quarta-feira, 30 de maio de 2018

MELHORAR A DIGESTÃO

11 Alimentos Ricos em Enzima Para Melhorar a Digestão

Nosso sistema digestivo é muito mais complexo do que a maioria das pessoas pensam - diferentes órgãos precisam trabalhar em conjunto para garantir que a comida e a bebida que consumimos sejam divididos em componentes que podem ser absorvidos pelo corpo e, então, levados à corrente sanguínea para nos fornecer energia. As "pequenas engrenagens" que impulsionam esse processo são enzimas, responsáveis por decompor moléculas de alimentos em componentes que podem ser digeridos.
Se seu corpo não consegue produzir enzimas ou você não consome o suficiente delas em sua dieta, a comida que você ingere não será capaz de quebrar adequadamente e você pode sofrer de vários distúrbios, como a síndrome do intestino irritável e a intolerância a vários alimentos. Portanto, é altamente recomendável que você leia essa lista de 11 alimentos que fornecerão ao seu corpo as enzimas de que ele precisa da maneira mais deliciosa possível.

1. Abacaxi

Esta fruta tropical refrescante é rica em excelentes enzimas digestivas, sendo a bromelaína a mais importante, que é abundante no abacaxi. Esta enzima ajuda o corpo a quebrar proteínas em seus componentes primários, incluindo aminoácidos, que ajudam a digerir e absorver esse importante material em nosso corpo. Em um estudo de 2008 com pessoas com insuficiência pancreática - uma condição médica em que o pâncreas não produz enzimas digestivas suficientes - constatou-se que o consumo de bromelaína pela ingestão de abacaxis, por exemplo, junto com suplementos dietéticos contendo enzimas pancreáticas, melhorou significativamente a digestão.

2. Mamão

O mamão é outra fruta tropical rica em enzimas digestivas úteis. Como o abacaxi, o mamão também contém um grupo de enzimas que ajudam a digerir proteínas chamadas papaína. Em um estudo realizado em 2013, verificou-se que tomar uma fórmula melhora o processo de digestão e alivia os efeitos colaterais comuns da síndrome do intestino irritável, como inchaçoe prisão de ventre. Note que se você quiser aproveitar ao máximo as enzimas do mamão, coma-o maduro e não cozido, já que a exposição ao calor pode reduzir muito o seu conteúdo enzimático. Observe também que comer mamão não maduro pode ser perigoso para mulheres grávidas, pois pode causar contrações.

3. Mel

Este alimento natural e doce é uma fonte rica de muitos elementos que são muito benéficos para o corpo, entre eles, é claro, várias enzimas digestivas, tais como:
Amilase - também conhecida como diástase - ajuda a dissolver o amido em açúcares.
Invertase - ajuda na degradação da sacarose em glicose e frutose.
Protease - ajuda na quebra de proteínas em aminoácidos.
Se você quiser consumir mel para aproveitar seus benefícios digestivos, certifique-se de comprar mel puro, já que o processado é frequentemente aquecido e, em altas temperaturas, as enzimas digestivas são destruídas.

4. Abacate

O abacate é uma fruta e não um vegetal como muitas pessoas pensam, e, ao contrário de outras frutas, é rico em gordura e muito pobre em açúcar. O abacate também contém enzimas digestivas chamadas lipase, que ajudam a digerir moléculas de gordura e dissolvê-las em moléculas menores, como ácidos graxos e glicerol, tornando mais fácil para o corpo absorvê-las. Além disso, as enzimas lipase contribuem para a manutenção da função pancreática e, dadas todas essas vantagens, temos a certeza que não vai querer perder a oportunidade de comer esta saborosa fruta verde.

5. Kefir

Nem todo mundo conhece essa excelente bebida láctea que se originou nas montanhas do Cáucaso, e que tem muitos benefícios para a saúde, alguns dos quais existem graças às muitas enzimas que ela contém. O processo de fazer kefir, no qual o leite é adicionado a uma mistura de levedura e bactérias benéficas, enriquece a bebida com uma variedade de nutrientes saudáveis e importantes enzimas digestivas, como a lipase e a protease. Outra enzima encontrada no kefir é a lactase, que ajuda a absorver a lactose - o mesmo açúcar que é encontrado no leite e mal é digerido no corpo. Um estudo da Universidade Estadual de Ohio, nos Estados Unidos, descobriu que o consumo de kefir melhora a digestão de lactose naqueles que têm intolerância a ele.

6. Banana

As bananas contêm enzimas, como amilase e glicosidase, que ajudam a dissolver carboidratos complexos, como o amido, em componentes menores e açúcares que o corpo absorve facilmente. Além disso, as bananas também são uma excelente fonte de fibras que podem melhorar muito o seu sistema digestivo. Em um estudo realizado em 2011, as mulheres que comeram duas bananas por dia tinham uma probabilidade significativamente menor de sentir inchaço e dor abdominal.

7. Manga

Você pode adicionar manga à lista de frutas tropicais saudáveis cheias de enzimas digestivas. Como a banana e uma série de outros alimentos mencionados acima, as mangas também contêm enzimas amilase que desempenham um papel importante no processo de decompor os carboidratos em açúcares, melhorando sua absorção pelo corpo e nos proporcionando um pouco de energia. Para tirar o máximo proveito delas, tente mastigar bem a manga antes de engoli-la, porque as enzimas amilase presentes em nossa saliva são adicionadas às da manga, melhorando significativamente o processo de digestão.

8. Kimchi

Desta vez, não é apenas mais uma fruta exótica, mas sim um alimento coreano feito de vegetais fermentados em conserva. Como o kefir mencionado anteriormente, o processo de preparação de kimchi também leva ao desenvolvimento de bactérias boas que fornecem uma variedade de componentes com muitos benefícios para a saúde. O conteúdo de enzima no Kimchi inclui proteases, lipases e amilase, que melhoram a digestão e absorção de proteínas, gorduras e carboidratos, respectivamente. O kimchi também é particularmente eficaz na redução do colesterol. Um estudo de 2013 com 100 jovens saudáveis descobriu que aqueles que consumiam mais kimchi tinham os níveis mais baixos de colesterol no sangue.

9. Gengibre

O gengibre tem sido um componente muito importante da medicina tradicional há milhares de anos. Algumas das propriedades medicinais e os benefícios para a saúde são provavelmente encontrados nas muitas enzimas digestivas que contém, como a zingibain, que ajuda o organismo a decompor as proteínas em seus componentes e, assim, ajuda a absorvê-las melhor. Além disso, um estudo realizado no Instituto Central de Pesquisa e Tecnologia de Alimentos na Índia descobriu que vários tipos de especiarias, incluindo o gengibre, naturalmente ajudam o corpo a autoproduzir as enzimas essenciais, como amilase e lipase.

10. Quiuí

Outra fruta exótica e especial que é uma "estufa de enzimas" é o quiuí - verde por dentro e peludinho por fora. Essa fruta contém uma infinidade de enzimas, sendo as principais a azetidine, que os cientistas acreditam ser a razão pela qual é capaz de melhorar a digestão. Em um estudo publicado em 2011, descobriu-se que adicionar quiuí à dieta melhora a digestão de glúten, carne e proteína de soja. Mais estudos descobriram que comer a fruta reduz o inchaço e ajuda a aliviar a prisão de ventre.

11. Missô

O último item da lista vem de bem longe, no Japão - onde o missô tradicional, feito de arroz fermentado, soja, sal e fermento, foi preparado por muitos anos e serve como base para sopas e outros alimentos. Como vários outros alimentos apresentados, neste caso também, é a levedura que é responsável pelas bactérias amigáveis que aumentam seu valor nutricional e a carregam com ingredientes benéficos e muitas enzimas protease e amilase - que contribuem muito para a capacidade do corpo de digerir e absorver alimentos de forma eficiente. Em um estudo publicado em 2016, descobriu-se que o conteúdo de bactérias gástricas amigáveis no missô pode reduzir o aparecimento de sintomas relacionados a problemas digestivos, como a síndrome do intestino irritável.

Sem comentários: