Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

terça-feira, 27 de março de 2012

Certezas e dúvidas acerca do chocolate

O artigo Quem come chocolate pesa menos? deixa dúvidas e algumas certezas acerca dos benefícios do chocolate. Vamos retirar algumas frases e sugerimos a leitura completa, abrindo o link do seu título.

«O chocolate preto pode ter efeitos benéficos, mas não está relacionado com a quantidade».
«Um estudo feito nos Estados Unidos associou a ingestão de chocolate a pessoas com menos peso».
«As 100 pessoas (em que o estudo se baseou) recorriam ao chocolate duas vezes por semana, em média. Mas as que comiam com maior frequência, apesar de ingerirem mais calorias, tinham menos peso.»
«Os antioxidantes do chocolate pode estar por trás dos benefícios para a saúde, como a diminuição da pressão arterial e do colesterol, assim como a perda de massa corporal.»
«A investigação não prova que se perca peso ao adicionar-se chocolate à dieta.»
«Uma das causas que pode ser responsável por este efeito é as catequinas, um tipo de flavenóides presentes no cacau, e que em estudos com roedores associaram-se ao aumento da capacidade de trabalho dos músculos. O chocolate preto, por ter mais cacau, é o tipo de chocolate que mais tem estas substâncias, além de antioxidantes.»
«“Se consumir chocolate, faça-o em lugar de outro alimento qualquer, em vez de somar às calorias que ingere diariamente. Tente comer chocolate preto”, aconselhou Eric Ding, citado pela Reuters. Para a equipa, a moderação é um factor importante. Os resultados “não dão argumentos para se comer grandes quantidades de chocolate”, disse Golomb.»

Imagem do PÚBLICO

Sem comentários: