Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Prevenir o cancro



Há que evitar enlatados, industrializados.
Preferir alimentos alcalinos: verduras cruas (saladas), frutas (o limão, sendo ácido, torna-se altamente alcalino depois de digerido), sementes (amêndoas, nozes, etc), milho, mel.
Beba água pura.
Faça exercício, evita o sedentarismo.

3 comentários:

Celle disse...

Obrigada pelas dicas, mesmo cansados de saber do males que os enlatados nos trazem teimamos em usa-los.
Mas, é sempre bom repetir, mudar de hábitos arraigados é mesmo muito dificil!E voc~e como um paizão está sempre nos trazendo boas e saudáveis informações!Muito agradecemos.
bjs
celle

Celle disse...

João importantissimo este vídeo.
Todas as pessoas deveriam ve-lo, muito informativo e bem ilustrado, de fácil assimilação. Vamos difundi-lo de todas as formas ao nosso alcance e assim tentarmos ajudar um maior numero de pessoas...
Formidável!
Celle

A. João Soares disse...

Querida Amiga Celle,

As boas dicas, os conselhos construtivos são património da humanidade (!!!) e não devem ser guardados só para nós. Devem se difundidos por todos para melhorar as suas vidas.

Mas a vida moderna de comer depressa, o fastfood, o enlatado, o industrializado, fácil de consumir, sem ter de ser confeccionado, sem trabalho, constitui uma tentação.

Por outro lado as indústrias que preparam os alimentos e os querem vender usam de processos conservantes que lhes retiram muitas propriedades naturais e lhes adicionam químicos tóxicos, com efeitos nocivos ao organismo, e usam o marketing, hoje demasiado agressivo, para arrastar as multidões para consumos nocivos à saúde.

É preciso alertar as pessoas, puxar pela sua força de vontade para se cuidarem.

É esse esforço que aqui fazemos, aproveitando aquilo que nos chega para generosamente levarmos ao conhecimento de quem nos visita.

Queremos contribuir para uma humanidade mais saudável e feliz.

Beijo
João