Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

sábado, 30 de maio de 2015

COMO REDUZIR A CINTURA




Texto extraído daqui.

Antes da chegada do verão acentuam-se as preocupações com a gordura abdominal. Seguem-se 10 dicas para fazer sucesso na praia.
O frio do inverno incitou a comidas mais reconfortantes (e calóricas), a bolos caseiros ao fim-de-semana, a serões de conversa acompanhados por um chocolate quente ou por uma garrafa de vinho, a noites de cinema com pipocas ou a almoços de família para fazer frente aos dias cinzentos.
Foram planos tentadores mas também responsáveis pela gordura abdominal que tanto se quer reduzir até ao verão. Para o conseguir, veja as sugestões que duas nutricionistas deram à revista Exame.

1. Siga um programa alimentar rico em nutrientes, fibras e antioxidantes, mas pobre em calorias, e que se baseie em cinco refeições diárias.

2. Corrija a postura. Passa o dia todo sentado, com as cortas curvadas para a frente de tal forma que fica com a marca das calças na barriga? Está na hora de corrigir a postura. Além de melhorar a posição das costas, a sua barriga parecerá menos flácida e mais pequena.

3. Aposte na fibra. Frutas, vegetais, aveia e alimentos integrais ajudam a regular o trânsito intestinal e dão uma sensação de saciedade mais duradoura.

4. Mexa-se! Mas mexa-se a sério, os resultados não acontecem sem esforço e a alimentação sozinha não faz milagres.

5. Evite a farinha refinada e troque o pão branco por integral, de centeio, malte, espelta ou milho.

6. Corte no açúcar, de vez. E não só no açúcar que usa para adoçar o café. Comece e ler rótulos e a escolher os alimentos com menor teor de açúcar.

7. Aprenda a combater o stress. Os nervos e a ansiedade são dois dos principais impulsionadores da fome emocional e da vontade de ingerir alimentos gordurosos e calóricos.

8. Evite o álcool. Tal como o açúcar, as bebidas alcoólicas provocam distensão abdominal e são calóricas.

9. Modere o sal que ingere e não apenas o que usa para temperar. Escolha alimentos com baixo teor de sódio e verá que a retenção de líquidos e a sensação de inchaço irão diminuir.

10. Inclua na sua dieta alimentos que estimulem o metabolismo, como é o caso da pimenta vermelha, canela, gengibre, chá verde e água gelada.

Sem comentários: