, com menos doenças, crime, violência, guerras e desgraças. Procure as notícias positivas para equilibrar as más que têm mais tempo de antena.

19. Procure pela melhor qualidade das pessoas

Em todas as pessoas com que se cruza diariamente, procure pelas melhores qualidades que possam ter, em vez de procurar motivos para detestá-la. Se procurar por motivos para gostar das pessoas, vai acabar por encontrá-los.

20. Adopte uma postura positiva

A linguagem corporal é poderosa para moldar a nossa mente e o mundo à nossa volta. Adopte uma postura positiva e confiante para se sentir optimista e cheio de confiança. Encoste-se para se sentir relaxado. Sorria e sinta-se mais feliz. Se controlar o seu corpo, pode controlar a sua mente.

quinta-feira, 30 de março de 2017

LIMÃO CONGELADO, BENÉFICO PARA A SAÚDE



Limão congelado... Não custa nada experimentar!

Uma amiga minha da Universidade de Kirche tem um tumor no pulmão e na anca. A irmã dela, que é enfermeira, enviou-lhe um e-mail sobre o limão. Ela passou a beber limonada já desde há algum tempo, e os seus tumores ficaram mais pequenos. O seu oncologista disse-lhe para continuar.

Penso que esta espantosa descoberta é muito proveitosa para a nossa saúde.

Tudo o que nós precisamos, é... de um LIMÃO CONGELADO.

Muitos profissionais da restauração, já utilizam o limão inteiro, nada é deitado fora.

Como podemos usar o limão inteiro sem nada desperdiçar?

Simples... coloque um limão bem lavado no congelador do frigorífico.

Quando este estiver congelado, utilize o ralador de cozinha e rale o limão inteiro (sem necessidade de o descascar), e polvilhe os seus alimentos com este preparado.

Polvilhe as suas bebidas, gelados, sopas, cereais, massas, molhos, arroz, sushi, peixe, whisky... a lista é interminável.

Todos os alimentos terão inesperadamente um sabor maravilhoso, algo que talvez não tenha conhecido antes. Provavelmente, até agora, você achava que só o sumo do limão tinha Vitamina C.

O limão completo introduz um novo sabor na comida. As cascas do limão que até agora eram deitadas fora, contêm cinco a dez vezes mais vitaminas do que o sumo.

Mas, a partir de agora, ao polvilhar o limão congelado (ralado) em cima dos seus alimentos, pode obter ainda mais saúde. As cascas do limão são saudáveis na medida em que destroem os elementos tóxicos do corpo. Congele um limão bem lavado e rale-o todos os dias por cima das suas refeições e bebidas.

Esta é a chave mágica para tornar os seus alimentos mais saborosos e você será mais saudável e viverá mais tempo.

Este é o segredo do limão que agora acaba de ser revelado.

É melhor conhecê-lo tarde do que nunca.

Os benefícios surpreendentes do limão:

O limão (citrus) é um fruto milagroso para matar as células cancerígenas.

É 10 000 vezes mais forte do que a quimioterapia.

Porque é que não sabíamos nada disto?

Porque existem laboratórios interessados em fazer uma versão sintética, que lhes dará enormes lucros. Você pode ajudar um amigo ao informá-lo que o sumo de limão é vantajoso no tratamento do cancro. O seu sabor é agradável e não provoca os efeitos secundários da quimioterapia.

Quantas pessoas morrem, enquanto este segredo é mantido para não pôr em perigo os interesses milionários da indústria farmacêutica?

Como sabemos, o limoeiro é conhecido pela sua variedade de limões e limas. Você pode comer as frutas de diferentes maneiras: a polpa, o sumo, preparação de bebidas, sorvetes, bolos, etc...

Apesar de um leque variado de benefícios do consumo do limão, o mais interessante é o efeito que produz sobre os quistos e tumores.

O limão é uma solução comprovada para todas as variantes do cancro.

Ele é considerado também um espectro anti-microbiano contra infecções bacterianas e fungos. É eficaz contra parasitas internos e vermes, regula a pressão sanguínea quando é muito alta, é um anti-depressivo e combate o stress e os distúrbios nervosos.

Uma informação de um dos maiores fabricantes de medicamentos do mundo, diz que após mais de 20 testes desde 1970, os resultados revelaram que destrói as células malignas de 12 tipos de cancro, incluindo o do cólon, da mama, da próstata, pulmão e pâncreas...

Os constituintes deste fruto são 10.000 vezes melhores do que o produto Adriamycin, um medicamento utilizado no mundo inteiro como químio-terapêutico para reduzir a velocidade do crescimento das células cancerígenas.

E o mais surpreendente é: este tipo de terapia com o extracto do limão, apenas destrói células cancerígenas malignas e não afecta as células saudáveis.

Então, lave um limão, congele-o e rale a totalidade da fruta sobre os seus alimentos, gelados e bebidas.

O seu corpo agradecerá…

sábado, 11 de março de 2017

ALIMENTAÇÃO VEGETARIANA TORNA PORTUGAL EXEMPLAR




Lei portuguesa é notícia lá fora. Portugal visto como um exemplo 
 Transcrição de notícia de GORETI PERA

Em causa está a aprovação de uma proposta que dita a introdução de menus vegetarianos nas cantinas públicas.

“É ilegal não disponibilizar pratos vegetarianos nas prisões, escolas e hospitais em Portugal”. É este o título de uma notícia difundida esta sexta-feira pelo jornal britânico Metro e que chegou ao top das mais lidas.

A aprovação no Parlamento da proposta do PAN, que determina que se introduzam opções vegetarianas nas cantinas públicas, causou surpresa no Reino Unido.

Na notícia criada a propósito da nova lei portuguesa, o Metro UK dá conta de que derivou de uma petição da Sociedade Vegetariana Portuguesa – ‘Petição pela inclusão de opções vegetarianas nas escolas, universidades e hospitais portugueses’ – que recolheu mais de 15 mil assinaturas.

O jornal recolheu inclusivamente a reação do porta-voz da Sociedade Vegetariana Portuguesa, que se congratulou com a decisão dos partidos. Recorde-se que a proposta do PAN recebeu os votos favoráveis do PS, Bloco de Esquerda CDU e a abstenção do PSD e CDS.

“Sentimos que este é um grande avanço em Portugal, porque é a primeira vez que temos uma lei que menciona especificamente o vegetarianismo. Vai promover a diversidade de hábitos alimentares e incentivar mais pessoas a escolher a opção vegetariana”, afirmou Nuno Alvim.

Uma petição semelhante no Reino Unido angariou, desde outubro, 16.560 assinaturas, mas precisa de 100 mil para ser debatida no Parlamento. Acredita-se que o exemplo de Portugal possa ser um incentivo para que uma lei semelhante possa ser criada no Reino Unido.

SEMENTES DE MAMÃO SÃO BENÉFICAS PARA A SAÚDE


video

Ouça o vídeo com atenção e tome nota da forma de preparar.

sexta-feira, 10 de março de 2017

O regime Paleolítico: regressemos à idade da pedra!


 Menos doenças, mais energia, menos barriga.
 Estas são as promessas do regime paleolítico, 
que advoga um retorno à alimentação dos
 nossos antepassados caçadores-recoletores.

O nosso código genético moldado, por milhões de anos de existência, determina as nossas necessidades nutricionais.

 Hoje assiste-se a uma inadaptação cada vez mais flagrante entre o meio ambiente e o nosso património genético.

É surpreendente constatar que o nosso genoma é quase idêntico ao do caçador-recoletor do período Paleolítico. O nosso património genético está perfeitamente adaptado ao meio ambiente e ao modo de vida dos nossos antepassados: alimentação composta em dois terços por produtos de origem vegetal e em um terço por produtos de animais selvagens – peixe e caça, com actividade física regular e intensa.

 Conclusão: a nossa herança genética hoje está completamente inadaptada ao estilo de vida moderno: alimentos hiper refinados, hipercalóricos e inatividade física generalizada.

 Os cereais só apareceram com o advento da Agricultura, e o período Neolítico, há cerca de 10.000 anos, enquanto a agricultura animal apareceu pela primeira vez há 7.000. O que quer dizer que até muito recentemente não havia nem cereais nem produtos lácteos, nem açúcar nem óleos vegetais. Ora o que a evidência cada vez mais sugere é que o divórcio entre a nossa dieta moderna e estilo de vida, e os nossos ainda muito paleolíticos genes, é responsável pela maioria das chamadas doenças da civilização que cada mais nos atingem: obesidade/sindroma metabólico, diabetes tipo 2, hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, hipercolesterolémia, doenças auto-imunes, osteoporose, doenças degenerativas e cancro.

 Antes, na altura em que o homem praticava a alimentação e o modo de vida paleolítico, não se conheciam praticamente estas doenças. 

Sabendo-se que a mortalidade infantil era alta devido à falta de condições de assistência ao parto, a taxa de mortalidade do homem Paléo era fraca até aos 40 anos. Fora da mortalidade infantil, morria-se em média aos 72 anos. o que é notável se levarmos em linha de conta que os antibióticos não existiam – o Fleming só apareceu em 1928…- e ao mais pequeno arranhão contraía-se uma infecção que podia depois resultar em septicémia e morte. 

 Assim, em 70% dos casos as mortes aconteciam como resultado duma infecção ou duma doença intestinal, em 20% dos casos na sequência de atos violentos ou acidentes, e só em 9% dos casos a morte resultava de doenças degenerativas (Gurven, M. and Kaplan, H. (2007), Longevity Among Hunter-Gatherers: A Cross-Cultural Examination. Population and Development review, 33: 321-365). 

Comer “Páleo” em 2015, significa adoptar uma alimentação simples à base de produtos naturais não transformados: carne (se possível oriunda da agricultura biológica, alimentada portanto de erva, sem antibióticos ou anabolizantes e privilegiar a de caça), peixe (se possível selvagem), ovos, frutas (evitar os sumos e as tropicais - banana, papaia, manga e ananás), vegetais, legumes (em número reduzido), nozes e amêndoas, batata doce, castanhas e inhame entre outros, deixando completamente de lado cereais, produtos lácteos e açúcar. 

O Prof. Doutor Manuel Pinto Coelho, 66 anos, médico, licenciado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, consagra a segunda parte da sua Vida a ajudar as pessoas a envelhecer de forma saudável, de maneira a conseguirem chegar “novas a velhas”, como diz. Doutorado em Ciências da Educação pela UTAD, Diplomado em Medicina anti-envelhecimento pela Universidade Autónoma de Barcelona e representante na Europa da Inflamaging Physician Network, está empenhado não só a tratar doenças, mas, antes de tudo, a preveni-las, ajudando as pessoas a atingir níveis superiores de bem estar, retardando e mesmo invertendo o processo de envelhecimento.


fonte : https://www.doutorpintocoelho.pt/noticia.php?id_not=27

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

ALIMENTAÇÃO CONTRA O CANCRO


Extracto do artigo com mesmo título, de Pedro Graça, na Revista Visão

... Felizmente, 1 em cada 3 cancros, pode ser prevenido através de comportamentos simples de adoptar.

-cessação do consumo de tabaco,
-redução do consumo de álcool,
-adoção de uma alimentação saudável e
-prática regular de exercício físico.

A eficácia destas medidas será tanto maior quanto mais precocemente se inicie, preferencialmente logo na infância.

Do ponto de vista alimentar, 10 medidas são consensuais para se reduzir o risco de ter cancro:

- Optar por cereais integrais sempre que possível (arroz, flocos de aveia ao pequeno almoço, pão de mistura ou integral…);

- Integrar diariamente leguminosas na sopa ou no prato (feijão, grão, lentilhas, ervilhas, favas…); - Consumir diariamente 400g ou mais de hortícolas e frutas variadas;

- Limitar o consumo de alimentos ricos em calorias (com teores elevados de açúcar e gordura) – Por exemplo produtos de pastelaria como croissants ou barras de chocolate.

- Evitar bebidas açucaradas de qualquer tipo, por exemplo, refrigerantes ou néctares de fruta muito doces.

- Reduzir o consumo de carne processada (enchidos, carne de fumeiro, chouriços, salsichas, carne enlatada…) para momentos ocasionais ao longo do mês, e reduzir o consumo de carnes vermelhas (vaca, porco, cabrito…) para valores até 500g por semana;

- Evitar alimentos ricos em sal. Por exemplo, recusando pratos com muito sal no restaurante como sopas. Ou aperitivos como pipocas salgadas no cinema.

- Se consumir álcool, limitar o seu consumo. De um modo geral, não consumir bebidas alcoólicas é benéfico para a prevenção do cancro.

- Evitar processos culinários que aumentam a presença de substâncias indutoras de cancro, como a fritura excessiva ou a carne de churrasco muito queimada e escurecida.

- Manter o peso adequado, pois existe uma relação clara entre o excesso de peso e certos tipos de cancro. Limite o tempo que passa sentado...

ALIMENTOS E BEBIDAS A EVITAR


50 alimentos e bebidas a evitar
Transcrição de texto de VÂNIA MARINHO

Pela sua forma e bem-estar, mas especialmente pela sua saúde, evite ao máximo os alimentos presentes na galeria abaixo.

Há 50 alimentos e bebidas dos quais deve fugir, que deve começar já a tentar eliminar da sua dieta. São, por ordem alfabética:

Açúcar, Adoçante de milho, Adoçantes, Águas com sabor, Álcool, Arroz, Bacon branco, Barras de cereais, Batatas fritas de cadeias de restaurantes de fast food, Batatas que não sejam orgânicas, Batidos de fruta consumidos em cafés ou restaurante, Bebidas com sabor artificial de fruta, Bebidas energéticas, Bolachas, Bolachas de arroz, Carne vermelha, Carnes processadas, Cereais de pequeno-almoço açucarados, Chá gelado ou café gelado industrializados, Chantilly, Chocolates, Churrasco, Congelados, Donuts, Geleias industrializadas, Glutamato monossódico, Gomas, Ketchup, Leite de vaca, Linguiça, Massa de bolo pronta, Molho de ostra e molho de soja, Muffins e cupcakes, Noodles ou sopas instantâneas, Óleos hidrogenados, Pão branco, Pasatas de chocolate, Pickles, Pipocas de micro-ondas, Pizza congelada, Presunto, Queijos maturados, Refrigerantes, Salmão de cativeiro, Salsicha, Snacks salgados como batatas fritas empacotadas, Sopa de pacote, Sulfitos, Sumos de fruta engarrafados, Tomate enlatado.

Sabe, certamente, que a alimentação pode ter um grande impacto na sua saúde.

Tem a oportunidade de fazer dela a sua maior aliada, apostando em alimentos naturais e saudáveis ou cair na tentação e nos enredos da comida industrializada, que só o prejudica.

Se quer viver mais e com saúde, há alimentos que deve evitar, pelo excesso de sal, açúcar, gorduras saturadas ou substâncias tóxicas.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

FRUTA E VEGETAIS, CHAVE DE VIDA LONGA



Fruta e vegetais: comer 10 porções por dia é chave para vida mais longa http://www.dn.pt/sociedade/interior/fruta-e-vegetais-coma-10-porcoes-por-dia-e-viva-mais-5685410.html Transcrição: 23 DE FEVEREIRO DE 201709:28. DN

Comer grandes quantidades de fruta e legumes aumenta a longevidade, conclui um estudo do Imperial College London, que também identificou as espécies que reduzem o risco de cancro e de doença cardíaca.

