Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

quarta-feira, 6 de maio de 2015

REDUZIR O RISCO DE CANCRO COM PEQUENOS GESTOS

Extracto de notícia com dicas de muito interesse

Há pequenos gestos diários que podem ajudar a prevenir o cancro

Muitos de nós receberão, num certo momento da vida, a triste notícia de que têm cancro. Embora, por um lado, isso seja consequência de vivermos, actualmente, mais anos do que no passado, os nossos hábitos e atitudes, como fumar e ter uma má alimentação, também têm influência neste diagnóstico.

Apesar das evidências, há pequenos passos que podem ser preponderantes para evitar ou pelo menos reduzir o risco de contrair a doença. Um guia composto pela Fundação Mundial de Investigação do Cancro estabeleceu uma lista de hábitos que, realizados todos os dias, podem de forma eficaz afastar-nos do cancro.

Eis algumas dessas dicas, a que convém prestar atenção:

1. Limpar a casa: ser regularmente ativo é meio caminho andado para expulsar o risco da sua vida porque o exercício mantém os níveis hormonais saudáveis. Seja correr, nadar ou simplesmente dedicar-se a actividades domésticas. O que importa é que se mexa.

2. Comer cenouras. Não faz mal nenhum petiscar, mas tem de escolher os alimentos certos. Comer apenas mais 100 calorias por dia do que aquilo de que precisa pode levar a um aumento de peso de cinco quilogramas ao fim de um ano. E a obesidade está ligada a dez tipos de cancro, incluindo o da mama e do intestino.

3. Evitar o pão branco. Elimine o pão branco, o arroz e a massa e troque-os por tudo o que seja integral, pois tem mais fibra e deixa-o mais satisfeito, diminuindo o risco de obesidade relacionado com o cancro.

4. Trocar o sal por especiarias. Comer muito sal aumenta a pressão sanguínea e aumenta o risco do cancro no estômago. Corte no sal e substitua-o por outras especiarias, como pimenta ou sal, para dar sabor ao seu prato.

5. Ser vegetariano um dia por semana. Há provas de que comer muita carne vermelha aumenta o risco de cancro no intestino, bem como carnes processadas como bacon ou fiambre. Uma forma de reduzir estes maus nutrientes é esforçando-se por, pelo menos uma vez por semana, não comer nenhuma destas carnes. Funciona como uma espécie de desintoxicação.

6. Estar de pé sempre que estiver ao telefone. Apenas 30 minutos de exercício por dia podem ajudá-lo a diminuir o risco de cancro porque este aumenta a força do sistema imunitário e mantém o sistema digestivo saudável. Pequenos gestos, como estar em pé enquanto fala ao telefone, subir e descer escadas ou estacionar o carro um pouco mais longe do seu destino, podem fazer a diferença.

7. Em vez de estar em frente da TV, fazer uma caminhada. O tempo passado a ver televisão, a ler ou em frente ao computador só contribuem para a doença. Depois de jantar, troque a televisão por uma caminhada. Ao fazê-lo já está a contribuir para dois dos pontos anteriores: fazer exercício.

Sem comentários: