Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Dieta para doentes com valores de ácido úrico elevado

O ácido úrico é um composto orgânico produto do metabolismo das proteínas pela acção de uma enzima. Quando em excesso no organismo pode provocar doenças como a gota e cálculos renais, de origem úrica.

  • ALIMENTOS ACONSELHADOS:
- Leite, iogurte magro e queijo branco

- Pão branco, bolos secos e biscoitos de água e sal

- Água e chás pouco fortes

- Arroz, batata e massas

- Pato e vaca

- Ovos

- Pescada, carapau, pargo, cachucho, faneca e corvina

- Vegetais e hortaliças – alho, abóbora, feijão verde, agrião, couve, alface, cenoura, lima, grelos e nabo

- Cebola e tomate com moderação

- Frutas – laranja, maçã, pêra, morango, melancia, tangerina

- Óleos vegetais em pouca quantidade

- Cozidos mas sem aproveitar a água da cozedura.

  • ALIMENTOS NÃO ACONSELHADOS:
- Pão de centeio

- Café, chocolate e cacau

- Bebidas alcoólicas

- Carnes defumadas, enchidos, porco, galinha, peru

- Miúdos (fígado, coração, moelas,…)

- Sardinha, marisco, lula, anchova, bacalhau, truta e salmão

- Favas, ervilhas, feijão, lentilha, grão-de-bico e trigo, espargos, brócolos, alho-porro, cogumelos e espinafre

- Cereja, limão, nêsperas, coco e ananás

- Castanha, nozes, avelã, amêndoa, pistaches e amendoim

- Grãos e sementes

- Molhos, caldos e refeições pré – cozinhadas

- Gorduras, principalmente a banha.


NOTA:

Beber o máximo de água por dia, nos intervalos das refeições

As dietas e recomendações não substituem nem alteram as indicações do seu médico.


Site Médico

1 comentário:

A. João Soares disse...

Amiga Fê

Com estas «proibições», o melhor é a juventude começar a cedo a evitar abusos para mais tarde não morrer de fome!!!
Há problemas genéticos, hereditários que exigem muitos d+cuidados para evitar sofrimentos demasiado desagradáveis.

Beijos
João
Do Miradouro