É daquelas pessoas que se contenta com uma peça de fruta por dia ou com uma pequena porção de legumes a acompanhar um grande bife? Então está em alerta vermelho e tem de mudar os hábitos. Segundo um estudo do Imperial College London, a melhor forma de ter uma vida longa é comer, no mínimo, 10 porções de fruta e vegetais por dia. Criar esta rotina alimentar poderia ajudar a contribuir para evitar 7.8 milhões de mortes prematuras por ano, refere o site da BBC, citando o estudo.

A equipa de investigadores também identificou as espécies de fruta e vegetais que reduzem o risco de cancro e doença cardíaca. A recolha de dados foi feita em 95 estudos separados envolvendo os hábitos alimentares de dois milhões de pessoas.

Os riscos de cancro reduzem se comer vegetais verdes, como espinafres; pimentos amarelos ou couve-flor. Já a redução de riscos de doença cardíaca e enfartes está associada ao consumo de maçãs, peras, laranjas e limões, alfaces, couve-flor ou bróculos.

Os resultados, publicados no Jornal Internacional de Epidemiologia, também avaliaram o risco de morrer antes do tempo consoante o consumo de "verdes" que se faz. Assim: 200 gramas de fruta ou vegetais reduzem o risco cardiovascular em 13%, enquanto 800 gramas o reduzem em 28%; 200 gramas baixam o risco de cancro em 4% enquanto 800 gramas provocam uma reduCHAVE DE VIDA LONGAção do risco de 13%; 200 gramas de fruta e legumes reduzem o risco de morte prematura em 15% enquanto que com 800 gramas de consumo o risco baixa 31%.

ALHO COM LIMÃO, UM MILAGRE PARA A SAÚDE



Alho com limão, um milagre para a nossa saúde! Não gastes mais dinheiro em medicamentos!
Transcrição

Quando atingimos uma certa idade, a nossa saúde começa a ficar cada vez mais debilitada, e é normal começarmos a sofrer de problemas de saúde, como problemas cardiovasculares, e é recomendado seguir sempre tratamento médico para tratar esse tipo de patologia.

Por isso neste artigo vamos demonstrar-te como o alho e limão podem ajudar-te muito a teres uma saúde de ferro, pois são dois alimentos medicinais usados para muitas doenças graças a suas incríveis propriedades.

Benefícios

Se seguirmos este tratamento tal como o indicamos neste artigo poderemos obter os seguintes benefícios para a saúde:

• 1.Elimina os depósitos de gorduras acumulados no corpo.
• 2.Ajuda a diminuir o colesterol ruim (LDL) e aumenta o colesterol bom (HDL).
• 3.Diminui os triglicéridos no sangue.
• 4.Ajuda a prevenir a formação de trombos.
• 5.Diminui a pressão arterial.
• 6.Melhora o funcionamento do fígado e potencia sua função depurativa.
• 7.Melhora o funcionamento dos rins, portanto ajuda a combater a retenção de líquidos.
• 8.Melhora os problemas de circulação.
• 9.Melhora o sistema imunológico e nos ajuda a aumentar as defesas.
• 10.Previne a aparição de tumores.
• 11.É altamente antioxidante, o que renova e rejuvenesce as nossas células.

Para quem é recomendado?

É recomendado para a saúde em geral, para prevenir problemas de saúde ou simplesmente para limpar o nosso corpo uma vez ao ano. Porém destacamos especialmente os seus benefícios para combater as seguintes doenças:

• 1.Sobrepeso
• 2.Isquemia
• 3.Sinusite
• 4.Doenças pulmonares
• 5.Dor de cabeça
• 6.Trombose cerebral
• 7.Artrite
• 8.Artrose
• 9.Reumatismo
• 10.Gastrite
• 11.Hemorroida
• 12.Problemas oculares
• 13.Problemas auditivos
• 14.Arteriosclerose
• 15.Anemia

O que precisamos?

Ingredientes:

• 4 limões
• 4 cabeças de alho
• 3 litros de água fervida

Será melhor usarmos ingredientes orgânicos, principalmente o limão, pois podem conter ceras e pesticidas que seriam prejudiciais para fazer este remédio. A raspa dos cítricos é ainda mais benéfica do que a polpa.

Como preparar?

• Descascamos o alho e cortamos os dentes pela metade.
• Lavamos bem os limões e os cortamos em pedaços pequenos, sem tirar a casca.
• Acrescentamos a água morna, previamente fervida, e batemos (trituramos) tudo muito bem.
• Dividiremos esta mistura em três frascos de vidro, os quais terminaremos de encher com a água morna.
• Fecharemos bem e os guardaremos no frigorifico durante três dias. • Depois desse tempo, coaremos o conteúdo dos três frascos e voltaremos a guardá-los no frigorifico.

Como consumi-lo?

• Nos primeiros dias tomaremos uma colher de sopa deste remédio meia hora antes de cada uma das três refeições do dia.
• Se o nosso corpo reagir bem, sem efeitos colaterais, aumentaremos para duas colheres de sopa deste remédio meia hora antes de cada uma das três refeições do dia.
• Gradualmente iremos aumentando as doses até chegar a um máximo de 50 ml deste remédio três vezes por dia, quer dizer, 150 ml por dia.

O tratamento dura 40 dias e podemos realizá-lo uma vez ao ano.

É importante destacar que em qualquer tratamento depurativo, os primeiros dias podemos notar que alguns sintomas pioram (mucosidade, dor de cabeça, etc). Isso costuma ser normal, já que o nosso organismo está a começar a movimentar-se e a eliminar toxinas.

Outros remédios similares para o colesterol

Tanto o alho como o limão são dois alimentos muito usados nas curas depurativas, além de fazer este tratamento que propomos também temos outras opções mais leves ou complementares para ingerir habitualmente estes alimentos.

Podemos consumir o limão de muitas formas ao longo do dia, para potenciar algum dos benefícios, como as suas ações alcalizante, laxante, depurativa ou para assimilar melhor os nutrientes dos alimentos. O alho é a base da famosa e antiga cura tibetana do alho, cuja receita é parecida à anterior, porém marinada no álcool ao invés do limão e só pode ser feita a cada cinco anos seguindo rigorosamente as doses, como explicamos neste artigo.

Fonte: soutaoboa.com/alho-e-limao-para-limpar-as-arterias-e-baixar-o-colesterol

domingo, 19 de fevereiro de 2017

REDUZIR O CONSUMO DE AÇÚCAR




Quer reduzir o consumo de açúcar? Faça primeiro isto
Transcrição de texto de Daniela Costa Teixeira

Já pensou como seria se banisse de vez o açúcar da sua alimentação?

Quando falamos em reduzir o consumo de açúcar ou até mesmo bani-lo, não nos referimos apenas à exclusão do açúcar refinado da lista de compras. Deixar de comprar açúcar não chega.

Para se deixar de consumir açúcar deve-se riscar da dieta vários alimentos comuns ao dia a dia, como as bolachas, o pão, os molhos, as compotas, os iogurtes e até mesmo os sumos naturais. Todos estes alimentos escondem variáveis de açúcar e a única forma de não sofrer consequências ao consumi-los é passar a confecioná-los em casa, onde se troca o açúcar refinado por adoçantes mais naturais e menos penosos para a saúde, como o mel, o agave ou as tâmaras.

Reduzir o consumo diário de açúcar devia ser um objetivo comum a todas as pessoas, uma vez que este alimento é altamente penoso para a saúde a vários níveis. Mas se fosse fácil, já todos o teríamos feito. Mas, não é de todo uma tarefa impossível.

Reduzir o consumo de açúcar é possível e para tal basta apenas incluir alguns novos hábitos na rotina e, claro, excluir outros, como aquela ida à pastelaria depois do almoço para beber o ‘cafézinho com um pastel de nata’.

Ter um diário alimentar é um dos primeiro passos, diz o site Mind Body Green, que destaca a importância de ter consciência daquilo que se come ao longo do dia e tal apenas acontece quando se anota tudo num papel e se vê o resultado final. O diário alimentar não tem de ser preciso, não tem de incluir todas as calorias e gramas de açúcar ingeridas, basta ter o registo dos alimentos ingeridos.

Mas para que uma pessoa seja capaz de negar o açúcar é preciso que seja, primeiro, capaz de se satisfazer e é aqui que a alimentação entra. Optar por refeições saciantes e ricas em fibra é fundamental para evitar que os níveis de açúcar no sangue fiquem desregulados e, com isso, apareça uma vontade constante de comer doces.

Os hidratos de carbono complexos – como os cereais integrais – e as gorduras boas – como o abacate – são excelentes aliados, assim como a manteiga de amendoim pura, que dá sempre para atenuar a gula.

Recorrer a pequenos truques na hora de condimentar as refeições é também algo a ter em conta. No caso dos pratos salgados, as ervas aromáticas e os óleos naturais podem ser uma opção, já nos pratos doces, nada como optar dos adoçantes naturais.

A prática de exercício é também importante neste processo e por dois motivos. Primeiro, ajuda a mente a abstrair-se da vontade de comer doces, depois, acaba por trazer uma maior sensação de bem-estar e de agrado com o corpo, duas situações que fazem com que a vontade de comer açúcar seja menor.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

PARA UMA ALIMENTAÇÃO MAIS SAUDÁVEL




Adopte algumas regras para tornar a sua alimentação diária mais saudável.

Aqui ficam algumas dicas e regras para uma alimentação saudável:
Para mais pormenor visite este link
http://centrumvitaminas.com.pt/nutricao/regras-alimentacao-saudavel/

1.Tome o pequeno-almoço
2. Faça 4 a 5 refeições por dia
3. Consuma 5 porções de fruta e hortícolas por dia
4. Inclua sopa no início das refeições
5. Hidrate-se
6. Consuma peixe e carnes brancas
7. Reduza o açúcar
8. Prefira alimentos com pouca gordura e reduza a gordura na preparação dos alimentos
9. Reduza o sal
10 .Escolha alimentos ricos em fibra
11. Procure alimentos naturais
12. Tenha atenção ao tamanho das porções
13. Saboreie o que come

O VENENO ESTÁ NA MESA



sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

FRUTOS SECOS SÃO BENÉFICOS PARA A SAÚDE




Bons motivos para comer frutos secos todos os dias
Transcrição de texto de Daniela Costa Teixeira

Pequenos, crocantes, saborosos e com saúde para dar e vender. Trata-se, claro, de frutos secos.

Um punhado de frutos secos por dia e não sabe o bem que lhe fazia. Sim, o consumo de frutos secos é importante para o bom funcionamento do organismo e para melhorar consideravelmente a saúde em vários aspectos.

Avelã, noz, amendoim, caju, pistácio, noz-pecã, castanha do Brasil, amêndoa… não faltam opções e nem tão pouco benefícios. Sabia que comer frutos secos todos os dias aumenta a longevidade?

De acordo com a revista norte-americana Men’s Health, o consumo de 20 gramas diários destes frutos gordos ajuda a prevenir a morte prematura. Mas existem ainda mais benefícios, especialmente no que diz respeito ao coração.

O consumo diário de frutos secos, que pode ser facilmente feito através de snacks, reduz em 21% o risco de doenças cardiovasculares pois ajuda a controlar o colesterol, o que, por si só, é já um fator que contribui para a longevidade, que é também impulsionada com a prevenção de cancro associada a estes alimentos (a redução é na ordem dos 15%). Além disso, as pessoas que comem diariamente algum tipo de frutos secos apresentam uma menor tendência de ter Diabetes tipo 2, doença associada à má alimentação e ao estilo de vida sedentário.

Embora os frutos secos sejam uma fonte de gordura, trata-se de uma gordura saudável e de um tipo de alimentos ricos em micronutrientes, como magnésio e fibra. A presença de gordura boa e de fibra faz com que estes frutos secos sejam também aliados no controlo do peso, podendo até ajudar a bater uns quilos extra. Contudo, é preciso saber quais são os melhores e os piores frutos secos para quem faz dieta.


Os melhores e os piores frutos secos para a dieta (e não só)
https://www.noticiasaominuto.com/lifestyle/671428/os-melhores-e-os-piores-frutos-secos-para-a-dieta-e-nao-so
Transcrição de texto de Daniela Costa Teixeira

Os frutos secos assumem-se como uma das melhores opções para snack e para complemento das refeições. Contudo, o seu consumo requer algum peso e medida.

Um punhado de frutos secos por dia e não sabe o bem que lhe fazia. É verdade, mas vamos com calma.

Os frutos secos são uma das melhores opções para snack e para complemento das refeições por serem altamente nutritivos, contudo, o seu consumo requer algum peso e medida não só devido ao porte calórico e de gordura que possuem, mas também devido a esse mesmo elevado valor nutricional, que pode levar a uma ingestão excessiva de determinados minerais e vitaminas.

De acordo com a revista Health, todos os frutos secos são importantes para uma alimentação saudável e equilibrada, contudo, existem alguns que se assumem como verdadeiros aliados da dieta, desde, claro, que sejam consumidos apenas na sua versão natural e sem qualquer adição de sal, açúcar, mel ou outro xarope.

Entre os frutos secos mais adequados para a dieta estão a amêndoa (23 unidades oferecem seis gramas de proteína e 14 de gordura), caju (16 unidades equivalem a cinco gramas de proteína e 13 gramas de gordura) e o pistacho (49 unidades oferecem o equivalente a seis gramas de proteína e 13 de gordura).

Já a noz pecã e a macadâmia são frutos secos que devem ser consumidos com mais moderação. Diz a revista que entre 10 a 12 macadâmicas oferecem apenas dois gramas de proteína e 21 gramas de gordura e que entre 18 a 20 meias nozes pecã equivalem a cerca de três gramas de proteína e 20 gramas de gordura. Mesmo se tratando de uma ‘gordura boa’ e importante para o organismo, os valores são desequilibrados e, por isso, o consumo destes frutos secos deve ser esporádico.

Para uma melhor saúde cardiovascular, a recomendação recai mais nas nozes, sendo que 14 metades correspondem a 185 calorias, 18 gramas de gordura e quatro gramas de proteína. Mas, porque é que a noz é boa tendo tanta gordura? Porque possui um ácido gordo ómega 3 essencial, o ácido alfa-linoleico (ALA), capaz de melhorar o ritmo do coração, reduzir a inflamação e a oxidação das artérias após a ingestão de carnes vermelhas e ricas em gordura.

Se o objetivo é melhorar a saúde mental, a aposta deve recair nos amendoins, um legume (sim, embora seja incluído no leque de frutos secos, é um legume) rico em folato, nutriente que ajuda o cérebro a combater o declínio cognitivo. Rico também em vitamina E, o amendoim oferece sete gramas de proteína, 14 gramas de gordura e 170 calorias por cada 28 unidades.

Embora seja má para a dieta, a noz pecã é, lado a lado com a castanha do Pará (ou castanha do Brasil), um dos melhores frutos secos para a saúde masculina. Estes dois tipos de frutos secos possuem componentes capazes de prevenir as doenças da próstata.

Usar os frutos secos como snack ou adicioná-lo a determinadas refeições – como o pequeno-almoço e almoço para aumentar os níveis de energia – é a melhor forma de consumir este alimento, que deve ser visto com especial atenção pelas pessoas que seguem uma dieta vegetariana e que necessitam de reforçar os níveis de proteína e ácidos gordos.