Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

segunda-feira, 18 de julho de 2011

FAÇA BOM USO DA MÚSICA

Adaptação para este blog, com pequenas alterações: “A musica faz bem para o coração” publicado no Sempre Jovens e na revista Fanzini de junho.
Que a música faz bem ao corpo e a mente, todo mundo sabe.
Ouvir uma melodia pode ser um remédio tão eficaz quanto as fórmulas vendidas nas farmácias.
“Quando escutamos música, nosso ouvido transforma os sons em estímulos elétricos que chegam ao nosso cérebro provocando o aumento da produção de endorfina”.
A sensação de prazer enquanto escutamos uma musica é tão grande, que ela se tornou instrumento de terapias médicas auxiliando na recuperação de pacientes com diversos males e tem dado grandes resultados.
O som de instrumentos como o violino e a harpa diminuem os sintomas das pessoas com tendencias ao histerismo, devido a harmonia dos acordes, aliviam dores de cabeça, enxaquecas.
O equilíbrio circulatório harmoniza com a sonoridade tranqüila de melodias constantes.
Músicas instrumentais leves, como melodias da natureza são ideais para pegar no sono. O sono em silêncio é melhor jeito de recuperar as energias e recarregar a bateria.
Se a intenção for de extravasar a energia que está sobrando, musicas agitadas podem auxiliar.
Nada melhor que dançar para aliviar tensões.
Caso seja um esportista, na hora de executar a modalidade que pratica procure ter sempre que possível musica em seu ouvido.
Além de combater o estresse ajudam a otimizar o tempo e pode melhorar a sua concentração durante os exercícios físicos!
Porém não é apenas em pessoas com um certo tipo de doença que a musica apresenta benefícios. Hoje em dia grandes empresas e equipes de recursos humanos, por exemplo, já contratam musicoterapeutas para atuar em programas de integração e qualidade de vida, além de administrar palestras a seus funcionários para ensinar como administrar o estresse.

2 comentários:

A. João Soares disse...

Amiga Celle,

As sensações, as emoções, são nossa, geradas nosso psíquico. Mas surgem, em grande parte como reacções a estímulos externos ou internos.
A música é um desses estímulos qúe nos podem levar à paz interior, à serenidade, à sensatez, ao optimismo, à felicidade. Mas também pode excitar a agressividade, a combatividade, multiplicando as energias e afugentando temores e hesitações.
A reforçar estas palavras, recordo o apaziguamento que sentimos ao ouvir pó «toque de silêncio» e a energia e vontade de acção quando estamos perante o som de um «toque de alvorada».

É bom alimentarmos a sensibilidade pela música.

Beijos
João

Celle disse...

Muito bem lembrado, caro amigo!
Infelizmente, as familias de agora não se preocupam, como antes, em educarem musicalmente seus filhos, tornando-os sensíveis e emocinalmente, integrados.
beijo
celle