About

«O segredo da saúde mental e corporal está em não se lamentar pelo passado, não se preocupar com o futuro, nem se adiantar aos problemas, mas viver sábia e seriamente o presente »
Buda

sábado, 16 de Abril de 2011

Maçã e seus efeitos na saúde

Transcrição do artigo
O "milagre" de comer uma maçã por dia

Jornal de Notícias 16-04.2011

Comer uma maçã por dia reduz o colesterol e ajuda a emagrecer, apurou um recente estudo norte-americano. Um outro ensaio revelou benefícios para o coração.

Comer uma maçã por dia ajuda a preservar a saúde e a elegância. Dados apresentados durante o Congresso de Biologia Experimental 2011, a decorrer em Washington, nos Estados Unidos, faz jus ao velho ditado anglo-saxónico "an apple a day keeps the doctor away", que se pode traduzir por "uma maçã por dia mantém o médico à distância".

Uma equipa de investigadores da Universidade da Flórida, liderada por Bahram Arjamandi, apresentou os resultados obtidos de um estudo realizado com 160 mulheres em pós-menopausa, com idades compreendidas entre os 45 e os 65 anos de idade.

Metade do grupo analisado comeu uma maçã por dia (75 gramas diárias durante um ano), enquanto a restante metade ingeriu a mesma quantidade, mas de passas. Todas as mulheres foram submetidas a análises três, seis e doze meses depois do início do estudo.

O estudo revelou "mudanças incríveis nos níveis de colesterol, seis meses depois de se começar a comer uma maçã por dia", sublinha Bahram Arjamandi.

As mulheres que ingeriram aquela peça de fruta diminuíram os níveis de colesterol mau em 23% e por sua vez aumentaram em 4% os valores relativos ao colesterol bom, em comparação com o grupo que seguiu a dieta de passas de uva.

Outra vantagem proporcionada pelo consumo da fruta "milagrosa" é que, apesar do consumo extra de 230 calorias por dia, tal não se traduziu num aumento de peso. Muito pelo contrário, "as mulheres que comeram uma maçã por dia perderam, em média, cerca de 1500 gramas", destacam os especialistas.

"Estudos realizados com animais constataram que a pectina e os polifenóis, antioxidantes encontrados principalmente na casca da maçã, melhoram o nível de metabolismo dos lípidos e reduzem a produção de moléculas inflamatórias associadas ao risco cardíaco, como a proteína C reactiva", revelou Arjamandi.

Além disso, alguns estudos efectuados em humanos constataram os benefícios da maçã, rica em fibras, vitaminas A e C, ferro, cálcio, magnésio, potássio e flavonóides, na ajuda da prevenção de doenças cancerígenas, doenças cardíacas ou na melhoria da taxa de glicose em diabéticos de tipo dois.

4 comentários:

Fê-blue bird disse...

Amigo João:
Uma prática que sigo à muito tempo.
O pior é que já não encontramos maças como antigamente ;)
Excelente e saudável conselho!

beijinhos

A. João Soares disse...

Amiga Fê,

Quanto a sabores, é doloroso fazer comparações com o que se passava há meio século. A agricultura e a criação de gado tem o objectivo da quantidade e não da qualidade. Isso obriga à utilização de químicos como fertilizantes e insecticidas e à colheita antes do amadurecimento completo para aguentarem a circulação comercial até ao consumidor final.
Há algum tempo estou a consumir duas ou três maçãs por dia, mas compro das mais baratas da loja . Parei com a anona diária por a mesma qualidade ter subido de 1,4 para 2,6 o quilo. Pensei que tivesse havido erro, mas tem-se mantido no novo preço e terei de voltar a comprar, apesar do aumento.
Quanto a qualidade de maçãs há uma que se mantém muito saborosa - o bravo de Esmolfe. É uma maçã aparecida espontâneamente nas terras de uma aldeia, de nome Esmolfe, perto de Penalva do Castelo (antiga Castendo), do distrito de Viseu, Beira Alta.
Velhas recordações do aroma que chegava a Maio, saído das maçãs armazenadas em cima de uma camada de palha de centeio num compartimento da casa. O odor enchia a casa e sentia-se lá fora.

Amiga Fê, obrigado por me ter feito recordar este pormenor das maçãs bravo de Esmolfe.

Beijos
João
Do Miradouro

Anónimo disse...

Estou comendo maçã há quase um ano, tenho me sentido muito bem. Não tenho tido dificuldade em manter meu peso.

A. João Soares disse...

Anónimo,

É uma prática muito saudável e sem qualquer inconveniente. Porém, convém não deixar de comer outros frutos que contêm outros elementos benéficos para a saúde. Mas não é aconselhável misturar no estômago frutos variados. Consuma-os a horas diferentes.

Cumprimentos
João