Bem Vindos !

Quando era criança, na minha aldeia, ouvia com frequência a expressão dos mais simples objectivos das pessoas «haja pão e coza o forno». Realmente, havendo «saúde e alimentação», tudo acaba por ser resolvido. Decidi, por isso, guardar neste espaço, tudo o que estiver guardado nos blogs a que tenho acesso e o que venha a obter sobre este tema, com a convicção de que a saúde depende muito da alimentação e do estado de espírito. (A.João Soares)

quarta-feira, 19 de março de 2014

LIMPE SEUS RINS... É FÁCIL!



O sumo da salsa fresca é rico em vitaminas e a sua celulose ajuda o movimento intestinal,cada 200 gramas de salsa contém 6.000 unidades de vitamina B e 200 mg de vitamina C. Além de seu largo uso decorativo, a salsa provê vários benefícios à saúde.
É uma boa fonte de antioxidantes (especilmente luteolina), ácido fólico, vitamina C, e vitamina A. Dos benefícios à saúde declarados estão: propriedades anti-inflamatórias, melhora no sistema imune e limpeza dos rins.
Mais uma vez a sabedoria popular se comprovou. A salsa (ou salsinha), o tempero mais comum da culinária brasileira junto com a cebolinha - formando o cheiro verde - tem, realmente, propriedades medicinais, comprovadas cientificamente. O farmacêutico Douglas Chaves do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) descobriu que a salsa, além de diurética, afina o sangue. É isso mesmo: ela pode combater um dos males mais comuns da Humanidade: as doenças cardiovasculares, que atingem hoje 30% da população em todo o mundo.
Os componentes químicos da salsa agem na circulação. Eles impedem a formação de trombos, coágulos que podem entupir os vasos e causar derrames. Nossas avós estavam certas, com as novas descobertas, a salsinha, que todos conhecemos tão bem, pode virar um grande remédio. "Uma pílula de salsa", adianta a bioquímica Russolina Zingali, em entrevista ao Globo Repórter -- Rede Globo.
A dosagem de salsa que tem efeito medicinal ainda não está determinada, mas acredita-se que um chá deva ser feito com 20 g salsa para um litro de água ou uma colher de chá para uma xícara. Não se deve fervê-la, apenas deixar em infusão por 15 a 20 minutos. Usá-la normalmente nos alimentos também é benéfico. Ela deve ser acrescentada apenas no final do cozimento, para que não perca as propriedades.

1 comentário:

Celle disse...

FÁCIL E EFICAZ, VALE EXPERIMENTAR...