Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

domingo, 28 de maio de 2017

EXCESSO DE GORDURA NO FÍGADO. 15 SINTOMAS


Os 15 sintomas de que pode ter excesso de gordura no fígado
170528. Por Notícias ao Minuto

Um fígado saudável tem, no máximo, 10% do seu peso em gordura.

A esteatose hepática, conhecida como gordura no fígado, é uma doença cada vez mais comum e que já atinge 25% da população mundial. A doença está relacionada com a obesidade, a diabetes e um estilo de vida pouco saudável.

Existem vários graus de gordura no fígado, de acordo com o médico e fisioterapeuta Juliano Pimentel, autor do livro 'Viva Melhor Sem Glúten'.

Quando não é tratada, a esteatose pode evoluir para problemas ainda mais graves de saúde, como a cirrose, onde ocorre a falência total do órgão. Quando o fígado está com mais de 10% do seu peso em gordura, diz-se que o fígado está a acumular gordura e a sua cor muda de vermelho para amarelado. Este é um sintoma que não é visível, mas existem muitos outros que podem ser indicativos do problema:

– Cansaço excessivo, fadiga, e alterações do sono;
– Perda ou ganho de peso ou mudanças no apetite;
– Fraqueza nos músculos;
– Dor na parte superior ou central do abdómen;
– Náuseas e vómitos;
– Confusão mental;
– Olhos amarelos e pele amarelada (icterícia);
– Manchas escuras na pele do pescoço e dos braços;
– Alterações na coagulação;
– Tremores;
– Inchaço nas partes inferiores do corpo;
– Fezes sem cor (brancas);
– Níveis elevados de enzimas hepáticas;
– Níveis elevados de insulina;
– Níveis elevados de triglicéridos.

Para diagnosticar o problema é necessário consultar um médico, para que este possa fazer exames como análises ao sangue, ecografia abdominal e biópsia.

Sem comentários: