Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Cancro. Grande esperança de cura rápida

Uma radioterapia que pode eliminar o cancro numa única sessão, mesmo com o tumor já espalhado, estará em breve disponível em Portugal, através de uma máquina quase única no mundo que ficará instalada na Fundação Champalimaud.

O equipamento, que a Fundação receberá ainda este ano, permitirá fazer radioterapia de dose única, tratamento que requer um elevado nível de precisão e que poderá ser feito em poucos minutos e sem qualquer toxicidade para o doente, segundo explicou em entrevista agência Lusa o oncologista Carlo Greco

A radioterapia de dose única está disponível para tratamento no final do primeiro trimestre de 2012

Leia mais na notícia do PÚBLICO, fazendo clic neste link:
Radioterapia para eliminar tumor numa só sessão em breve disponível em Portugal

1 comentário:

A. João Soares disse...

A notícia não é correcta. Parece apenas publicidade à Fundação, pois o tratamento já está a ser utilizado em Portugal, como mostra a seguinte notícia

Hospital público inova no cancro

Correio da Manhã. 111110. Às 1h00. Por: Sónia Trigueirão
Barreiro: Doença tratada com uma única sessão de radioterapia

O Hospital Nossa Senhora do Rosário, que integra o Centro Hospitalar Barreiro-Montijo, utiliza desde Maio a técnica de tratamento do cancro apenas com uma sessão de radioterapia, anunciada como inovadora – e que estaria disponível em Portugal apenas em 2012 – pela Fundação Champalimaud.

Em declarações ao CM, Paulo Costa, director do Serviço de Radioterapia do Centro Hospitalar Barreiro-Montijo, explicou que a novidade da Fundação Champalimaud poderá estar na máquina, não no tratamento. "O tratamento através da técnica de radioterapia estereotáxica corporal extracraniana já foi usado, até ao momento e desde 19 de Maio de 2011, em mais de uma dezena de pacientes", explicou o especialista, acrescentando que os doentes que foram tratados com a sessão única apresentam resultados de evolução positiva. Segundo Paulo Costa, o Hospital do Barreiro está a usar um equipamento de radioterapia (acelerador linear) adquirido em 2010 que permite fazer esse tratamento inovador.

Ao que o CM apurou, o acelerador linear do Hospital do Barreiro terá custado cerca de dois milhões de euros e é do mesmo fabricante americano (Varian Medical) que forneceu o aparelho que a Fundação Champalimaud vai apresentar.

Carlo Greco, director da área do cancro na Fundação, garantiu à agência Lusa que o equipamento em causa é o "mais avançado do Mundo" e "absolutamente único em Portugal", tendo-o testado na Universidade de Pisa (Itália). O equipamento testado é da americana Varian, chama-se TrueBeam STx e faz parte da nova linha de superaceleradores da marca.

Spencer Sias, do departamento de comunicação da Varian, explicou ao CM que este acelerador custa cerca de 2,5 milhões de euros e que na Europa apenas está disponível em Itália, Inglaterra e na Suécia.

TÉCNICA INOVADORA CHEGA A MAIS HOSPITAIS DO SNS

O presidente do Colégio de Oncologia da Ordem dos Médicos, Jorge Espírito Santo, confirmou ao CM que a técnica apresentada como inovadora pela Fundação Champalimaud não é nova em Portugal.

Actualmente, apenas no Barreiro é que é utilizada, prevendo-se que mais unidades de saúde pública do País adiram a esta técnica. No entanto, o especialista refere que o facto de a Fundação Champalimaud ter um equipamento inovador "não deixa de ser positivo".