Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

sábado, 13 de novembro de 2010

Diabetes. Cuidado com a alimentação !!!

Transcrição de artigo:

Jornal de Notícias. 13-11-2010. PorGINA PEREIRA

A crise económica e o aumento do desemprego vão criar condições para a progressão da diabetes em Portugal. Uma doença que afecta quase um milhão de portugueses, 400 mil dos quais não a têm ainda diagnosticada.

José Manuel Boavida, coordenador do Programa Nacional de Prevenção e Controlo da Diabetes

O alerta é deixado pelo coordenador do Programa Nacional de Prevenção e Controlo da Diabetes, José Manuel Boavida, na véspera do Dia Mundial da Diabetes: "A crise económica e o desemprego vão aumentar o recurso a alimentos de pior qualidade, hipercalóricos, normalmente mais baratos, o que vai criar condições para a progressão da diabetes em Portugal".

Por esta razão, a tónica deste ano das comemorações do Dia Mundial da Diabetes - que se assinala hoje em Portugal com a realização de um Fórum da Diabetes em Aveiro, com a participação da ministra e do director-geral da Saúde - será colocada na responsabilização das pessoas.

Ao JN, José Manuel Boavida lembra que nos países desenvolvidos "a diabetes deixou de ser a doença dos ricos e dos bem instalados na vida para passar a ser a doença dos pobres". Em Portugal, "o grande perigo são as comunidades migrantes, as pessoas que vivem nos bairros sociais e as que vivem isoladas", que nem sempre estão bem informadas sobre o que devem fazer para se proteger de uma doença silenciosa que, todos os anos, é diagnosticada em 60 mil portugueses.

"Todos os estudos feitos em Portugal demonstram que a baixa escolaridade e a iliteracia estão associadas à diabetes", diz o coordenador nacional, admitindo que é preciso "reforçar as capacidades pessoais de prevenção" e "estimular a auto-avaliação", já que "os médicos de família não estão sensibilizados" para actuar nessa área. Ter uma alimentação equilibrada e fazer 30 minutos de exercício físico por dia são uma forma de prevenir a doença que em Portugal, como no resto do mundo, está a aparecer em idades cada vez mais jovens.

O também presidente da Sociedade Portuguesa de Diabetologia defende que "é necessário intervir directamente na comunidade, através de rastreios à população e de acções concertadas com as câmaras municipais e escolas". E dá como exemplo a distribuição, este ano, de mais de 20 mil panfletos com o título "Aprenda a cuidar de si", onde as pessoas podem fazer um teste para avaliar o risco de terem diabetes.

Em Janeiro, a Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APCP) vai avançar com um projecto inovador que pretende ajudar as pessoas a quem foi recentemente diagnosticada a doença a mudarem comportamentos e a adoptarem estilos de vida mais saudáveis. Chama-se "Todos juntos é mais fácil" e é um programa concebido por um especialista em diabetes, Peter Schwarz, que acredita que "trabalhar em grupo é muito mais eficiente do que tratar cada doente por si só". O programa vai abranger 200 pessoas a quem tenha sido recentemente diagnosticada diabetes. Organizados em grupos de 10, os doentes irão participar em sessões de esclarecimento e de promoção de estilos de vida saudáveis, com a ajuda de enfermeiras, dietistas, nutricionistas e um professor de educação física. O que se pretende é que cada um defina os seus próprios objectivos. Todos serão medidos e pesados em cada sessão e no final, lá para Junho, todos deverão ter perdido peso.

Este fim-de-semana, haverá várias iniciativas de alerta para esta doença. Amanhã, os campeões olímpicos Carlos Lopes e Rosa Mota participam na 1ª Corrida pela Diabetes, que sai às 10 horas do Príncipe Real em direcção à Praça dos Restauradores, em Lisboa, onde haverá sessões de ginástica ao ar livre e sensibilização alimentar. Esta noite, a Torre dos Clérigos, no Porto, e as câmaras municipais de Lisboa, Setúbal, Bragança e Funchal vão estar iluminados a azul. E amanhã, durante o dia, profissionais do Hospital de Santo António estarão no NorteShopping e na Marginal de Matosinhos Sul a fazer rastreios da doença.

Imagem da Net

Sem comentários: