Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Doces de Natal - Azevias de grão

 

  • Ingredientes:
Para a massa:
• 1000 grs de farinha sem fermento;
• 300 gr de banha;
• 500 gr de água;
• 10 gr de sal;
• Aguardente q.b.;
• 1 gema de ovo.

Para o recheio:
• 1000 gr de grão cozido;
• 1000 gr de açúcar;
• 1 pau de canela;
• 1 casca de limão;
• 4 gemas mais cerca de 200 grs de amêndoa moída (opcional).

  • Preparação:
Retire a casca ao grão o mais que puder, juntar com o açúcar, pau de canela e casca de limão, leve ao lume e ferva mais ou menos 1 hora, mexendo sempre para não pegar. Retire do lume, junte as gemas e a amêndoa, e leve novamente ao lume para cozer as gemas.
Deixar arrefecer.
Entretanto, prepare a massa: amasse a banha com a farinha até estarem bem misturadas, junte a água aos poucos e os restantes ingredientes até obter uma massa homogénea (tempo de amassar: cerca de 45 minuto).
Estique a massa, coloque porções de recheio separadas (tipo rissol), dobre e, com a carretilha, corte tipo almofada.
Frite em óleo bem quente e passe por açúcar e canela.

Bom apetite!

2 comentários:

A. João Soares disse...

Vai ser uma ceia de Natal completa, sem faltarem os doces. Destes é preciso não abusar para evitar excessos de colesterol, glicose, triglicéridos, etc...

Os leitores agradecem estes cuidados de lhes oferecer receitas variadas que permitem a cada um escolher o que estiver mais a seu gosto.

Beijos
João
Só imagens

Fê-blue bird disse...

Pela parte que me toca o Natal vai ser o mais completo possível em termos culinários.
Apesar de eu pensar sempre naqueles que não podem ter uma ceia condigna, e infelizmente já são tantos.

beijinhos meu amigo