Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Rojões à Moda da Ná


Não sendo propriamente uma receita muito saudável, pela gordura que contém, comem-se raramente e eu uso do truque de deixar absorver toda a gordura em papel absorvente e ainda da pouca banha na preparação dos rojões.
Levo ainda ao forno bem quente uns minutos após a confecção e polvilho com cominhos.
As rodelas de limão funcionam como adstringente.

Ingredientes:

* 800 g de porco
* 3,5 dl de vinho verde branco
* 3 colheres de sopa de banha
* 4 dentes de alho
* 2 folhas de louro
* 1 colher de sobremesa de colorau
* sal e pimenta
* 350 g de tripa enfarinhada

Preparação::

Corta-se a carne de porco em cubos com cerca de 10 cm de lado, que se põem a marinar durante duas horas com o vinho, os dentes de alho esmagados, sal, pimenta e o louro.
Leva-se ao lume (de preferência num tacho de ferro) e deixa-se cozer em lume forte até o vinho se evaporar. Junta-se então a banha e, em lume brando, deixam-se cozer os rojões até alourarem bem. Nessa altura junta-se ao molho o colorau dissolvido num pouco de vinho verde.
Retira-se então um pouco da gordura de cozer os rojões para um sertã e fritam-se, a pouco e pouco, a tripa enfarinhada cortada aos bocados de 3 cm a 5 cm.
À medida que estes ingredientes se vão fritando, juntam-se aos rojões, para manter tudo quente.
Servem-se numa travessa com batatinhas louras e enfeitados com quartos de limão e raminhos de salsa (facultativo).

Fruta da Época para Sobremesa.



Bom apetite!!!

Fotos da Ná
Fernanda Ferreira

5 comentários:

A. João Soares disse...

Minha querida Amiga Ná,

Seja bem vinda a este seu espaço que desde io início, está muito bem fornecido por deliciosos pratos servidos pela minha amiga. Até já cá está um parecido com este que recebeu um título parecido, Rojões à moda do Minho

Muitos parabéns e cá ficamos à espera de receitas saudáveis que contribuam para prazer e saúde.

Beijos
João

Fernanda disse...

Querido amigo João,

Este foi feito por mim a semana passada e naturalmente estava delicioso (modéstia à parte)

A diferença entre os Rojões da Ná e os à moda do Minho, são a adição de mais o fígado frito, o sangue previamente cozido e depois também frito e a beloura frita.
Muitos fritos para ser saudável.
Ainda outra coisa que eu faço, é acompanhar com batatas cozidas e não fritas.

Beijinhos

Fernanda disse...

Mais um detalhe que me esqueci...
Os kiwis são da da Casa do Rau.
Tenho dado kiwis e tangerinas a toda a gente...

Outro beijinho

A. João Soares disse...

Querida Ná,

Assim explicadinho até sabe melhor, principalmente conhecendo a origem dos Kiwis.

Beijos.
João

A. João Soares disse...

A T E N Ç Ã O

AS IMAGENS QUE DESAPARECERAM NOS POSTS DESTA COLABORADORA DEVEM-SE, PROVAVELMENTE, A UM «LAPSO» DELA.
Pedimos paciência aos amigos visitantes.

Cumprimentos
João