Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

domingo, 13 de junho de 2010

O Grão de Bico Vale Ouro

Mais um motivo para fazer uma salada ou sopa de grão!!!

O grão-de-bico é um alimento mais rico do que o feijão em muitos aspectos. Entre 20 e 30% de sua constituição é pura proteína. Possui muitas fibras, zinco, potássio, ferro, cálcio e magnésio. Se for consumido todos os dias, faz ganhar massa muscular, aumenta o bom humor, reduz o nível de colesterol ruim e regula o intestino.

Mas sua qualidade mais famosa é de gerar felicidade: possui mais triptofano do que o feijão, o mesmo aminoácido essencial que faz do chocolate essa bela fonte de bem-estar e redução do stresse.
"Em seres humanos metabolicamente normais, o aumento do consumo do grão-de-bico tem como conseqüência uma maior produção da serotonina", destacam Leonardo S. Boiteux e Maria Esther de Noronha Fonseca, do Laboratório de Melhoramento Genético & Análise Genômica do Centro Nacional de Pesquisa de Hortaliças (CNPH) da Embrapa Hortaliças, em Brasília.

Por ter ômega 3 e 6, é indicado para prevenir doenças cardiovasculares. E quem tem diabetes ou está lutando contra a obesidade também pode se beneficiar da leguminosa.

"Tem carboidratos complexos, ou seja, possuem uma metabolização lenta no organismo. Por também ser rico em fibras, proporciona sensação de saciedade e a pessoa só vai sentir fome bem mais tarde", explica a nutricionista baiana Solange Carvalho.

Os pesquisadores da Embrapa Hortaliças destacam que as sementes do grão-de-bico também acumulam mais fitoestrogênios do que as do feijão - substâncias que têm acção preventiva na osteoporose e de problemas cardiovasculares. Os fitoestrogênios também são usados na reposição hormonal após a menopausa.

Informação recolhida na Internet

Fernanda Ferreira (Ná)

4 comentários:

orvalho do ceu disse...

Olá,
Acho interessante como de uns tempos para cá se vem dando importância ao grão de bico que já aprecio desde muito tmepo, independente de ser moda na alimentação pelo fator saúde...
Vi no Paraná o cultivo e tem um excelente paladar para mim.
Nas datas especiais, como Páscoa e Natal já o fazia e agora em qualquer época...
Bom post e instrutivo mesmo.
Abraços fraternos

Mariana disse...

Figo, a imagem acima fez-me lembrar daa minha infãncia.
Grão de bico, eu adoro , ~e ler estas informações formam mt boas.

A. João Soares disse...

Querida Ná,

Saia um bacalhau cozido com grão, bem aviado!!!
Qualquer dia estou a ver a publicidade do restaurante que a Ná irá abrir!!! Não tenho dúvidas de que será um local de onde se sai feliz por ter bem comido e com saúde para dar e para vender!!!

Beijos
João
Do Miradouro

A. João Soares disse...

A T E N Ç Ã O

AS IMAGENS QUE DESAPARECERAM NOS POSTS DESTA COLABORADORA DEVEM-SE, PROVAVELMENTE, A UM «LAPSO» DELA.
Pedimos paciência aos amigos visitantes.

Cumprimentos
João