Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

quinta-feira, 3 de março de 2011

O FIM DAS DIETAS ÚNICAS PARA TODOS - DIETA DO TIPO SANGUINEO

"O homem pode se considerar feliz quando se alimenta
daquilo que também o cura" 
  Thoreau


Considerar que apenas uma única forma de nos alimentarmos é o melhor para a saúde, física mental e emocional, é esquecer que somos seres singulares, pagando um preço bem alto toda vez que deixamos de levar em conta nossa individualidade biológica. 
Cada tipo sanguíneo, O, A, B e AB, carrega a mensagem genética que traduz as formas de alimentação e comportamento de nossos antepassados mais remotos e, muitas das suas peculiaridades nos influenciam até os dias de hoje.
Segundo Dra Emília Pinheiro, terapeuta ortomolecular e especialista na Dieta do Tipo Sanguíneo, ao se alimentar de acordo com seu tipo sanguíneo, se ganha massa de tecido activo, aumentando a taxa metabólica basal, o que permite a queima do excesso de gordura sem perda de tecido muscular. 

"Considerando uma pessoa obesa, a boa notícia que nos vem da Dieta pelo Tipo Sanguíneo é que, uma vez conseguido um resultado satisfatório em seu peso, ele é mais definitivo e completo. 
De acordo com testemunhos, é unânime dizerem que passaram a se sentir muito menos compulsivos e mais relaxados em relação à enorme disponibilidade de alimentos atractivos com que se deparam diariamente", conta.

Emagrecer, mantendo a saúde num nível excelente, sem ter que contar calorias, além da privação dos alimentos que mais gosta e de exercícios físicos violentos e estafantes, definitivamente, não tem lugar em quem segue a Dieta do Tipo Sanguíneo. 
De acordo com a especialista, também autora do livro "Dieta Pelo Tipo Metabólico e Sanguíneo", em vez disso, o paciente é apresentado à estratégia, todas elas simples e naturais, para equilibrar a mente e o corpo, simultaneamente, se adaptando aos poucos, até conseguir incorporar todos os hábitos saudáveis à sua rotina diária. 

"Assim, gradativamente, irá alcançar o peso ideal sem qualquer dor física, stress emocional e, ao que seria pior, à enorme decepção final que acompanha praticamente todos os outros métodos de controle de peso que você já conheceu", relata.

Ela explica que ao aprender a viver em parceria com as reais necessidades biológica, em vez de ter que lutar contra elas, determinadas pelo seu tipo específico sanguíneo, o peso perfeito é automaticamente atingido. 

"A vontade por alimentos pouco saudáveis desaparece. A perda da auto-estima que acompanha o excesso de peso é substituída por uma sensação de extremo bem-estar geral. A falta de energia some e o sedentarismo dá lugar à alegria de viver e de participar mais da vida", diz.
A Dieta do Tipo Sanguíneo facilita a alimentação e a forma saudável de chegar ao peso ideal, de forma absolutamente segura. Isto, sem ter que abandonar os antigos hábitos de um dia para o outro, o que, aliás, não é aconselhado fazer, já que o organismo precisa de um tempo determinado para se ir moldando aos novos hábitos alimentares.
Para a terapeuta ortomolecular isso pode ser feito de forma muito simples. Basta escolher aqueles alimentos considerados benéficos a cada tipo de sangue, e combina-los com os neutros, isto é, que não lhe fazem nem bem, nem mal, actuando apenas, como coadjuvantes indispensáveis em todo o processo, descartando todos os que lhe são nocivos.
" Não pense que a lista de alimentos irá diminuir drasticamente, para cada um dos tipos sanguíneos existem cerca de 300 tipos de alimentos considerados "amigos" pelo seu sistema imunológico", mostra.
Somente restringir calorias, para baixar o peso a todo o custo, levará somente a perda de tecido muscular, mesmo com a prática diária de exercícios físicos, que compensarão alguma perda de tecido muscular, ao fim de pouco tempo, uma dieta de baixas calorias, trará um impacto prejudicial ao organismo como um todo. 
 "Perder peso de forma muito rápida, só irá prejudicar o sistema imunológico e trazer mais problemas ainda, em cadeia", conclui.

retirado daqui

3 comentários:

A. João Soares disse...

Agora preciso saber quais os alimentos mais adequados ao tipo A. Concordo que cada tipo de motor utiliza o seu próprio combustível.

Beijos
João
Do Miradouro

Celle disse...

Fê,acredito nesta dieta, perdí 6 quilos, seguindo as orientações do livro. Como o João brincou, cada motor com seu combustível proprio para um melhor desempenho.Aqui não foi dificil a dieta por que ambos, eu e meu marido, temos o mesmo tipo de sangue. Se o João interessar posso olhar os alimentos que deve evitar e os que deve usar, de acordo com seu sangue.
bjs
Celle

A. João Soares disse...

Muito agradecido lhe fico. O meu é tipo A com Rh+
Já me auguraram cheagar aos 120 anos, mas estou certo que, com uma dieta adequada ao tipo sanguíneo e ao biorritmo, poderei manter-me em boa forma até perto dos 150 !!!

Beijos
João
Do Miradouro