Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

domingo, 20 de janeiro de 2013

Consumo de vegetais associado a maior optimismo

Consumo de vegetais associado a maior otimismo
As pessoas que consomem muita fruta e vegetais tendem a ser mais optimistas em relação ao futuro, sugere um novo estudo desenvolvido por investigadores norte-americanos. A conclusão relaciona-se com a descoberta de que aqueles que são mais optimistas têm, no sangue, níveis mais elevados de carotenóides, compostos antioxidantes provenientes desse tipo de alimentos.
 
"Os indivíduos mais optimistas tendem a ter [no sangue] níveis mais elevados de carotenóides como o betacaroteno", um corante natural encontrado em frutas como a laranja e nos vegetais folhosos, explica Júlia Boehm, investigadora da Harvard School of Public Health, que coordenou o estudo.
 
Segundo a especialista, citada pelo Daily Mail, este "é o primeiro estudo do tipo a relatar a existência de uma relação entre o optimismo e a presença de níveis de concentração saudável de carotenóides".
 
O estudo em causa avaliou a concentração, no sangue, de nove tipos diferentes de antioxidantes, como os carotenóides (betacaroteno e vitamina E, por exemplo), em cerca de 1.000 homens e mulheres norte-americanos com idades entre os 25 e os 74 anos.
 
Os participantes responderam a um questionário acerca do seu estilo de vida e forneceram análises sanguíneas à equipa, de acordo com as informações divulgadas na revista científica Psychosomatic Medicine.
 
A investigação mostrou que aqueles que consumiam duas ou menos porções de fruta e vegetais por dia eram significativamente menos optimistas do que os que comiam três ou mais porções diariamente.
 
Uma das teorias dos investigadores é a de que os antioxidantes - como os carotenóides - podem ser capazes de aliviar o stress, já que os participantes que eram mais optimistas tinham mais 13% de carotenóides no sangue do que aqueles que apresentavam menos sinais de optimismo.
 
Embora não tenham ainda a certeza de que o consumo mais frequente de fruta e vegetais justifique totalmente estas diferenças, os cientistas acreditam que estes hábitos saudáveis podem explicar pelo menos parcialmente os resultados.

Clique AQUI para aceder ao resumo do estudo (em inglês).

1 comentário:

Celle disse...

EMBORA, NÃO SEJA AMANTE DE FOLHAS, PROCURO USA-LAS, NÃO EXAGERADAMENTE, (COMER UM PRATO CHEIO DE VERDURAS), POR NÃO GOSTAR DE COMIDA FRIA... MAS,FAÇO USO, MAIS DE LEGUMES E FRUTAS. NÃO SOU MAL HUMORADA,A QUANTIDADE QUE USO, COM CERTEZA, TEM SIDO SUFICIENTE,RSRSR. PORÉM, VOU ME ESFORÇAR MAIS. DIZEM QUE O PALADAR ACOSTUMA COM TUDO!