Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

sábado, 10 de julho de 2010

Qualidade de vida no trabalho

Alguns conselhos para trabalho em escritórios

- Controle a sua respiração o dia inteiro. Faça respirações lentas, profundas e suaves;

- Se a coisa está feia, mude de ambiente. Vá a algum lugar onde você não tem o hábito de ir: um outro andar, banheiro ou sala. Fique lá por um curto período de tempo para respirar e se acalmar;

- Andar é muito bom para relaxar o corpo. Sempre que tiver alguns minutos livres, caminhe um pouco. Pode ser até mesmo pelos corredores. Enquanto andar, concentre-se em cada passo;

- Beba pelo menos dois copos de água pela manhã e pela tarde. Isso diminui a vontade de comer doces, fumar ou roer unhas;

- Faça uma lista de suas prioridades. Veja quais são as actividades em que você gasta mais tempo e energia para executá-las;

- Saiba encarar os comentários e críticas que são feitos sobre você ou sobre o seu trabalho. Leve em consideração os seguintes aspectos: quem faz uma crítica está mais tenso do que quem ouve e os comentários são uma oportunidade de crescimento. Saiba conhecer as críticas que tem valor para você;

- Mesmo que você trabalhe com um cronograma apertado, tenha um tempo para as suas necessidades básicas, como fazer exercícios físicos, dormir cedo, comer e relaxar.

Recebido por e-mail. Imagem da Net.

2 comentários:

Saozita disse...

Caro amigo João Soares, é sempre bom saber o que podemos fazer por nós próprios, de forma a melhorar o ambiente de trabalho, evitar o "stress" e claro conservarmo-nos saudáveis!
Pena que nem todos os trabalhadores, tenham liberdade para colocar em prática estes conselhos. Na indústria portuguesa (que é a que conheço), as novas formas de gestão de tempos, não permitem tais veleidades aos trabalhadores, impera a lei do cronómetro, a pressão sobre o objectivo de produção. Não se pense que me refiro sómente às linhas de montagem aonde se trabalha para produção em série.
As exigências são elevadíssimas ao nível dos departamentos técnicos, poucos minutos de ausência do posto de trabalho, significa muitas vezes falhar um objectivo.
Vivemos numa sociedade, que finge proteger o trabalhador, mas tudo é artíficio, para conseguirem os almejados certificados de Qualidade, Ambiente e/ou Segurança.
É triste,mas é a realidade!

Tenha um bom fim de semana.
Beijinho

Fernanda disse...

Amigo João,

Conselhos muito úteis e sempre importantes.

Beijinhos